Desporto

30/06/2024  18:30

Nasceu uma lenda! Até sempre Manuel Fernandes

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Portugal perde um dos melhores jogadores de sempre e uma inspiração para todos os que vivem para e do futebol. Como homem e atleta, foi exímio na forma de ser e estar e fez do Sporting a sua vida. 

Foto: DR

Todas as entidades públicas e oficiais enaltecem o feito e o legado deixado à família sportinguista e a todos em geral pelo jogador que de bola no pé, de mão estendida e voz sentida será sempre um exemplo, foi e será um representante, um embaixador do Sporting e dos portugueses. O maior símbolo do desporto ao serviço do futebol num grande clube que sempre amou e tantas vitórias ofereceu. Foi um grande conquistador de feitos gloriosos em campo, generoso e solidário com quem de si se aproximava, um exemplo de profissionalismo e determinação para as novas gerações. 

Hoje nasce uma estrela, humildemente os sportinguistas, os portugueses e os adeptos do futebol, prestaram a sua última homenagem, durante o cortejo fúnebre até à sua última morada onde será lembrado para sempre.    

26/06/2024  23:40 

Portugal sem ritmo frente à Geórgia

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Numa derrota por 2-0 Portugal foi uma decepção para todos os portugueses num jogo difícil onde foi reconhecida a superioridade da Geórgia durante todo o jogo com o primeiro golo a surgir a 1`32`` da primeira parte por um erro defensivo de António Silva que Kvaratskhelia  soube aproveitar, é bem o exemplo disso.

Foto: A Bola / Miguel Nunes

Já na segunda parte, aos 56 minutos, na transformação de uma grande penalidade, por Mikautadze como resultado da falta cometida na grande área por António Silva, Diogo Costa viu a bola escapar-se pelos seus dedos para o 2-0. Portugal ainda tentou reagir e aumentou a pressão sobre a defesa adversária mas a Geórgia manteve-se firme até ao apito final do jogo. 

O inesperado resultado contra a Geórgia serviu de lição para a seleção portuguesa que agora deve concentrar-se em corrigir os erros e admitir que o onze apresentado falhou em todos os sentidos, razões de sobra para Roberto Martinez não voltar a cometer o/os mesmo/os erros.

Apesar da derrota, Portugal mantém-se em primeiro lugar do seu agrupamento e apurada para os oitavos de final com a Eslovénia à sua espera para o jogo na próxima segunda-feira dia 1 de julho em Frankfurt às 20H00.

25/06/2024  11:36

Estreia do novo desafio da HMS Sports

Por Redação

HMS Triathlon Series é a aposta da HMS Sports para 2024, uma competição que junta dois concelhos e dois eventos de triatlo: o Lidl Setúbal Triathlon e o Sines Triathlon. Superar para Triunfar é o mote da iniciativa que irá distinguir quem participar e concluir ambas as provas: hmstriathlonseries.pt 

Fotos: HMS Sports | Walter Branco e Paulo A. Lopes 

“Com o HMS Triathlon Series, queremos apostar na diferença e privilegiar os triatletas que têm estado ao nosso lado. Com o Lidl Setúbal Triathlon a cumprir a oitava edição e a estreia do Sines Triathlon em 2024, era o momento certo para lançar esta iniciativa, desenvolvendo uma ligação entre os eventos e permitindo que os triatletas se sintam desafiados ao longo do ano. Acredito que será uma competição interessante”, considera Hugo Miguel Sousa, CEO da HMS Sports.

SUPERAR PARA TRIUNFAR

O HMS Triathlon Series dirige-se aos triatletas que apreciem desafios. Os inscritos (inscrição individual) no Lidl Setúbal Triathlon e no Sines Triathlon que concluam os dois eventos ficam automaticamente aptos a participar na competição e poderão habilitar-se a classificações e prémios especiais.

A 14 de abril, o Lidl Setúbal Triathlon celebrou a oitava edição com mais de 1.250 triatletas que nadaram 1,9 km, pedalaram 90 km e correram 21,1 km, numa prova organizada pela HMS Sports em parceria com a Câmara Municipal de Setúbal. A 29 de setembro, será a estreia do SinesTriathlon, com uma aposta diferente em termos de distâncias: 2 km de natação + 80 km de ciclismo + 18 km de corrida = 100 km. A prova tem início na Baía de Sines e termina na Avenida Vasco da Gama; é promovida pela HMS Sports com a Câmara Municipal de Sines e tem o apoio do Clube Vasco da Gama, OntriSports, GoldNutrition e Triatl3ta e OPraticante.pt.

PRÉMIOS ESPECIAIS

O somatório dos tempos efetuados no Lidl Setúbal Triathlon 2024 e no Sines Triathlon 2024 determinará a classificação do HMS Triathlon Series, ordenada do menor para o maior tempo acumulado. A HMS Sports disponibilizará a classificação geral (feminina e masculina), por escalões(age-groups) e ainda os melhorestempos dos segmentos de natação, ciclismo e corrida.

A 29 de setembro, na cerimónia de pódio do Sines Triathlon, serão entregues os troféus aos três primeiros classificados masculinos e femininos absolutos e aos atletas com melhor registo na natação, ciclismo e corrida no HMS Triathlon Series.

A organização vai distinguir os age-groups com oferta ou desconto na inscrição para a edição de 2025. Estes são os prémios para os escalões: 

1º classificado masculino e feminino de cada escalão: Inscrição para Lidl Setúbal Triathlon 2025 e Sines Triathlon 2025;

2º classificado masculino e feminino de cada escalão: Inscrição para Lidl Setúbal Triathlon 2025 ou Sines Triathlon 2025;

3º classificado masculino e feminino de cada escalão: Desconto de 50€ na inscrição para Lidl Setúbal Triathlon 2025 ou Sines Triathlon 2025.

O HMS Triathlon Series é promovido pela HMS Sports, com o apoio da OntriSports, GoldNutrition e Triatl3ta. 

Fonte: HMS Sports

08/06/2024  22:45

Portugal perde em jogo com a Croácia

Por José A. Carvalho / Twenty4news 

Este sábado, a seleção portuguesa enfrentou a Croácia no jogo de preparação para o Euro 2024 oferecendo momentos de grande destaque em jogadas de grande criatividade e mostrou que a equipa tem uma grande linha ofensiva especialmente com jogadores como Diogo Jota que marcou o único golo para Portugal.

Portugal perde em jogo com a Croácia por 1-2 | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

A equipa criou várias oportunidade mas faltou consistência na finalização numa partida que terminou com a vitória da Croácia por 2 a 1 com o primeiro golo de Penálti convertido por Luka Modric (8`), depois de uma falta cometida dentro da área e o segundo golo por Ante Budimir (56`) que permitiu à Croácia recuperar a liderança do marcador pouco tempo depois de Portugal empatar o jogo logo no início da segunda parte com Diogo Jota (56`)  a ser assistido por Nelson Semedo. 

Além dos golos, vários foram os momentos importantes, com substituições estratégicas feitas pelos dois selecionadores. João Cancelo e Nelson Semedo marcaram a diferença e foram fundamentais para Portugal, assim como a Croácia fez ajustes táticos com a substituição de Luka Modric por Luka Suic e a entrada de Bruno Petkovic.

Nas bancadas, os adeptos de Portugal gritavam: “Ronaldo, Ronaldo, Ronaldo” , o jogo foi marcado pela sua ausência mas Roberto Martinez sabe gerir o tempo de jogo e a condição física dos seus jogadores e talvez por essa razão o jogador chave, especialmente com mais idade seja poupado em jogos de preparação para evitar o risco de lesões e assegurar que o CR7 esteja em plena forma física para os grandes jogos do Euro 2024.

No geral, a Croácia ofereceu um jogo mais equilibrado e organizado na sua linha ofensiva e defensiva, Portugal por outro lado, mostrou momentos brilhantes mas a pecar por falta de consistência, em especial na linha defensiva com jogadores ainda em fase de alguns ajustes e adaptação aos novos esquemas de jogo e táticas testados por Roberto Martinez. O selecionador português reconheceu que embora a derrota por 2-1 tenha sido dececionante, o resultado final foi positivo no que concerne à forma como a equipa se adaptou às diferentes condições criadas no terreno; "O que falhou foi o resultado final. Queremos ganhar e isso é importante, mas é o único ponto negativo. Gostei muito da atitude da equipa. Foi um jogo em que pedi uma exigência tática muito alta, queríamos ganhar a bola rapidamente contra uma equipa que, tecnicamente, é superlativa. A Croácia foi melhor do que nós nos primeiros 25 minutos mas depois foi um jogo muito equilibrado e, em alguns períodos na 2.ª parte, fomos melhores. Tivemos muitas notas positivas. Trabalhámos muito bem, nunca perdemos o foco do que precisamos de fazer, vimos 16 jogadores em campo, um desempenho muito bom do Diogo Costa e, para mim, foi um jogo de preparação perfeito para preparar o torneio. Agradecer o apoio, o ambiente no Jamor foi fantástico, é um estádio mítico. Queremos ganhar para os nossos adeptos, para os nossos portugueses, mas acho que hoje a derrota leva muitas notas positivas para a preparação. Precisamos de acreditar juntos, de estar juntos e vamos dar tudo o que temos, que é muito" , referiu o selecionador português.     

05/06/2024  03:23

Euro 2024 - Conceição brilha e Portugal vence por 4-2 a Finlândia

Por José A. Carvalho / Twenty4news

No primeiro jogo de preparação para o Euro 2024, as cores nacionais fizeram-se representar em massa no Estádio de Alvalade para apoiar a equipa das quinas orientada por Roberto Martinez, bem merecido pelo desempenho geral: posse de bola, duelos, ataques, cruzamentos, remates e recuperações de bola. 

Euro 2024 - Primeiro jogo de preparação | Portugal (4) - (2) Finlândia | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Francisco Conceição foi o homem do jogo na sua primeira estreia e estamos satisfeitos com a escolha de Martinez. Muito rápido nas variações, focado na equipa mas sempre com o objetivo intrínseco de chegar ao golo, demonstrou saber jogar bem e ter visão de jogo ao partilhar o esférico nas oportunidades possíveis.

A equipa das quinas, apostou na tática 4-3-3 com dois laterais e Diogo Costa na frente para um ritmo de jogo inicialmente lento, com passes de bola curtos a meio-campo e a equipa de Portugal a crescer no terreno e a quebrar a linha defensiva da Finlândia até ao lance de bola parada, de canto pela  esquerda batido por Vitinha e Ruben Dias a subir de cabeça e a marcar o primeiro golo.

No minuto final, já na fase de compensação, o árbitro assinala grande penalidade depois de advertência do VAR na falta sobre Francisco Conceição com Diogo Jota a concluir e a marcar o segundo golo.  

Na segunda parte a equipa das quinas foi mais objetiva e assertiva depois de algumas alterações no plantel como Bruno Fernandes, Gonçalo Inácio, Pedro Neto, Gonçalo Ramos e Diogo Dalot  a tornarem o jogo mais fluido, mais vibrante e intenso, a criar vários sustos para o guardião Hradecky até à assistência de Francisco Conceição e o remate de pé cheio fora da área de Bruno Fernandes para um grande golo com direito a “só mais um” pedido por Alvalade em uníssono e o marcador nos 3-0 a favor de Portugal.

O excesso de confiança aumentou e os jogadores portugueses levantaram a guarda o suficiente para Pukki, o avançado da Finlândia colocar em sentido a equipa das quinas com dois golaços em poucos minutos, mostrando as fragilidades do sistema defensivo da seleção portuguesa. 

Agora com o marcador nos 3-2 a favor de Portugal, era tempo de arrepiar caminho e assim foi...o homem do jogo, Francisco Conceição bem desmarcado e no coração da área, assiste Bruno Fernandes para um simples toque na bola fazendo-a rolar de mansinho para o fundo das redes de Hradecky. Era tempo de relaxar, gerir o 4-2 até ao final da partida e começar a refletir sobre o que há para mudar para o próximo jogo com a Croácia no dia 8 de junho próximo no Estádio Nacional. 

Com o resultado final, Roberto Martinez estava satisfeito: “O ambiente foi espetacular. Estamos todos aqui para dar orgulho aos portugueses em geral. O compromisso e empenho dos jogadores mostra isso mesmo e é um sentimento muito forte. A nossa seleção é especial e queremos sempre estar ao melhor nível porque os adeptos merecem isso. O contexto é importante. Nesses três jogos experimentamos muito, com jogadores novos e novas ligações. Acho que é importante dar experiências novas aos nossos centrais para chegarmos na melhor forma possível ao Campeonato Europeu. Esses golos sofridos não são uma debilidade, mas uma consequência do desempenho que fizemos durante os últimos três jogos, que foram todos particulares", concluiu o selecionador da equipa portuguesa.    

04/06/2024  01:37 

Otávio fora do Europeu de 2024 e Cristiano Ronaldo só a 7 de junho ao serviço da seleção

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na conferência de Imprensa de 3 de junho passado na Cidade do Futebol, na antevisão do jogo de Portugal contra a Finlândia, Matheus Nunes é o jogador que irá substituir Otávio durante o Euro e segundo o selecionador de Portugal Roberto Martinez, não haverá diferença alguma: "Matheus Nunes é uma escolha natural e óbvia. Durante o estágio de março fez um jogo muito bom contra a Suécia e fez o papel de Otávio. Com o trabalho que fizemos nos 6 estágios temos os jogadores preparados. Dá-me tristeza perder o Otávio, porque é um jogador que dá tudo. Acontece, mas deu-me tristeza", referiu o selecionador. Apesar da confiança do selecionador em Matheus o facto é que fez uma época com poucos jogos realizados e por essa razão, não é um jogador com uma competitividade forte. 

Roberto Martinez na Conferência de Imprensa sobre o Euro 2024 | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Relativamente a Pepe, o jogador está a recuperar bem mas não jogará contra a Finlândia: “a parte física é importante, mas qualquer jogador precisa de não ter fadiga mental. Temos a oportunidade de trabalhar com os jogadores na recuperação. Nestes particulares podemos utilizar os jogadores convenientemente. Os jogadores demonstram orgulho e frescura por estar aqui. Queremos continuar o trabalho que fizemos no apuramento. Os momentos de forma dos jogadores, adversário, conceitos... são a resposta. Precisamos de ser uma equipa flexível e vamos continuar a trabalhar neste sentido", concluiu Roberto Martinez. 

02/06/2024  15:45

Said Ameqrane e Joana Fonseca vencem a LDL "Corrida de Santo António" na edição de Recordes

Por Redação

A 12a edição da Lidl Corrida de Santo António, promovida pela HMS Sports, em parceria com a EGEAC e a Câmara Municipal de Lisboa, fica marcada pelo recorde de 4.500 inscritos, dos quais 43% foram senhoras, o que constitui igualmente um novo recorde de atletas do género feminino; pela estreia da caminhada de 4 km, que se juntou à habitual corrida de 10 km e ainda pelo facto de as inscrições terem esgotado a cinco dias do evento.

Fotos: HMS Sports | Paulo A. Lopes e Walter Branco

“Estamos muito felizes com a Lidl Corrida de Santo António! Foi uma manhã de excelente promoção do desporto e da atividade física. Com a caminhada de 4 km, conseguimos trazer ao evento pessoas de todas as idades, contribuindo para bons momentos passados em família e entre amigos. Os recordes de inscritos e de senhoras nesta 12a edição reforçam a excelência e a confiança que os atletas reconhecem à prova”, sublinha Hugo Miguel Sousa, CEO da HMS Sports.

“A Corrida de Santo António surgiu em 2011 e em 12 edições, colocou mais de 36.000 atletas a correr e a caminhar! São números que nos deixam muito orgulhosos! Parabéns a todos e um agradecimento muito especial, em nome da organização, a todas as entidades, patrocinadores e parceiros que contribuíram para o sucesso da Lidl Corrida de Santo António”, reforça Hugo Sousa.

TRIUNFOS DE SAID AMEQRANE E JOANA FONSECA

Dois segundos apenas separaram os dois primeiros classificados dos 10 km. Said Ameqrane acabou por levar a melhor sobre Roberto Ladeiras (GFD Running) e venceu a prova pela primeira vez, com o registo de 30m44s. No pódio, a dupla teve a companhia de Bruno Lourenço (GFD Running) com 31m11s. Samuel Barata, já a preparar a participação nos Jogos Olímpicos, fez a corrida, mas a um ritmo diferente do habitual. O atleta que venceu a Corrida de Santo António em 2018 e no ano passado, desta vez terminou com 37m58s. O outro Lidl Star presente nos 10 km, o canoísta David Varela, fez 48m32s. Nas senhoras, Joana Fonseca repetiu o êxito de 2023 e voltou a ser a senhora mais rápida na corrida de 10 km. A atleta do GFD Running venceu com o tempo de 36m05. Raquel Cabaço (Clube Raquel Cabaço) foi segunda classificada com 37m17s e Vera Nunes (GFD Running) ficou na terceira posição com 37m47s. A prova de 10 km contou com algumas caras conhecidas: a apresentadora de televisão Isabel Silva foi a quarta senhora a concluir a prova e fê-lo abaixo dos 40 minutos (39m58s); o ator Tiago Teotónio Pereira correu em 36m42s e foi 41o classificado da geral; o personal trainer Thomas da Silva fez 45m10s e a influencer Maggy Santos 54m49s. Os resultados completos estão disponíveis no sítio oficial do evento: corridasantoantonio.com 

A caminhada de 4 km contou com um participante muito especial; o vereador do desporto da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. Ângelo Pereira, deu o exemplo e efetuou a distância, com partida e chegada na Praça do Império, em Belém. No final, todos os participantes receberam um manjerico, símbolo tradicional da Lidl Corrida de Santo António.

A Lidl Corrida de Santo António tem organização da HMS Sports, em parceria com a EGEAC e Câmara Municipal de Lisboa, e apoio do Lidl, Vitalis, Holmes Place, Doublet, ProRunners Magazine, Triatl3ta e Rádio Comercial! A 2 de junho, a correr e a caminhar, todos os Santos ajudam!

Fonte: HMS Sports

29/05/2024  13:10

Belém recebe a 12.ª edição "Corrida de St.º António"

Por Redação

No domingo, a Lidl "Corrida de Santo António" reunirá 4.500 atletas na corrida de 10 km e na caminhada de 4 km, distância que se estreia na 12ª edição da prova promovida pela HMS Sports, em parceria com a EGEAC e a Câmara Municipal de Lisboa.  O recorde de 4.500 inscritos foi hoje alcançado, com as inscrições a esgotarem esta manhã.

Fotos: HMS Sports | Walter Branco e Paulo A. Lopes

“Que orgulho! Alcançar um novo máximo de inscritos e esgotar as inscrições a cinco dias do evento é algo que nos deixa muito felizes! Em 12 edições, colocou mais de 36.000 atletas a correr e a caminhar! Estamos todos de parabéns!”, salienta Hugo Miguel Sousa, CEO da HMS Sports.

A CORRER E A CAMINHAR, TODOS OS SANTOS AJUDAM

A partida da 12a edição da Lidl Corrida de Santo António será dada pelas 09h00 de domingo, 2 de junho, na Praça do Império, em Belém. Nos 10 km, os atletas terão de cumprir um percurso desenhado na Zona Ribeirinha de Lisboa; já nos 4 km, o percurso é feito na Av. da Índia (no sentido Algés). Mantendo a tradição, os participantes recebem um manjerico, entre outras ofertas dos patrocinadores.

Os quatro Lidl Stars Samuel Barata, David Varela, Francisca Laia e Jorge Fonseca estarão presentes: Samuel Barata (vencedor em 2018 e 2023) e o canoísta David Varela farão os 10 km, enquanto Francisca Laia, atleta olímpica de canoagem, e o judoca Jorge Fonseca, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio na categoria -100 kg, irão participar na caminhada de 4km.

O Lidl terá várias ativações durante o evento: os mochileiros LIDL irão distribuir café, frutos secos e protetor solar; no espaço reservado à marca junto à partida/meta, estarão disponíveis as iniciativas "Puxa Por Ti" e a "Garra Mecânica" e haverá também oferta de gelados; no percurso, animação e apoio não faltarão com a Banda 7 Elementos e os promotores LIDL.

Fonte: HMS sports

26/05/2024  23:35

FC Porto é o digno vencedor da Final da Taça de Portugal

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Este domingo, num ambiente de festa como é habitual no Jamor em especial no clássico entre o Sporting e o Porto, nesta final da Taça de Portugal em particular por ser a última de Pinto da Costa, o grande Presidente ao serviço do Clube durante 42 anos e provavelmente a última do treinador Sérgio Conceição que fez aumentar a motivação dos jogadores azuis e brancos em campo.

Final da Taça de Portugal | FC Porto comemora mais um troféu ganho | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news  

Foi um jogo de grandes emoções, Pepe ausente e Francisco Conceição o jogador que mais desequilibrou a defesa do Sporting nos duelos de contra-ataque, obrigou os Leões a colocar quase sempre dois jogadores para defender a sua progressão.

Com o Sporting a inaugurar o marcador aos 20` por St. Juste mas, Evanilson por falha de Geny Catano remata certeiro para as redes de Diogo Pinto para o empate (1-1) levando os jogadores do Sporting a reestruturar o seu ataque que resulta numa falta grave para expulsão do central neerlandês dos Leões e alteração de grande penalidade para marcação de livre direto após a decisão do VAR.  Depois da expulsão de St. Just, tudo foi mais difícil. Com apenas 10 jogadores em jogo o Sporting ferrou as garras e nos duelos homem-a-homem foi aguentando a forte pressão dos Dragões. 

Já na fase de prolongamento, alguns erros sucessivos dos Leões foram suficientes para colocarem o resultado final a favor do Porto por entrada grave de punho fechado do guardião do Sporting sobre Evanilson na grande área. O iraniano Medhi Taremi na marcação da grande penalidade, remata de pé direito ao centro da baliza do jovem guarda-redes para o (2-1) aos 100` colocando a vantagem até final do jogo.

Na conferência de imprensa Rúben Amorim disse: “O balanço que faço é que foi uma época boa. Podia ter sido muito boa se vencêssemos a Taça de Portugal. A decisão esteve num pormenor, mas é assim e temos de viver com essa exigência. Foi uma época boa. A derrota na final da Taça de Portugal não apaga nada o campeonato que fizemos, mas a época foi apenas boa”. Sobre o jogo, referiu: “Entrámos bem no jogo, que depois se tornou estranho. Em duas bolas batidas nas costas da nossa defesa, uma deu expulsão e outra deu penálti. Tentámos gerir o jogo a defender mais com algumas saídas tendo planos para marcar. A final teve pouco tempo de 11 para 11 e isso tornou tudo mais difícil. Caímos no prolongamento com um penálti”. Sobre Jeremiah St. Juste, concluiu: “Amanhã ele vai ser melhor e vai-se lembrar do que temos de fazer. Às vezes mais vale sofrer um golo e ficar com 11 porque damos sempre a volta, porque marcamos muitos golos.”

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto apenas se limitou a explicar a sua expulsão minutos antes do final do jogo.   

20/05/2024  00:45

Benfica vence no Jamor e conquista a Taça de Portugal Feminina

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na presença de 18.124 adeptos, as águias celebraram no passado domingo a vitória por 4-1 frente à recente equipa Racing Power e fizeram história ao alcançar todos os títulos nas competições da temporada, deixando os adeptos orgulhosamente felizes. 

Benfica vence Taça de Portugal no Jamor  |  Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Campeã da Taça de Portugal pela segunda vez, a equipa do Benfica foi rainha em campo num jogo assistido na Tribuna pelo Presidente da Republica Marcelo Rebelo de Sousa e Rui Costa Presidente do Benfica, as águias afiaram as unhas e mostraram dentro das quatro linhas a vontade de marcarem e assim foi...numa jogada de ataque por transição e assistência de Andreia Faria, Marie Alidou não perdoou e inaugura o marcador aos (25`) colocando o Benfica à frente (1-0). Nas bancadas pintadas a vermelho, o apoio audível mesmo depois do empate pelo Racing Power que surgiu de um canto à direita e concluído de cabeça por Gerda Konst (1-1) não permitiram às águias baixarem a guarda e voarem baixo. 

Na segunda parte, as jogadoras do Benfica voaram pelo coração da área do Racing Power na procura da oportunidade certa quando aos (56`), uma queda de Marie Alidou fez disparar os alarmes do VAR e foi aplicada marcação de grande penalidade por falta grave de Bárbara Azevedo sobre a canadiana. Na execução, Carole Costa aos (60`) fez o (2-1), a equipa do Benfica demonstrava ser uma equipa vencedora, com transições rápidas e duelos ganhos ao longo das quatro linhas facilmente chegaram ao (3-1) por assistência de Francisca Nazareth, Lúcia em contra-ataque isola-se e ao primeiro toque bateu a guardiã Mikaely Bihina aos (69`). Imparável, como se tivesse iniciado o jogo, um forte contra-ataque (mais um) iniciado por Catarina Amado e recebido por Francisca Nazareth que serpenteou a suas adversárias e concluiu a jogada com esférico dentro das redes da Racing Power para o resultado final de (4-1) aos 90`+5`.

A alegria contagiante, marcou (talvez) a paixão dos adeptos pelas competições de futebol feminino em Portugal que bem merecem ter mais público e adeptos. Para Filipa Patão, treinadora do Benfica, hoje fez-se história: "Era o nosso objetivo, poder fazer mais uma vez história. É mais um orgulho para o Clube, que faz história no futebol feminino português. Fizemos 47 jogos, foi duro, mas foi uma aposta ganha da Direção em levar a equipa para o Benfica Campus. Este estádio é mítico e o Benfica consegue colocar esta massa adepta gigante a apoiar, eles é que nos empurraram durante toda a temporada. Agradeço-lhes o apoio! Sou uma treinadora orgulhosa e satisfeita por termos feito o pleno. Conseguimos finalmente trazer novamente esta Taça de Portugal para o Museu Benfica – Cosme Damião. Quanto mais conquistamos, mais subimos a fasquia. Agora é saborear esta vitória. Precisávamos muito disto, desta vitória, é uma Taça muito especial. Continuamos a caminhar pelo caminho certo, a apostar no futebol feminino. Vemos o crescimento dos outros como uma oportunidade para crescer", concluiu. 

20/05/2024  09:35

O Sporting mostra a sua raça e é o verdadeiro campeão 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

No passado dia 18 de maio, o Sporting deu uma lição a todos, erguendo bem alto o troféu mais nobre da competição na primeira Liga Nacional de Futebol, com vários recordes alcançados e com uma vitória por 3-0 sobre o Chaves na 34.ª jornada e última.    

O Sporting ergue a Taça de Campeão Nacionais da I Liga de Futebol | Fotos: José A. Carvalho / twenty4news

"Este campeonato serve para lembrar que o Sporting nunca mais será subestimado ou descartado, no futuro será uma equipa vista como potencialmente vencedora", gritavam os adeptos. No futebol a palavra de ordem é "Ganhar" e para vencer não basta jogar o suficiente mas sim tocar a bola de forma excelente...sem falhas. Assim foi, o Sporting alcançou vários triunfos fechando a temporada com 90 pontos (+10 que o rival Benfica) e 28 vitórias na I Liga de Futebol. 

No jogo com o Chaves, Viktor Gyokeres marcou dois golos (aos 23`e 37`) e terminou a competição da Liga como o melhor goleador com 29 golos marcados. No final do jogo a festa fez-se com Coates, Neto e Adán a levantarem a Taça de CAMPEÃO NACIONAL! 

O treinador Rúben Amorim efusivo disse: "Esta é a casa onde fui mais realizado e é para continuar". Relativamente ao seu futuro e ao do Sporting, referiu: "A próxima época já está a ser elaborada há algum tempo. Temos os nossos alvos mas nesse aspeto não controlamos tudo, claro que também vão querer os nossos jogadores. Queremos despachar as coisas porque não temos o dinheiro de outros clubes, temos de atacar mais rápido. Queria fechar já o plantel para poder ter férias. Poderá haver uma ou outra situação de um ou outro miúdo que cresceu aqui estrear-se, mas não será o Quenda. Acreditamos muito que o Quenda eventualmente será campeão no Sporting. Temos mais atenção aos miúdos que nos ajudaram muito nos treinos e se calhar não tiveram a visibilidade de outros e que, se calhar, também não estarão cá. O Menino vai ser convocado, o Quenda não. Ele terá tempo para isso" , concluiu. Para finalizar, o foco agora será o próximo jogo da Taça de Portugal frente ao Porto já no domingo e Rúben Amorim está consciente e preparado para que o Sporting alcance mais um troféu.         

12/05/2024  14:45

Corrida EDP Pela Vida, Mónica Silva vence na Elite Mulheres

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Contra o Cancro da Mama - Correr, Marchar ou Caminhar por uma Causa, foi o objetivo coletivo de milhares de inscritos num ato de cidadania que todos os anos se realiza em Lisboa numa prova de 5 Km bem divertidos.

18.ª edição EDP Pela Vida | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Um evento que no passado domingo, 12 de maio juntou 14.000 atletas entre anónimos, figuras públicas e atletas de elite que marcaram presença e percorreram o belíssimo percurso ribeirinho entre Santos e Belém numa prova que fluiu sempre junto ao Tejo. Com a preocupação e a determinação de sensibilizar e reduzir um dos maiores flagelos da sociedade contemporânea, “O Cancro da Mama”, é um evento anual, realizado pela 18.ª vez e apoiado pela Câmara Municipal de Lisboa e Liga Portuguesa Contra o Cancro tendo por base a angariação de fundos para a compra de aparelhos de rastreio do cancro da mama de forma a prevenir a terceira causa de mortalidade em Portugal. A presença de individualidades públicas, como Rosa Mota (madrinha da prova), Jorge Andrade, Tony, Sérgio Rossi, Rosa Vieira, João Malheiro entre outros, são o exemplo do gesto de solidariedade que tem como objetivo sensibilizar a opinião pública.

No final da prova “EDP Pela Vida”, Rui Pinto (Sporting) foi o vencedor na prova masculina com o tempo de 00:14:33 seguido por Miguel Marques (Sporting) 00:15:56 e Hugo Santos (Salgueiros) com 00:16:04. 

Mónica Silva (Salgueiros) venceu a prova feminina com o tempo de 00:16:26 seguida por Susana Godinho do (RD Água) com 00:16:34 e no 3.º lugar do pódio Sara Moreira (Grupo Desp. Feirense) com o tempo de 00:18:15.

Bem hajam os que se juntam por uma causa tão nobre!

Mais informações  

11/05/2024  17:30

Águias, campeãs nacionais pela quarta vez

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Um dia histórico vivido pela equipa feminina de futebol do Benfica com a vitória na 22.ª e última jornada da Liga BPI frente à fortíssima equipa do Seixal Racing Power por (2-1) ganhando pela quarta-vez o título de Campeãs Nacionais num jogo com muitas emoções durante os 90`.

Águias, campeãs nacionais pela 4.º vez  |  Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

No passado sábado dia 11 de maio o Campus Benfica esgotou para apoiar a sua equipa que inaugurou o marcador por grande penalidade aos 33` com um remate bem colocado da capitã Carole Costa, a mulher do jogo que fez levantar o coletivo como forma de celebração.

A festa, desenhava-se com cânticos de incentivo “Que sejas campeão, Benfica! O amor da minha vida!” já na segunda parte com duelos constantes entre as duas equipas, as águias foram atacando com excelentes cruzamentos pelas laterais e aos 46` por recarga de um remate defendido por Bihina guarda-redes do Racing Power, Christy Ucheibe (autora do remate) em queda, aproveita a oportunidade e remata de novo para o 2-0. 

A depender apenas de si, o Benfica insistiu num constante ataque subindo no terreno mas, aos 85` na sequência da marcação de um livre longe da grande área, Lúcia Lobato colocou em risco a equipa das águias com empate aos 85` sobre o rival Sporting que vencia os Damaienses. O apoio constante dos adeptos, fez as jogadoras do Benfica intensificarem o seu ataque, colocando mais pressão sobre o coração da grande área do Racing Power e assim foi...por falta grave cometida por Sini Laaksonen sobre Lúcia Alves que acabou por sair lesionada e substituída por Catarina Amado, Carole Costa na marcação dos 11 metros, concentrada, remata para o fundo das redes sem qualquer hipótese de defesa para a guardiã do Racing Power  Michaely Bihina e em êxtase o Campus Benfica fez a grande festa ao levantar mais um grande troféu que se juntará a outros no Museu do Glorioso Benfica. 

Orgulhosa das suas pupilas, Filipa Patão (treinadora do Benfica) disse: "Agora, temos de pensar na Taça de Portugal. É sempre assim, pensamos sempre no próximo. Muito, muito feliz, porque foi uma época dura e as jogadoras sabem disso. Não foi um jogo fácil para nós, não foi um jogo bem jogado, sabemos disso, mas controlar emocionalmente num momento destes é complicado. Mais uma vez, elas mostraram que têm uma mentalidade de campeãs. Parabéns a estas jogadoras, é uma época histórica, que não foi fácil para nós. Ainda fica mais saboroso quando assim é, o Campeonato é sempre o principal objetivo, retirámos a principal pressão que tínhamos na época. É mais uma bomba de oxigénio para o que falta. Fizemos história no Clube e estamos na história do futebol português. Queremos voltar a fazer história. Tivemos adversários à altura, temos de continuar a crescer. O nosso crescimento fez os outros crescerem, em tempos. Temos de crescer mais para o ano. Agora, é a Taça de Portugal. [Racing Power] é uma equipa que não comete erros e não arrisca. Se formos a ver, não é uma equipa que saia a jogar e que arrisque subir muito as linhas, mas, depois, é muito forte nas bolas paradas e no futebol direto. Sabíamos disso, e tentámos ao máximo também não cometer erros. É sempre difícil ganhar a uma equipa que não quer jogar, e que quer impedir que o adversário não jogue, ou que não tenha espaço para jogar. Muito competentes na primeira parte, na segunda, os nervos e a emoção toldaram-nos muito, principalmente pelo golo anulado. Ainda assim, conseguimos dar a volta e conseguimos mais um Campeonato”, concluiu.  

07/05/2024  17:05

Tudo a postos para a 18.ª edição "Corrida EDP Pela Vida"

Na Conferência de Imprensa de hoje 7 de maio, a 18.ª edição da "Corrida EDP Pela Vida" é uma prova implícita numa grande causa; "A luta contra o Cancro da Mama". Com a participação já confirmada de 14.000 atletas no próximo dia 12 de maio, o percurso de 5km será realizado entre a modernidade das Docas e da Ponte 25 de Abril e a reta final junto ao ex-libris da torre de Belém.

Conferência de Imprensa - 18.ª edição "Corrida EDP Pela Vida" | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Pela segunda vez, a prova é aberta a todos os géneros. Este ano 20% dos participantes são homens. Além disso registamos a presença de 64 nacionalidades diferentes entre os inscritos. Desde a primeira edição, os participantes com doença oncológica estão isentos da taxa de inscrição. Este ano 1.223 pessoas beneficiaram dessa gratuidade.

No setor masculino a corrida também promete, com Rui Pinto, Hermano Ferreira, Miguel Borges e Miguel Marques a lutarem pelo triunfo. Paulo Guerra e Armando Aldegalega, dois nomes históricos do nosso atletismo, vão apoiar os participantes, tal como Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, que voltará a dar o tiro de partida.

Antes do tiro de partida, os participantes vão assistir à atuação do cantor David Carreira, que este ano se junta mais uma vez a esta causa maior. A corrida terá transmissão em direto, a partir das 10:30h, na RTP1, RTP Internacional e RTP África, chegando assim a mais de 200 milhões de telespectadores.

Miguel Moia enalteceu a adesão popular a esta corrida, que ano após ano se vai tornando cada vez mais emblemática. "Hoje, esgotámos as inscrições para a Corrida EDP Pela Vida, com 14.000 participantes. Este evento tem sido uma poderosa 'plataforma' de sensibilização para o rastreio do cancro da mama. Todos sabemos que o diagnóstico precoce salva-vidas! O nosso compromisso é continuar a trabalhar nesse impacto positivo, ajudando a salvar cada vez mais vidas. Cada participação contribui para o donativo global entregue à Liga Portuguesa Contra o Cancro. Com esta edição, atingimos a maioridade e alcançamos um marco significativo de um milhão de euros doados!"

Fonte: MCP

04/05/2024  23:12

Sporting vence o Portimonense e aproxima-se do título 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Numa vitória sobre o Portimonense por 3-0 este sábado 04 de maio, o Sporting demonstrou ser o grande favorito para erguer o troféu de Campeão Nacional num jogo dominado durante toda a partida. Aproximando-se do título com apenas dois jogos por realizar até ao final, os adeptos dos leões receberam a equipa antes do jogo em apoteose, prestando homenagem a Manuel Fernandes que se encontra hospitalizado.

32.ª jornada Liga de Portugal Betclic | Benfica (3) - (0) Portimonense | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Desde o inicio do jogo, o Sporting dominou o meio campo do Portimonense e gradualmente foi mostrando as garras com alguns avisos ao guardião  Kosuke Nakamura, o primeiro pelo cruzamento e assistência a Gyökeres de Ricardo Esgaio e logo a seguir de cabeça, Paulinho atira ao lado. Aos 13` o mesmo recebe de Nuno Santos um cruzamento no epicentro da área e de primeira encheu o pé e inaugurou o marcador.

O Sporting a ganhar por 1-0 ditou as regras, embalou ao seu jeito o seu oponente e bailou em todo o campo com passes curtos e cruzamentos á medida que demonstraram a supremacia dos leões em todas as fases do jogo, mesmo nos contra-ataques do Portimonense. Nakamura foi o homem do jogo para os adeptos da sua equipa, com defesas de arregalar os olhos, impedindo por várias vezes a concretização das oportunidades de golo que o Sporting foi tendo.       

Os ataques foram constantes e o segundo golo surge pelo lado esquerdo com Paulinho a cruzar e Trincão a desviar para a rede e a marcar aos 70`. A história do jogo ainda estava por terminar, Gyökeres não dava sinais de desistir das suas investidas sistemáticas e assim foi...com um passe de Daniel Bragança aos 92`o sueco foi o autor do terceiro golo do Sporting na 32.ª jornada da Liga Portugal Betclic com um resultado que poderá dar o título aos leões se no jogo de domingo o Benfica empate ou perca com o Famalicão. 

Depois da vitória por 3-0 no final do jogo, Rúben Amorim teceu considerações aos seus jogadores: ”Foram sempre muito consistentes e sérios, mal deixamos o Portimonense chegar à baliza e não cometemos muitas faltas no meio-campo ofensivo, o que foi uma das ideias para o jogo, porque o adversário tem marcado muitos golos de bola parada e é muito forte neles. Em alguns momentos devíamos ter movimentado mais a bola e houve um período na primeira parte em que dividimos a posse de bola e não precisámos de o fazer. Mas criámos várias oportunidades para marcar, só não fomos tão eficazes como temos sido. No segundo tempo foi mais do mesmo. Mesmo em desvantagem, o Portimonense não quis quebrar o seu bloco baixo. Controlamos, marcamos o segundo golo e depois penso que toda a gente no estádio relaxou um pouco. A melhor equipe venceu" concluiu o treinador do Sporting.      

  02/05/2024  15:45

Domingo é dia de correr na "Wings for Life World Run" por aqueles que não podem

Por Redação

O tiro de partida para mais uma edição da Wings for Life World Run é dado ao meio dia do próximo domingo, 5 de maio. Milhares de participantes dos cinco continentes unem-se através de uma APP para correr por aqueles que não podem, apoiando a investigação científica que procura a cura para as lesões na espinal medula. Em Portugal as maiores concentrações estão previstas para Lisboa e Lousada.

A 11ª edição da Wings for Life World Run vai para a estrada no próximo domingo - 5 de maio - quando o relógio bater as 12 horas em Portugal Continental. Procurando dar um sinal de esperança às milhões de pessoas que vivem presas a uma cadeira de rodas, sobretudo vítimas de acidentes de viação e quedas, a maior corrida solidária do planeta promete números impressionantes. Até à data, um total de 1,293,716 participantes de 195 nacionalidades espalhados pelos cinco continentes contribuíram com 43.8 milhões de euros para apoiar a cura das lesões na espinal medula.

Os interessados podem ainda garantir a sua inscrição em www.wingsforlifeworldrun.com, que tem o custo de €18 (donativo 100% direcionado para apoiar a investigação) e inclui uma t-shirt oficial Adidas. Depois de fazer o download da APP Wings for Life World Run os participantes podem juntar-se por via eletrónica a esta grande corrente humana ou contribuir simplesmente com um donativo para a Fundação Wings for Life.

Muito diferente das corridas tradicionais com distâncias fixas, a Wings for Life World Run permite a participação em qualquer lugar através da aplicação. Em Portugal há também a opção de corrida coletiva em dois locais: Lisboa (Parque das Nações) e Lousada. Depois da partida, a perseguição do carro meta começa em 30 minutos e termina quando o último corredor for apanhado. O nosso país tem estado representado desde a primeira edição e a portuguesa Vera Nunes foi coroada em 2018 Campeã Mundial da Wings for Life World Run.

Até hoje foram apoiados 299 projetos de investigação em 20 países - incluindo Portugal - envolvendo 679 especialistas de todo o mundo. Neste momento, estão a decorrer 62 projetos financiados por esta organização sediada na Áustria - 23 dos quais foram aprovados no corrente ano.

Fonte:Red Bull

02/05/2024  10:45

Benfica vence Taça da Liga de Futebol Feminino 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

A final da Taça da Liga de Futebol Feminino foi disputada na passada quarta-feira dia 01 de maio no Estádio do Restelo, com a equipa do Benfica a receber por mérito e pela quarta vez o troféu pela vitória sobre o Sporting por 1-0 com um golo de Chandra Davidson depois de entrar na segunda parte. 

Taça da Liga Feminina - Benfica vence o Sporting por 1-0 | Créditos: José A. Carvalho / Tenty4news 

Um resultado suficiente que agitou o coração de milhares de adeptos do Benfica, numa vitória justa pautada por emoções fortes na presença do Presidente Rui Costa e assistida por 1,8 milhões de portugueses através da transmissão da SIC.  

Um Benfica durante o jogo a mostrar ser uma equipa campeã, equilibrada, mais experiente, homogénea e com uma estratégia de jogo ofensivo e bem definido frente a um Sporting mais lento e desordenado no ataque, sem soluções a meio campo e fisicamente mais debilitada. As águias avançavam nas suas linhas de ataque em velocidade até aos (83`), a canadiana surgiu à frente de Hannah Seabert (1), depois da recuperação de Kika Nazareth (10) na zona ofensiva num passe de mestre de Andreia Faria (6) que Chandra (25) aproveita de primeira, para um remate defendido pela guardiã leonina e finalmente o golpe majestoso surge na recarga novamente dos pés Chandra Davidson (25), desta vez a não perdoar.  

No apito final, as vozes em uníssono gritaram bem alto “Benfica é Campeão!”, a emoção cresceu, o efeito de massas alegrou o estado de espírito de adeptos, jogadores e equipa técnica: “Este troféu sabe a espírito de sacrifício, a equipa teve-o”, referiu Filipa Patão, treinadora do Benfica. “Sabíamos das limitações que tínhamos. Retirámos a profundidade ao Sporting. Era preciso esconder um pouco as nossas debilidades e mostrar as nossas forças. Tivemos um Sporting muito competente, mas as jogadoras foram magníficas. Lutaram muito. É uma fase da época com jogos decisivos, vamos encarar as três finais que faltam à procura do sucesso. Todas as jogadoras estão prontas a dar o seu contributo. Somos um grupo unido e precisamos de todas para ter sucesso. [Entrada e golo] Fico muito feliz pela Chandra Davidson, mas o mérito é de toda a equipa. Acreditamos no nosso processo, no que fazemos, e estamos aqui para ganhar títulos. Vamos querer ganhar tudo. Temos de pensar em outra competição. Neste momento não conseguimos pressionar o jogo todo, neste caso temos mais 13 jogos que o nosso adversário. O céu tem de ser o limite para nós. Se podemos fazer uma época histórica, tudo faremos por isso. Os nossos adeptos são magníficos, estão sempre presentes. Quando estamos num clube como o Benfica, temos de ser a personificação desse clube dentro de campo", concluiu Filipa Patão.  

27/04/2024  23:45

Benfica venceu o Braga por 3-1 e segura titularidade

Por José A. Carvalho / Twenty4news

No jogo a contar para a 31.ª jornada da Liga Betclic no passado sábado dia 27 de abril, o Benfica não perdoou e na segunda parte demonstrou que ainda está de pé e a segurar a titularidade até ao fim.

31.ª Jornada Liga Betclic - Benfica (3) - (1) Braga | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

Numa primeira parte intensa, os encarnados começaram confiantes e gradualmente foram criando oportunidades, a primeira por cabeceamento de Artur Cabral na direção certa mas a bater na trave. Logo de seguida, Di María testa o guardião Matheus de longe mas sem direção. A barreira do Braga parecia intransponível, mas os minhotos reagiram à pressão trocando a bola em movimentações rápidas e curtas, obrigando o Benfica a abrir o jogo e a soltar a sua linha de ataque permitindo ao Braga avançar no terreno e usar os seus laterais para os cruzamentos sobre a pequena área. Recuado, a equipa das águias tentou alinhar a sua defesa, mas aos 28`, Trubin não conseguiu evitar a inauguração do marcador por Ricardo Horta num cruzamento atrasado de Djaló pelo lado direito, o remate de primeira do capitão do Braga inaugurava o marcador (0-1).

Na segunda parte, os encarnados entraram vigorosos e mais agressivos no ataque, mas sempre atentos aos rápidos e individuais contra-ataques do Braga. O Benfica era agora uma equipa mais assertiva e coesa, nas suas transições e colocação de bola, a defesa do Braga teimava em não ceder mas “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” e assim foi...

Aos 70`, Roger Schmidt substituiu Rafa e Arthur Cabral por Marcos Leonardo e Kökcü que mudariam o jogo no minuto seguinte; Marcos Leonardo recupera a bola na sequência de um remate de João Mário  interceptado por Cher Ndour e marca de pé esquerdo o primeiro golo do Benfica (1-1). A equipa dos encarnados ganhou velocidade num contra-ataque, orientou a bússola, Kökcü serviu Di María que estava no lado esquerdo isolado que de cabeça levantada, localizou Neres desmarcado no segundo poste cruzando com o azimute perfeito para a cabeça do brasileiro que fez o (2-1).  

Os adeptos em uníssono, galvanizaram o estádio da Luz e estava escrito que o resultado não ficaria por aqui. O Braga, com um jogador a menos por expulsão de Victor Gomez com cartão vermelho, o Benfica chega ao (3-1) a 90`+5` do prolongamento por Marcos Leonardo que aproveitou uma bola solta e à meia-volta, finaliza mostrando que veio para ficar e ser o melhor entre os melhores.

“A vitória foi justa”, referiu Roger Schmidt : "O jogo foi difícil, começámos bem, criámos oportunidades, mas depois o Braga marcou e, no final de contas, tivemos dificuldades antes do intervalo em acelerar o ataque no momento certo. Depois do intervalo, pusemo-los sob pressão, mas tivemos de estar sempre atentos aos contra-ataques. Havia muitos jogadores rápidos, bons jogadores, também a nível individual, mas mostrámos intensidade, qualidade e paciência. No final, fizemos três golos de topo e é indiscutível que merecemos vencer o jogo. Investimos muito. Foi uma vitória de mentalidade e crença. Estou orgulhoso dos meus jogadores, era importante vencer hoje", concluiu o treinador. 

22/04/2024  10:00

Gyokeres marca 2 e Sporting vence o Vitória por 3-0 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

A equipa leonina, defrontou no passado domingo dia 21 de abril o Vitória de Guimarães a contar para a 30.ª Jornada da Liga Portugal Betclic num jogo difícil para o Vitorianos que aceitaram a derrota por 3-0, assumindo que poderiam ter sido mais competitivos e a admitirem que alguns pormenores foram mesmo subestimados.  

30.ª  Jornada Liga Portugal - Sporting vs Vitória SC | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

A equipa de Ruben Amorim, dominou completamente o jogo e Gyokeres regressou fortalecido depois de marcar dois golos e Pedro Gonçalves também a pontuar para a contagem final, colocando o Sporting mais próximo do Titulo. 

Os jogadores do Sporting foram amigos do tempo, com paciência e bem organizados nos duelos e nas preparações de jogo avançado, recuavam sem pressão para reorganizar o ataque obrigando a equipa do Vitória a um esforço suplementar sem qualquer resultado eficaz. A vitória começou a ser desenhada com jogadas pela ala esquerda criando espaços abertos que foram muito bem aproveitados  por Pedro Gonçalves aos (30`) a inaugurar o marcador por 1-0 e aos (45`+1) Gyokeres fez levantar o estádio com o regresso aos golos ao aproveitar uma tabela entre Daniel Bragança e Pedro Gonçalves, estava feito o 2-0 no final da primeira parte.

Na segunda parte, mais revigorado e motivado, o avançado sueco aos (49`) faz o 3-0 apenas esticando a perna e com um toque subtil aproveitou o passe de Trincão na pequena área colocando a bola dentro das redes de Bruno Varela. 

Ruben Amorim, ainda não é um treinador convencido que o campeonato está ganho: "Andámos aqui a dizer que éramos capazes de ganhar o campeonato, mudei o discurso e digo-lhes todos os dias que ainda podemos perder o campeonato. Sempre acreditámos que podemos ganhar, neste momento foco os jogadores que podemos perder. É para deixar a ansiedade positiva para levarmos os jogos muito a sério e percebermos que tudo é possível no futebol", afirmou o treinador do Sporting.

Para os adeptos, poucas já são as dúvidas, que levam a crer que os leões levantarão o troféu muito em breve e a festa será verde e branca com Alvalade a ser iluminada pelos “very lights”.  

21/04/2024  09:40

"SETÚBAL OPEN WATER RACE" leva emoção das águas abertas à Praia do Creiro

Por redação

O Setúbal Open Water Race, desafio de águas abertas organizado pela HMS Sports e Câmara Municipal de Setúbal, com o apoio da Federação Portuguesa de Natação, Lidl, Doublet e Mitsubishi, reuniu no passado dia 20 de abril de manhã, na Praia do Creiro, junto do Portinho da Arrábida, mais de 650 nadadores, que participaram nas provas de 750 metros, 1900 metros e 3800 metros.

Setúbal Open Water Race | Créditos: HMS / Paulo A. Lopes

Nos 1900 metros, triunfos de Mário Bonança e Liliana Alexandre, que somou a segunda vitória consecutiva, com os tempos de 25m50s e 27m07s, respetivamente; nos 750 metros, Justin Jovignot e Letícia Magalhães (repetiu o êxito do ano passado) revelaram-se os mais fortes com 10m19s e 12m04s, respetivamente. Por equipas, o Restaurante O Farol e AAs da Costa Azul conquistou o troféu nos 3800 metros e o Herdade do Perú e AAs da Costa Azul nos 1900 metros.

Resultados e diplomas estão disponíveis em www.setubalopenwaterrace.pt 

Fonte: HMS Sports

15/04/2024  16:40

Benfica vence o Moreirense por 3-0 e ainda acredita que é possível 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na 29.ª Jornada da Liga Betclic disputada no passado domingo dia 14 de abril, Kökçü aplaudido aos 18` foi o marcador do primeiro golo dos encarnados no regresso à primeira titularidade depois da entrevista polémica, o jogador não festejou o golo, o Moreirense ainda pediu falta de João Mário no inicio da jogada de transição que Tiago Aguiar treinador-adjunto do Moreirense considerou falta sobre Ofori, mas Hélder Carvalho assim não entendeu e considerou o lance legal e confirmou o 1-0.

Liga Portugal Betclic - Benfica vs Moreirense | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

A resposta do Moreirense foi imediata com transições bem executadas e alguns remates de perigo mas o Benfica controlava totalmente o jogo com vários avisos de Artur Cabral a querer tomar o gosto ao pé e aos (38`) teve espaço e de longe remata forte, Kewin Silva com uma excelente defesa  desvia a bola à barra recusando o empate. 

Perto do intervalo, o Benfica beneficia de um canto muito contestado pelo Moreirense, Neres cruza para a área e Tomás Araújo de cabeça obriga o guardião Kewin a mais uma grande defesa para a trave mas a sua barreira defensiva não consegue despachar a bola e Tomás Araújo no sitio certo remata de pé esquerdo e assina o 2-0 pelo Benfica aos (45`+1`). A ideia de poupar a equipa para o próxima jogo com o Marselha, deixava Schmidt satisfeito com as suas decisões, tudo corria de feição, o jovem argentino Rollheiser entra na segunda parte estreia-se a marcar aos (79`) por assistência de Tiago Gouveia e domina a bola com o peito, remata de pé esquerdo sem qualquer hipótese de defesa para Kewin Silva. Com o primeiro golo desde que joga na equipa das águias, o 3-0 era a consolidação perfeita de uma equipa vencedora que acredita e não atira a toalha ao chão, apesar da diferença de pontos no Campeonato.

No final da partida, Tiago Aguiar Treinador-adjunto do Moreirense em declarações apresentou alguns erros à arbitragem: “Há dois lances que nos tiram do jogo! No primeiro golo do Benfica, há falta sobre o Ofori. É preciso mostrar repetições. É um lance de transição e que condiciona." Sobre a desvantagem do marcador, disse: "A resposta foi excelente. Tivemos oportunidades para fazer golo, mas, depois, há outro erro claro, com um canto mal assinalado que resulta no segundo golo do Benfica. A segunda parte foi equilibrada, o Benfica fez o terceiro golo e tira-nos do jogo", concluiu.

De acordo com Roger Schmidt, para o campeonato está tudo em aberto: "Ainda acredito que [o título nacional] seja possível, mas não está apenas nas nossas mãos. É sempre difícil lidar com a situação. Seria mais fácil se soubéssemos que, vencendo os nossos jogos, seríamos campeões. Já não estamos nessa situação, mas ainda temos cinco jogos para jogar, o Sporting tem seis. Temos de acreditar e ganhar os nossos jogos. É o que estamos a fazer. Hoje [14 de abril], foi importante focarmo-nos neste jogo e ganhá-lo para pôr um bocado pressão nesta situação. Vamos dar tudo para ganhar o próximo jogo, e o seguinte. Vamos ver o que acontece. Ainda acreditamos que é possível. Se estão a ganhar tudo e se sagrarem campeões, merecem-no, é muito claro. Senão, nós temos de estar lá", concluiu.                   

15/04/2024  18:50

"LIDL Setúbal Triathlon" com triunfos de Miguel Tiago Silva e Ana Filipa Santos

Por Redação

A oitava edição do Lidl Setúbal Triathlon, evento organizado pela HMS Sports e Câmara Municipal de Setúbal, realizou-se no passado domingo dia 14 de abril, com vários recordes: mais de 1.250 de inscritos, 10% de senhoras inscritas e 16 nacionalidades representadas. O estreante Miguel Tiago Silva subiu ao pódio pela primeira vez, enquanto Ana Filipa Santos somou a quarta vitória na prova.

8.ª edição "Lidl Setúbal Triathlon" | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

Com 25 anos, o atleta do OutSystems Olímpico de Oeiras Miguel Tiago Silva participou no Lidl Setúbal Triathlon pela primeira vez e destacou-se desde o segmento inicial (1,9 km de natação), com quase dois minutos de vantagem na primeira transição. Nos 90 km de ciclismo, reforçou a liderança e consolidou o comando nos 21,1 km de corrida. Foi o primeiro atleta a cortar a meta com o tempo de 03h51m25s. Tal como em 2023, Márcio Neves (Quitério TriPeniche) foi segundo classificado com 04h02m00s e Luís Moleiro (Clube de Triatlo de Torres Novas) terceiro com 04h05m39s.

Em femininos, Ana Filipa Santos (Académica Triathlon) voltou a ser feliz no Lidl Setúbal Triathlon e juntou aos triunfos de 2018, 2019 e 2021 mais um êxito! Venceu com 04h40m36s. Na segunda posição ficou Esther Visser (Mind Triathlon) com 04h48m13s e Liliana Veríssimo (Sporting Clube de Espinho) subiu ao terceiro lugar do pódio, com 04h51m36s.     

Em estafetas, os Lidl Stars Mafalda Rosa, Ricardo Batista e Mariana Machado repetiram o êxito do ano passado, ao vencerem com 03h48m13s. Por equipas, a vitória sorriu aos atletas do OutSystems Olímpico de Oeiras. 

Todos os resultados aqui 

Fonte: HMS Sports

12/04/2024  09:50

Uma vitória curta para o Benfica e a quinta derrota para o Marselha

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa, o Marselha mantem a esperança antes de receber o Benfica no Vélodrome na próxima quinta-feira, depois de uma derrota com o Benfica tecnicamente mais justa com Rafa e Angel Di Maria a serem eficazes nas suas jogadas coletivas.

 Liga Europa - Benfica vs Marselha | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

O Benfica liderou o jogo durante a primeira parte, com Rafa a ser o autor do golo inaugural por 1-0 numa jogada com  Neres que combina com Tengstedt e este a servir o camisola 27, de primeira com a ponta da chuteira e à queima-roupa, coloca o esférico nas redes de Pau López.        

No segundo tempo, apesar do declínio no desempenho coletivo dos encarnados, num contra-ataque, Angel Di Maria assiste David Neres que de toque subtil para trás serve o mesmo que enche o pé esquerdo remata e engana López, estava feito o 2-0.

Com a vantagem no marcador sobre os gauleses, os jogadores do Benfica foram surpreendidos por Pierre-Emerick Aubameyang aos (67`) que finalmente permitiu aos franceses manter a esperança para o jogo da 2.ª mão na próxima quinta-feira em Marselha. Apesar de uma vitória curta, o Benfica deu um passo em frente ao vencer o Marelha por 2-1 com o estádio cheio para uma justa homenagem a Sven-Göran Eriksson, treinador do Benfica. 

Roger Schmidt, apesar de sentir que a vitória foi por uma margem mínima, sublinhou a sua importância para o próximo jogo com o Marselha: "É sempre importante vencer quando jogas primeiro em casa, mas claro que tens de ter uma performance de topo em dois jogos para alcançar a próxima ronda, é sempre assim. Fizemos um bom jogo, controlámo-lo de uma boa maneira, estivemos bem sem a bola. Os jogadores estiveram muito bem. Tivemos oportunidades para marcar o terceiro ou o quarto golo. Marcámos dois golos muito bons, com muitos passes e, no final, com bons remates dentro da área. Merecemos estar a vencer por 2-0 e também tivemos sempre momentos em que criámos oportunidades. Criámos um bom ritmo. Às vezes, descansámos um pouco com a posse de bola e, depois, no momento certo, acelerámos o jogo outra vez. Não demos muitas oportunidades ao adversário para marcar golos, quase nenhuma. Até ao golo, eles não tiveram realmente uma oportunidade para marcar. Faz parte do futebol, tens sempre de aceitar a história do jogo. Cometemos um erro, que os trouxe um pouco de volta ao jogo. Neste nível, às vezes, com um erro, és castigado. Infelizmente, o adversário mostrou que também tem muita qualidade individual, especialmente o Aubameyang, finalizou de uma maneira muito boa. Ainda assim, ganhámos o jogo. Claro que podíamos ter tido um resultado melhor, mas, no final, uma vitória é uma vitória e, agora, na 2.ª mão, temos de mostrar que merecemos ir à semifinal. Claro que será um jogo diferente na próxima semana, em Marselha, mas mostrámos outra vez que estamos numa boa situação e estamos entusiasmados por fazer outro bom jogo e qualificar-nos para as semifinais", concluiu.

11/04/2024  13:15

Hubert Hurkacz estreia-se e vence a edição de 2024 do Millennium Estoril Open

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Hurkacz, conquista o seu primeiro título no Estoril na maior competição de ténis em Portugal que terminou no passado domingo dia 7 de abril ao derrotar o espanhol Pedro Martínez na grande final por 6-3, 6-4.

Hubert Hurkacz, vencedor da edição Millennium Estoril  Open 2024 | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

O polaco durante toda a competição entregou-se de corpo e alma e o esforço foi compensado ao conquistar o seu oitavo Título do ATP, numa exibição que durou uma hora e 27 minutos e no final era um atleta satisfeito com a sua exibição: “Estou muito feliz com meu desempenho hoje”, disse Hurkacz. “Estou orgulhoso por ter encontrado o meu saque e isso definitivamente ajudou-me muito. Pedro é um grande competidor, uma batalha incrível. Eu precisava de jogar um ótimo tênis para competir com ele e felizmente consegui,” concluiu.

07/04/2024  03:45

Sporting dá um passo gigante rumo ao titulo

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Num jogo decidido no último minuto, a vitória que começou  a ser narrada com o golo do camisola 21, Geny Catamo ao minuto 1 da partida, numa jogada individual de pé esquerdo e o remate ao segundo poste com Trubin a ver passar o esférico para dentro das suas redes. Os adeptos do Sporting não poderiam desejar melhor para o inicio do jogo.

Liga Betclic - Sporting vs Benfica | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Os encarnados empataram muito perto do intervalo com um belo cabeceamento de Bah a antecipar-se a Mateus Reis jogador dos Leões  e estava feito o 1-1, razão suficiente para Roger Schmidt cerrar o punho direito a um golo importante para o Benfica.

Na segunda parte já em tempo de compensação, a emoção tomou conta do Estádio de Alvalade com Gatamo a repetir a proeza num golo de pé cheio fortissimo ao segundo poste sem dar qualquer hipótese ao guardião benfiquista. Assim como começou, terminava a partida com o 2-1 muito perto do final com o Sporting a receber o passaporte para a viagem final ao Titulo.  

Lágrimas de alegria, escorreram pelo rosto dos adeptos do Sporting que emocionados acreditam ter tudo para ganhar o campeonato, bem merecido com a vitória de hoje analisada pelo treinador Ruben Amorim na conferência de imprensa: “Quando o jogo é decidido no fim tem de existir alma. Estava um grande ambiente antes daquela bola parada. É uma vitória disso e de muita competência. Os golos foram marcados em fases importantes. Senti a equipa um pouco ansiosa com a bola, mas fomos melhores defensivamente e a condicionar o jogo do Benfica. Tivemos algumas saídas sem definição boa. O jogo foi dividido e num dérbi, por vezes, não jogamos tão bem. Fomos muito competentes. Podia ter caído para os dois lados, mas mesmo assim acho que foi uma vitória justa”, começou por dizer aos jornalistas no Auditório Artur Agostinho. Mais realista, explicou que os quatro pontos de vantagem que o emblema de Alvalade passa a ter “não são nada”.

“Um dia mau e voltamos a ficar a um ponto. Não me sinto nada campeão e os jogadores também não devem sentir. Amanhã estaremos na Academia a treinar para um jogo difícil. Simplesmente ganhámos, igualámos o confronto direto e temos a vantagem da diferença de golos. Não muda nada e estaremos preparados para o próximo jogo”, garantiu. “Penso sempre que o mais difícil ainda está para vir. Não temos a mão no título. Estamos mais perto, mas nada muda”, concluiu.

Roger Schmidt analisou as principais incidências do jogo que considerou equilibrado: "Foi um desafio duro, tal como na última terça-feira [dérbi da Taça de Portugal, na Luz], com um final melhor para o Sporting, e onde ambas as equipas mostraram qualidade e que queriam vencer. Foi outro jogo equilibrado. Ambas as equipas tiveram os seus momentos, ambas dominaram fases diferentes do jogo. Tivemos bons momentos, conseguimos dominar em algumas alturas, criar boas oportunidades para decidir a nosso favor, inclusivamente na segunda parte onde criámos duas boas chances para fazer o segundo golo, mas, tal como na terça-feira passada, hoje [sábado] foram os detalhes que decidiram. Já no final do jogo o Sporting conseguiu marcar, após um ressalto, na sequência de um canto. Tivemos os mesmos momentos várias vezes, mas eles encontraram o espaço para fazer o golo, e por isso venceram. A equipa mostrou que queria muito reentrar na corrida pelo conquista do Campeonato Nacional, era possível, mas no final o Sporting ganhou e temos de aceitar." 

Relativamente à conquista do titulo, disse: "Não diria que a luta pelo título terminou, mas obviamente que é muito difícil. O Sporting tem tudo nas mãos, tem mais um jogo para disputar [jogo em atraso] e, em caso de vitória, pode ficar com sete pontos de avanço, logo, é muito difícil, principalmente quando já só faltam seis jogos para jogar. Daí que hoje teria sido muito importante ganhar. O empate já não seria suficiente, mas a derrota torna tudo mais difícil", concluiu.

03/04/2024  22:30 

Créditos: Millennium Estoril Open

João Sousa despede-se e os portugueses agradecem

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Não interessa contas vezes ganhou mas o que fez para conseguir isso, na melhor das hipóteses, ele era igual a qualquer um. João Sousa, é um jogador (sim ainda é um jogador), que toca a bola com elegância, agilidade e velocidade e quase sempre encontra maneira de a recuperar, por isso e muito mais, em Portugal é o melhor e no mundo está entre os melhores saber mais 

02/04/2024  23:45

Sporting a caminho do Jamor

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Com o empate por 2-2 frente ao Benfica, os leões têm acesso ao Jamor para disputar a Taça de Portugal e apesar da boa exibição do Benfica o esforço não foi suficiente para a passagem à final da prova-rainha.

Um jogo impróprio para cardíacos, com os jogadores de ambas as equipas a criarem perigo nos ataques e contra-ataques, a vencerem e a perderem o esférico nos duelos e assim foi até à inauguração do marcador pelo Benfica aos 10` mas anulado por posição irregular de Rafa. O jogo continuou endiabrado, com os encarnados a pressionarem na troca constante de posições e marcações, focados no domínio da grande área do Sporting pelos avançados que aproveitavam a perda de bola pelos Leões e o primeiro aviso sério a surgir aos 15` com um picanso no esférico por Tengstedt sobre Israel a acertar na barra.

Taça de Portugal - 2.º mão | Benfica (2) - (2) Sporting | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Muitas foram as oportunidades durante a primeira parte, mas depois do intervalo Rúben Amorim, fez entrar em campo St. Juste, Matheus Reis e Geny Catamo que rápidamente deram uma nova dinâmica ao jogo com St. Juste a desmarcar Gyökeres, este a tocar para Hjulmand que na grande área não perdoa, remata e marca o 0-1, aos 47`. 

Sem demora, as águias marcam  o 1-1,  aos 52` na sequência de um canto com Otamendi a cabecear para o fundo das redes do guardião Israel. A euforia no Estádio da Luz acalmou com o 1-2, aos 55` por defesa incompleta de Trubin e Paulinho a aproveitar bem. 

O desespero, começou a tomar conta dos jogadores e as faltas foram surgindo, aqui e ali, mas o Benfica demonstrou ser resiliente e ao minuto 64`o Estádio da Luz ferveu de alegria com o 2-2 por Rafa que desde de o inicio foi demonstrando que era apenas uma questão de tempo e esse era precioso para os encarnados que estavam orientados para o desempate que nunca chegou a acontecer até ao final do apito do árbitro.

Apesar do afastamento do Benfica da final da Taça de Portugal, os adeptos consagraram a equipa com uma ovação de pé pela excelente exibição e espírito de corpo demonstrado durante o jogo e Roger Schmidt elogiou os jogadores: "Fizemos um jogo muito bom, um dos melhores jogos desde que estou aqui, e merecíamos ter vencido. A forma como jogámos futebol, ganhámos bolas, nos momentos de transição, na defesa e no ataque foram de nível de topo contra um adversário muito bom. Jogámos como uma equipa que queria chegar à final da Taça de Portugal. Desde o início, fomos capazes de criar muitas grandes oportunidades. Infelizmente, falhámos demasiadas. Marcar o primeiro golo teria sido uma grande ajuda. Tivemos momentos para marcar o primeiro golo, ou também o segundo e o terceiro golos, mas, no final, o Sporting marcou no primeiro remate na segunda parte. Depois, mostrámos muito boa mentalidade, nunca desistimos, acreditámos sempre em nós mesmos e fomos capazes de voltar ao jogo duas vezes e também tivemos chances de marcar o terceiro ou o quarto golo. Fizemos tudo o que podíamos para chegar à final, o futebol e a mentalidade que mostrámos foram de topo. No final, o que foi decisivo foi o Sporting ser mais eficaz do que nós no total, nos dois jogos, é por isso que estão na final. Também não tivemos sorte com as decisões do árbitro, nem na 1.ª mão, nem hoje [2 de abril]. Ainda assim, um grande respeito e elogio à nossa equipa, fizeram um grande jogo", concluiu o treinador.

01/04/2024  19:07

Dominic Thiem vence Maximilian Marterer e Nuno Borges salva match point

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Estoril, 01 de abril -  O austríaco obteve uma vitória suada por 6-1, 6-7(3), 6-4 sobre Maximilian Marterer para caminhar para a segunda fase do ATP 250 português saber mais  

Millennium Estoril Open - Dominic Thiem | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

31/03/2024  10:00

Millennium Estoril Open, inaugura os courts com a primeira ronda de qualificação

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Este sábado, o torneio arrancou com a disputa do “qualifying” entre os atletas que se juntarão aos 23 que tiveram entrada direta no quadro principal. A competição portuguesa conta com os primeiros cabeças de série Casper Ruud (8), Hubert Hurkacz (9) e Lorenzo Musetti (24) eliminados do Masters 1000 de Miami nos oitavos de final saber mais 

Millennium Estoril Open (1.ª ronda qualifying) | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

30/03/2024  03:15

 À quarta foi de vez, Benfica falha três penáltis e vence Chaves por 1 - 0

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na 27.ª jornada da Liga Beltic a vitória do Benfica sobre o Chaves por 1-0 foi tirada a ferros depois de três penáltis falhados, um por Di María aos (19`) e dois por Artur Cabral aos (31`); na marcação dos 11 metros atirou para a esquerda e o guardião Hugo, defende mas por decisão do VAR é batido de novo com Hugo a defender e a deixar os adeptos dos encarnados incrédulos.

Benfica vs Chaves | Créditos: José A. carvalho / Twenty4news

Numa noite chuvosa e turbulenta o Benfica pressionou nos duelos individuais, nas demarcações e jogadas pelos alas, chegando com facilidade à grande área do Chaves o que fazia antever o óbvio;    João Neves aos (68`) marca e inaugura o marcador com um cabeceamento na recepção da bola por passe perfeito de Di María.

O Chaves, tudo fazia para chegar à grande área da águias mas o registo manteve-se inalterado com o Benfica a receber em campo Marcos Leonardo, João Mário e Kökcü na tentativa de consolidar o resultado mas sem qualquer efeito até ao apito final de Hélder Malheiro.         

Com a vitória do Benfica, a soma de três pontos motivam a equipa e estão em sintonia com os objetivos do técnico do Benfica, Roger Schmidt que enalteceu o trabalho defensivo da equipa: "É a reta final da temporada a iniciar-se. Não sofremos golos mais uma vez, e nos três últimos jogos vencemos por 1-0, o que é sinal de qualidade. Se podemos ganhar por um golo, temos de defender muito bem. É evidente que temos de ser mais eficientes nas próximas semanas, mas acho que é claro que já mostrámos que podemos marcar mais golos com menos chances", no entanto assumiu que os jogadores em algumas jogadas não foram eficazes na sua concretização: "Cada vitória é importante. Foi um desafio especial, e fizemos um jogo de topo nos primeiros 80 metros, com pressão. Também a nossa linha de quatro defesas e os jogadores do meio-campo fizeram um grande jogo. Infelizmente, nos últimos 20 metros, falhámos um pouco em termos de eficiência, e na última decisão, de forma a criarmos mais oportunidades claras. Mesmo assim, tivemos muitas oportunidades claras, falhámos três penáltis e tivemos capacidade para vencer o desafio sem sofrer golos, o que é um sinal muito bom. Esteve 0-0 durante muito tempo, mas dominámos o jogo do primeiro ao último minuto. Por norma, vencemos estes jogos de forma clara, mas hoje foi especial. Estou muito satisfeito com o desempenho dos jogadores e com a atitude, no geral. Foi uma vitória importante para nós, e é menos um jogo." 

26/03/2024  18:10

Carby reforça parceria com “Vela Solidária”

Por Redação

- Acordo promove a inclusão de cidadãos com necessidades especiais.

- Programa das regatas de Vela Adaptada decorre até setembro.

A Carby, com o apoio da associação de solidariedade Coração JAP, voltou a associar-se ao projeto "Vela Solidária" que, sob a responsabilidade da associação Teia D'Impulsos, visa promover a inclusão de cidadãos com necessidades especiais, através da prática da Vela.

Firmado num protocolo com a duração de dois anos, esta colaboração prevê a realização de um conjunto de atividades até ao final de setembro.

É nesse contexto que terão lugar, no Algarve, oito regatas de Vela Adaptada. A primeira arranca já a 28 de março, entre Portimão e Lagos.

As provas realizar-se-ão em diversos palcos, ao longo da costa algarvia (Portimão, Vilamoura, Lagos ou Albufeira), estando também prevista uma Volta ao Algarve. O calendário* inclui, ainda, uma prova com 24 horas, que irá ligar Lagos e Palos de la Frontera, em Huelva, na vizinha Espanha.

Para além das regatas já agendadas, no dia 1 junho, Dia da Criança, está previsto um dia aberto com os barcos da Carby, onde os mais novos poderão usufruir de uma experiência de vela. 

A Carby, como patrocinadora oficial deste projeto, reforça assim o seu compromisso em apoiar iniciativas que promovam a integração de pessoas com deficiência física na prática deste desporto náutico e, por conseguinte, na comunidade.

Sobre a Carby | www.carby.pt 

Fundada em 2023, a Carby nasce da fusão do Grupo JAP e do Grupo Entreposto, duas instituições centenárias do sector da mobilidade, tanto em Portugal como no continente africano. Atualmente é representante oficial de 16 marcas do sector automóvel - Abarth, Audi, Citroën, Dacia, Fiat, Fuso, Hyundai, Jeep, Mitsubishi, Nissan, Opel, Peugeot, Renault, Seat, Škoda e Volkswagen – distribuídas por mais de 60 pontos de venda e assistência técnica, de Norte a Sul do país.

24/03/2024  17:30 

Jorge Martín, vence o MotoGP em Portugal com a maior assistência de sempre no AIA

Por José A. Carvalho / Twenty4news

De acordo com a organização, a presença do público nos quatro dias superou as expectativas sendo até à data a maior num evento motorizado em Portugal saber mais...

23/03/2024  17:34  

Maverick Viñales vence MotoGP de Portugal Sprint

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Maverick Viñales (Aprilia Racing) foi o digno vencedor da emocionante prova “Sprint” do Grande Prémio Tissot de Portugal seguido por Marc Márquez na sua Ducati (Gresini Racing MotoGP™) que alcançou brilhantemente a segunda posição depois de uma ultrapassagem em cima da curva cinco na última volta deixando Jorge Martin (Prima Pramac Racing) pasmado mas habituado à condução do espanhol que conduz muitas vezes em cima do limite saber mais... 

MotoGP "Sprint" Grande Prémio de Portuga | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news    

22/03/2024  15:35

MotoGP - M. Oliveira fora da Q2 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Nesta sexta-feira o dia foi intenso, com milhares de pessoas presentes no AIA, em Portimão, para assistirem à segunda etapa do Campeonato do Mundo de Moto GP assim como aos Campeonatos do Moto2, Moto3 e pela primeira vez em Portugal Moto E, competição elétrica do Mundial de motociclismo de velocidade que marca a abertura da nova temporada na categoria saber mais.  

MotoGP "Grande Prémio Tissot de Portugal" | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

21/03/2024  18:57

Portugal arranca hoje com o Moto GP “Grande Prémio Tissot”

Por José A. Carvalho / Twenty4news

A “montanha-russa”, nome atribuído pelos pilotos ao Autódromo Internacional do Algarve em Portimão, está pronto para receber os melhores do mundo na prova rainha do motociclismo saber mais

Moto GP "Grande Prémio Tissot de Portugal" | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

21/03/2024 15:45

Millennium Estoril Open com grandes novidades na sua 9.ª edição

Para além de um cartaz fantástico de jogadores, com dois Top 10 e alguns grandes nomes do ranking mundial saber mais   

9.ª edição Millennium Estoril Open | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

FUTEBOL FEMININO

20/03/2024  00:45

Lyon vence Benfica na 1.ª mão dos quartos de final da Champions League

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na passada terça-feira dia 19 de março o estádio da Luz, vibrou ao ver inaugurado o marcador por Andreia Faria jogadora do Benfica aos (43`) razão suficiente para motivar a equipa até ao intervalo.

UEFA Liga dos Campeões Feminina | Benfica vs Lyon | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news 

Para o Lyon, a entrada das águias em campo foi muito dinâmica e a velocidade de jogo deixou as francesas incrédulas na sua falta de eficiência ofensiva. Aos 7`surge o primeiro susto para as jogadoras do Lyon numa jogada iniciada por Francisca Nazareht, abre para Nycole Raysla na área servindo Andrea Falcón à chegada e de pé esquerdo remata forte para a defesa de Endler, com a bola a ser desviada ao poste esquerdo da guardiã francesa.  

Depois de uma primeira parte atípica para as jogadoras francesas, no segundo tempo o Lyon dominou o jogo conseguindo um empate aos (63`)  por Delphine Cascarino que recebe um cruzamento da ala direita de Ellie Carpenter desviado de calcanhar por Melchie Dumornay na direção de Cascarino que tocou com sucesso para dentro das redes do Benfica.

O Lyon mostrou a sua raça frente a um Benfica mais apagado na segunda parte e mostrou ser um equipa tecnicamente mais bem preparada virando por completo o jogo aos (79`) pela francesa Dabritz que já tinha raspado o poste e desta vez recebe um cruzamento certeiro de Horan de pé esquerdo que não perdoa e de cabeça marca levando o Lyon até final como vencedor da partida por 1-2. 

Para Filipa Patão, treinadora do Benfica, apesar da derrota o dever tinha sido cumprido: "Primeiro que tudo, foi um grande jogo de futebol. Fizemos jus àquilo que disse na conferência de Imprensa [de antevisão], que era sermos uma equipa competitiva. Fomos uma equipa competitiva. Faltou-nos na segunda parte manter a intensidade com que viemos para o intervalo. Nos primeiros dez minutos da segunda parte conseguimos estar no meio-campo do Lyon, mas houve um período de jogo em que perdemos a definição da pressão, acabámos por ficar desligadas dos momentos para dar passos à frente e começámos a descer demasiado o bloco. Aí, sabemos que o Lyon tem jogadoras que conseguem desequilibrar e que conseguem, facilmente, num cruzamento, colocar muitas jogadoras dentro da área, e nós não conseguimos dar os passos à frente necessários. As substituições, quando as fizemos, também foi para tentar refrescar muito e para conseguir dar esses passos, mas foi difícil. Foi numa fase do jogo em que já estávamos a perder, principalmente, discernimento e critério com a bola. Ainda assim, destaco a primeira parte que fizemos."  

17/03/2024  19:39

Brigid Kosgei e Dinkalem Ayele foram os dignos vencedores da EDP Meia Maratona de Lisboa

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Carlos Moia, Presidente do Maratona Clube de Portugal, é o grande dinamizador e responsável no conjunto das duas provas, com cerca de 27.000 participantes a animar as ruas de Lisboa. Os atletas de elite mundial, marcaram presença para bater mais um recorde do mundo mas as temperaturas altas não o permitiram.

33.ª edição  EDP Meia Maratona de Lisboa | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

A queniana Brigid Kosgei, a mulher mais rápida de sempre na maratona e medalha de prata nos Jogos Olímpicos “Tóquio’2020” nessa distância e vencedora de várias provas ao longo dos anos, este domingo foi feliz em mais um triunfo ao vencer a meia maratona com a marca de 01:05:51 e a ser recebida na reta da meta pelos seus filhos. Em segundo e terceiro lugar do pódio ficaram as etíopes Bosena Mulatie com a marca de 01:09:00 e Tigist Menigstu com 01:09:14. 

Na prova masculina, Dinkalem Ayele foi o vencedor da meia maratona com a marca de 01:00:36, seguido por Dominic Kiptarus, do Quénia com 01:00:40 e o alemão Amanal Petros a fechar o pódio com a marca de 01:00:56.     

Nesta 33.ª edição da Meia Maratona, Carlos Moia, realçou a qualidade dos atletas presentes na prova, o maior número de inscritos de 120 nacionalidades diferentes (apesar da alteração das datas) e mesmo assim 17 mil pessoas ficaram em lista de espera, numa prova absolutamente fantástica e deslumbrante que atravessa o rio Tejo pela famosa Ponte 25 de abril e serpenteia o mar, a paisagem é única e temperada com história, num país cada vez mais voltado para o desporto e atividade física, razões pelas quais, a EDP Meia Maratona de Lisboa é considerada uma das mais belas do mundo.

Hoje, mais do que nunca, é especialmente importante, tendo em vista a crescente popularidade das corridas de resistência, compreender as limitações ou desafios que os aspirantes a corredores podem enfrentar como fonte de motivação, para exercitarem a sua parte motora de forma a percepcionarem melhor a sua capacidade física. O desafio de correr uma meia maratona, é altamente estimulante e para muitos atletas, a oportunidade de testar as suas habilidades físicas e psicológicas.

De acordo com o mentor da prova da EDP Meia Maratona de Lisboa, Carlos Moia (Presidente do Maratona Clube de Portugal), o sucesso ao longo destes 33 anos tem por base a dedicação de todos os que acreditam nas potencialidades do atletismo e nos recursos que a cidade de Lisboa oferece aos seus visitantes, em tudo beneficiando Portugal no que concerne à projeção internacional.

Todos os resultados aqui 

15/03/2024  19:03

EDP Meia Maratona de Lisboa e Vodafone 10k enchem Ponte 25 de Abril

Por Redação

Um fim-de-semana esgotado com provas para todas as idades e distâncias

Decorreu esta manhã a Conferência de Imprensa de divulgação dos últimos pormenores do evento EDP Meia Maratona de Lisboa e das provas integradas no programa de fim de semana. Com inscrições esgotadas há mais de dois meses, os participantes, que serão 27.000 no total, voltam a encher a ponte de gente!

EDP Meia Maratona de Lisboa 2024 | Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

No pelotão popular volta a haver uma forte presença estrangeira, com mais de 120 nacionalidades representadas. No top-5 deste particular estão Espanha, França, Reino Unido, Itália e Alemanha. Na divisão por género, os dados concluem que 41% dos participantes são mulheres, o que representa uma forte evolução em relação aos 35% do ano passado.

Recorde-se que esta prova é detentora do recorde mundial masculino da distância (com o tempo 57.31 de Jacob Kiplimo em 2021) e que existe um bónus de 150 mil euros para a obtenção de novos recordes mundiais - tanto para homens como para mulheres – e o Maratona Clube de Portugal garantiu uma vez mais uma fortíssima presença de elite.

O grande destaque é a queniana Brigid Kosgei, antiga recordista mundial da maratona e atual 3.ª mais rápida da história (2:14:04), que terá como grandes adversárias seis atletas com marcas abaixo dos 68 minutos, nomeadamente as etíopes Bosena Mulatie (65.46) e Tigist Menigstu (66:20) e a queniana Betty Chepkemoi Kibet (66:37). Na mira de todas as atletas presentes estará o recorde do percurso de Almaz Ayana (65:30) e ainda o mundial, de Letesenbet Gidey (62:52). Nos homens estarão presentes 10 atletas com marcas abaixo da hora, com o queniano Abraham Kiptum (59:09) e o etíope Solomon Berihu (59:17) a serem os principais destaques, tal como o norte-americano Leonard Korir, que em Lisboa apontará ao recorde nacional de Ryan Hall (59:43).

Entre os atletas portugueses, estarão alguns dos mais fortes do momento, com especial destaque para Hélio Gomes (62:07) e Rui Pinto (62:16) no plano masculino e Susana Godinho (70:53), Solange Jesus (72:12) e Sara Moreira (69:18) no feminino.

A EDP Meia Maratona de Lisboa marca ainda o início de mais uma 'época' das SuperHalfs, o circuito das mais importantes meias maratonas da Europa. Este ano, mais de 4 mil corredores vão participar na prova portuguesa para continuar ou concluir o desafio de correr as 6 provas do circuito (Lisboa, Berlim, Praga, Copenhaga, Cardiff e Valência).

Carlos Moia, presidente do MCP, afirma: “Carlos Moia, presidente do MCP, enfatiza: “Este é um evento único na nossa luminosa capital. A EDP Meia Maratona de Lisboa forma uma ponte de gente que une margens, comunidades, energias, as pessoas! Celebramos a excelência atlética, mas também celebramos o poder do desporto. Estamos ansiosos para receber todos os participantes neste fim de semana incrível.”

Citações

Brigid Kosgei (Quénia)

"Quero agradecer aos organizadores por me terem convidado de novo. Estou muito feliz por estar aqui. Queria correr esta prova porque quero testar a minha velocidade para a Maratona de Londres em abril. Vim cá para ver como é que o meu corpo responde. Sinto-me bem, estou feliz e preparei-me bem. O percurso é muito rápido e espero correr bem no domingo. Se o tempo estiver bom, vou tentar bater o meu recorde pessoal na meia maratona."

Leonard Korir (Estados Unidos)

"Ouvi coisas muito boas sobre a corrida. Ouvi dizer que é muito rápida. Houve no passado atletas que correram muito rápido aqui, como o Jacob Kiplimo. Queria correr algo rápido [em vez de Nova Iorque] e disse a mim mesmo que tinha de vir cá. Ouvi falar bem da organização, disseram-me que é muito boa, o percurso é muito bom. Quero apenas ver se consigo fazer um tempo rápido, ver como o meu corpo reage antes de correr uma maratona no futuro."

Susana Godinho (PORTUGAL)

"Estive doente no início do ano, como se sabe. Estava com medo que não pudesse correr, mas consegui recuperar os treinos e espero no domingo bater o meu recorde pessoal."

12/03/2024  15:45

Brigid Kosgei, antiga recordista mundial da maratona, é a estrela do pelotão feminino da EDP Meia Maratona de Lisboa

Por Redação

O Maratona Clube de Portugal anuncia hoje o pelotão de elite feminino para a 33.ª edição da EDP Meia Maratona de Lisboa, com a presença da queniana Brigid Kosgei a ser a nota de maior destaque.

A atleta queniana, de 30 anos, antiga recordista mundial da maratona e atual 3.ª mais rápida da história (2:14:04), regressa à capital portuguesa pela quarta vez, depois de em 2022 ter sido 2.ª na EDP Meia Maratona de Lisboa, com 1:06:46.

Créditos: José A. Carvalho / Twenty4news

Além de Kosgei, no pelotão feminino entram ainda outros nomes de relevo, com seis atletas com marcas abaixo dos 68 minutos, nomeadamente as etíopes Bosena Mulatie (65.46) e Tigist Menigstu (66:20) e a queniana Betty Chepkemoi Kibet (66:37). Na mira de todas as atletas presentes estará o recorde do percurso de Almaz Ayana (65:30), mas haverá um bónus monetário de 150.000 euros para um eventual recorde mundial. A marca a bater é de 62:52, de Letesenbet Gidey.

No que a portuguesas diz respeito, estarão presentes algumas das mais fortes da atualidade, com especial destaque para Susana Godinho, recentemente apurada para a Maratona dos Jogos Olímpicos, e ainda Solange Jesus ou Sara Moreira.

Quanto ao pelotão masculino - que também corre pelo bónus de 150 mil euros de recorde do mundo -, estarão presentes 10 atletas com recordes pessoais abaixo da hora. O queniano Abraham Kiptum (59:09) e o etíope Solomon Berihu (59:17) são as figuras de destaque e aqueles que mais prometem correm rápido, mas há também outros três nomes capazes de marcas de relevo, como o etíope Dinkalem Ayele (59:30) e os quenianos Brian Kwemoi (59:37) e Bravin Kipkogei Kiptoo (59:37). Outro atleta abaixo da hora é Leonard Korir, que em Lisboa apontará ao recorde norte-americano de Ryan Hall (59:43).

Nota ainda para um bom nível de atletas europeus, com o norueguês Sondre Moen (59:48), o italiano Eyob Ghebrehiwet Faniel (60:07) e os alemães Amanal Petros (60:00) e Hendrik Pfeiffer (62:05).

Como habitual, a EDP Meia Maratona terá também forte presença portuguesa, com Hélio Gomes (62:07) e Rui Pinto (62:16) a serem os mais bem cotados.

Fonte: Maratona Clube de Portugal 

09/03/2024  04:39

Benfica e Rangers empatam por 2-2 e deixam eliminatória em aberto

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Estádio da Luz, 07 março - Numa noite imprópria para futebol, o jogo começou bem para o Rangers com Lawrence a oferecer aos 7`a vantagem no marcador por 0-1 com um cabeceamento brilhante obrigando as águias a reagir de imediato, criando pressão no meio campo da equipa visitante, com mais posse de bola, remates e acontece o lance esperado; Neres na jogada com Di María a rematar e o árbitro a marcar pontapé de canto. Chamado pelo VAR, o árbitro visionou o lance e apontou grande penalidade que Di María não perdoou de remate certeiro para o empate 1-1 aos 45`+2.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Com a motivação alta, as águias tudo faziam para alterar o marcador mas os Rangers impiedoso fazem o 1-2 aos 45`+5 por cruzamento de Fábio Silva para a linha de baliza e Dujon Sterling vindo de trás não perdoa e faz o 1-2, resultado ao intervalo.     

Na segunda parte, o Benfica era claramente uma equipa mais determinada em ser a digna vencedora, ao minuto 67 com Marcos Leonardo em campo por substituição de Artur Cabral, Di María marca um livre inclinado para a direita e Goldson a aliviar de cabeça para o fundo das redes da sua própria equipa, estava feito o 2-2.   

Trubin atento, negou o golo a Fabio Silva numa excelente defesa depois  de uma jogada de preparação de James Tavernier e Tom Lawrence. Para os jogadores do Benfica o resultado ficou aquém do desejado com a equipa da luz a ter mais posse de bola, mais oportunidades mais duelos ganhos; definitivamente assim terminava a noite com os Rangers a serem mais eficazes com menos esforço e determinação com os homens de Clement a conseguirem ver as fases restantes desta primeira mão com o jogo firmemente equilibrado para a segunda mão da próxima semana no Estádio de Ibrox.      

Em declarações, o treinador dos Rangers disse: “Espero um estádio cheio, um ambiente louco, é o que os nossos adeptos podem fazer e podem dar-nos poderes extra. O Benfica é uma equipa com muita qualidade, por isso precisamos de fazer um grande jogo para nos qualificarmos, mas com o apoio dos adeptos podemos fazer coisas incríveis.”

Roger Schmidt, o treinador do Benfica elogiou a sua equipa apesar do resultado final: "O futebol é simples. No final, o resultado baseia-se em golos. Jogámos bom futebol, a equipa deu tudo e claro que merecia vencer. Para este jogo, não foi um bom resultado, porque fomos muito melhores do que eles, tivemos muito mais chances, por isso este foi o pior resultado possível para esta história de jogo. Fizemos um jogo muito bom. Foi muito difícil, porque o adversário marcou dois golos com dois momentos, sempre em fases do jogo em que estávamos muito bem. Não foi fácil, mas, ainda assim, mostrámos bom futebol e criámos muitas chances. Estava 1-2 ao intervalo, mas fomos a melhor equipa e podíamos ter estado por cima na primeira parte. As duas partes foram boas. No final, temos de aceitar, é um 2-2. Agora, temos de vencer em Glasgow para sermos promovidos para os quartos de final. Claro que vai ser um jogo diferente, porque é no estádio deles, mas temos a confiança para fazer um bom jogo lá e vencer."

07/03/2024  03:15

Sporting vs Atalanta - melhor o resultado que a exibição

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Nesta quarta-feira, o estádio José Alvalade recebeu os italianos num jogo difícil para o Sporting frente ao Atalanta, um adversário forte e bem organizado que dificultou a saída dos leões do seu meio campo e quando era possível no confronto direto perdiam os duelos, com os seus opositores a mostrar superioridade. 

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Apesar de tudo, o Sporting teve bons momentos de futebol, um deles na inauguração do marcador por Paulinho aos 17`que finaliza fora da área com um remate forte e bem direcionado às redes do Atalanta.

O golo da Atalanta surge por desmarcação de Scamacca que finaliza do meio da área com um remate forte sem hipóteses para o guardião dos leões. O empate, surge aos 39` a pressão era muita sobre Israel mas esteve a altura das suas responsabilidades impedindo o pior.

Com a equipa do Sporting, a demonstrar algum cansaço e os italianos mais fortes fisicamente, está tudo em aberto com Ruben Amorim a mostrar confiança: “Não fizemos um grande jogo, mas levamos a eliminatória para a Itália. Esta equipa só precisa de frescura, sei que é difícil, mas não estou preocupado e estou confiante para a segunda mão”. Relativamente à analise do jogo, disse: “Entrámos bem, marcámos o golo, mas depois tivemos dificuldades para acompanhar o ritmo da Atalanta BC. Foram mais fortes nos duelos e nós devíamos ter sido melhores na construção e acho que nos faltou alguma dinâmica. A haver um vencedor seria a Atalanta BC, foram melhores do que nós hoje, mais frescos e mais fortes, criaram mais oportunidades e atiraram três bolas aos ferros. Nós tivemos uma [bola no poste], mas nunca estivemos a um nível alto, digamos assim. Tenho a certeza absoluta de que os jogadores estão a dar o máximo. Em Alvalade, tivemos uma primeira parte má e na segunda fomos claramente superiores. Em Itália, quem teve mais oportunidades e jogou melhor, na minha opinião, fomos nós. Nas bolas da Atalanta BC que hoje tivemos sorte e foram ao ferro, em Itália fomos nós a tê-las” afirmou concluindo.     

06/03/2024  00:28

Maratona Clube de Portugal anuncia bónus de 150 mil euros para novos recordes em Lisboa

Por Redação

Agendada para 17 de março, a EDP Meia Maratona de Lisboa continua a ser uma das principais e mais velozes corridas de longa distância do mundo e este ano vai voltar a premiar a obtenção de tempos rápidos com um aliciante prémio monetário. Por isso, como incentivo para a elite, o Maratona Clube de Portugal anuncia hoje um bónus de 150 mil euros para novos recordes mundiais na prova deste ano.

Foto MCP: Bónus Recorde do Mundo

Lisboa já é detentora da melhor marca masculina - 57:31 (Jacob Kiplimo, em 2021) - e agora, além de querer melhorar esse estratosférico registo, quer também acrescentar o feminino, que está por agora na posse da etíope Letesenbet Gidey, com os 1:02:52 de Valência, no mesmo ano.

Além do tempo de Kiplimo, Lisboa já foi palco no passado de outros recordes mundiais e europeus, como o mundial de Zersenay Tadese em 2010 ou o continental de Mo Farah em 2015.

Carlos Moia, presidente do Maratona Clube de Portugal (MCP) afirma que: “Este bónus de 150 mil euros para um eventual recorde mundial, tanto feminino como masculino, reflete o nosso compromisso inabalável em promover o talento e inspirar os atletas a alcançarem novos patamares de sucesso e superação. Vamos continuar a nossa tradição de reconhecer e recompensar a excelência. Lisboa, com toda a sua luz e boa energia, proporciona o cenário perfeito para momentos de grande conquista."

Fonte: MCP

01/03/2024  10:35

Sporting vence Benfica por 2-1

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Sporting, segue em vantagem para a segunda mão da meia- final da Taça de Portugal

Um jogo que demonstrou duas situações claras; do ponto de vista coletivo o Sporting foi durante a partida uma equipa mais bem trabalhada ao contrário do Benfica que apresentou um coletivo claramente inferior, quase que não existiu na primeira parte do jogo até ao intervalo. Relativamente à análise individual das equipas, as águias marcam um golo na segunda parte e o jogo muda porque o Sporting sentiu o que aconteceu na Luz e o que poderia ter acontecido também em Alvalade, ou seja, os encarnados com melhores individualidades, com mais opções de escolha poderiam até ao último minuto empatar e quem sabe até ganhar, mas no final, o Sporting foi uma justa equipa vencedora e segue sem uma vantagem decisiva para o jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, no próximo dia 3 de abril no Estádio da Luz.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Relativamente aos golos, aos 9`, Hjulmand na direita cruza e Pedro Gonçalves à primeira de cabeça, inaugurou o marcador dos Leões (1-0) ao segundo poste sem qualquer hipótese para Trubin. O Benfica, acusou o toque e o Sporting avançou a jogar como gosta, criando lances de muito perigo nas transições e a demonstrar um coletivo bem determinado e organizado.     

O Benfica sem qualquer resposta efetiva, em tempo de compensação na primeira parte, um canto direto de Di María, Otamendi a tentar pentear a bola mas Franco Israel  a afastar.  

Na segunda parte, o Benfica era uma equipa mais determinada mas sem qualquer efeito, Roger Schmidt a apostar no mesmo onze do jogo anterior com o Portimonense e em teimar a ser igual a si próprio sem fazer alterações. 

Aos 47`o arbitro Fábio Veríssimo, assinalou grande penalidade por queda de Marcus Edwards na área dos encarnados, anulado depois do visionamento  da repetição da jogada pelo VAR por fora de jogo a Gyökeres antes de simular o lance e a queda com Otamendi.

As águias, insistiam na procura do empate quando sofrem o 2-0 aos 54` por Gyökeres em lançamento isolado, remata forte para as redes de Trubin. Para os encarnados a hora era de jogarem forte e determinados no contra-ataque com o golo do Benfica a surgir aos 68` de Di María pela esquerda a cruzar para o centro da grande área e Aursnes de primeira a rematar para o 2-1.

Acordado de um sono profundo, o Benfica, com transições elegantes, Di María e Kökcü aos 71` num lance polémico e discutível a verem o segundo golo do Benfica anulado por Fábio Veríssimo na verificação do VAR, considerando Tengstedt em posição irregular por estar à frente do guarda-redes Franco Israel influenciando a jogada.

Até ao final da partida, o Sporting ainda viu um golo anulado a Nuno santos por situação irregular de Paulinho (fora de jogo), os Leões terminavam a partida como dignos vencedores da primeira mão da meia-final da Taça de Portugal.    

28/02/2024  03:15

As Navegadoras vencem a Coreia do Sul por 5-1 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

O último jogo de preparação da Seleção Feminina de Futebol no passado dia 27 de fevereiro, terminou com a cereja em cima do bolo numa grande goleada sobre a equipa da Coreia do Sul, reflexo da qualidade de jogo e preparação das jogadoras portuguesas nos grandes desafios que se advinham para a qualificação no Campeonato da Europa de 2025.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Joana Marchão, inaugurou o marcador aos 18` seguido de Telma Encarnação por assistência de Andreia Jacinto aos 37` e a queimar o tempo do intervalo, mais dois golos das navegadoras, por Andreia Faria e Jéssica Silva que depois de receber a bola de Andreia Jacinto, rematou forte de pé esquerdo sem qualquer hipótese de defesa para a guarda redes da Coreia do Sul. 

Com a vantagem de 4-0 ao intervalo, o estado de espírito das jogadoras portuguesas era sereno e determinado, aos 52` mais uma vez, Jéssica Silva de remate forte com o seu pé esquerdo faz o 5-0 até ao golo de honra das coreanas aos 80`. 

No final da partida, Jéssica Silva a melhor jogadora em campo sentia-se feliz:  "A verdade é que estou, acima de tudo, muito feliz pela exibição da equipa, acho que fizemos uma primeira parte excelente e a exibição foi de encontro ao que trabalhámos durante a semana. Sabemos que a Coreia do Sul é uma excelente equipa, fez algumas surpresas durante o último Mundial e quem está atento ao futebol feminino sabe-o. Portanto, hoje, e no jogo anterior, mostrámos que somos uma equipa bastante competente e que somos capazes de jogar contra qualquer seleção. É claro que ganhar os dois jogos nos dá confiança, mas, lá está, isto é um processo que não para e temos de continuar a trabalhar e continuar a assimilar os diferentes processos e sujeitas àquilo que o professor nos diz. Acho que todas saímos com muito boas sensações e muito felizes".

23/02/2024  23:22

Sporting empata por 1-1 frente ao Young Boys e segue para os oitavos da Liga Europa

Por José A.Carvalho / Twenty4news

Muitas foram as oportunidades do Sporting em vencer o jogo com o Young Boys mas David von Ballmoos foi o grande guardião da equipa suíça que negou por 5 vezes a vitória dos Leões e um penálti a Gyökeres.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

O Sporting inaugurou o marcador aos 13` com o toque de Trincão para Gyökeres que se liberta da marcação e solto desfere o golpe final com um potente remate ao ângulo das redes do guardião da equipa suiça. O momento era o ideal para não baixar a guarda atacando forte e rápido os suiços com o objetivo de continuar a série de vitórias acrescentando a 15.ª ao palmarés.

Apoiado pela velocidade de Marcus Edwards, a equipa subia facilmente no terreno pelas alas com a melhor oportunidade de vencer a surgir aos 55` por grande penalidade quando Trincão já na área é derrubado por Lustenberger. Gyökeres, posiciona-se e remata para o lado esquerdo, Ballmoos defende e Daniel Bragança na recarga remata mas o guarda-redes estava nos seus dias e recusa o golo.

Aos 83` era a vez dos suiços marcarem uma grande penalidade por castigo a Edwards de mão na bola ao remate de Ganvoula. Na marcação, Ganvoula bem colocado remata forte sem hipóteses para a defesa de Adán. Com o golo do YB aos 84`estava feito o empate até final do jogo.

Ao resultado final, Ruben Faria reagiu: “Não fico preocupado com o facto de os jogadores falharem porque não temos falhado muito. Portanto, não podemos fazer de um jogo aquilo que tem sido a época. Às vezes é uma parte, um golo, mas há dias assim. Temos é de ter, sim, um sentimento de frustração porque devíamos ter ganhado o jogo, devíamos ter mais uma vitória na Europa e eu acho que isso é sempre importante. Para mim é muito importante. Não aconteceu, mas não tenho muito a apontar aos jogadores, não houve um baixar de oportunidades, não houve um baixar de nível, nem de intensidade. Isso aconteceu tudo e acho mesmo que devíamos ter mais uma vitória na Europa e na época. Não aconteceu, mas demonstrámos nas duas mãos que fomos superiores e acho que isso ficou ainda mais claro neste segundo jogo”, começou por dizer o técnico Leonino, sublinhando: “Não temos fantasmas nenhuns [por causa da eficácia]. Ao Raków ganhámos por 2-1, mas não tivemos a sensação de termos jogado muito bem. Desta vez, jogámos muito bem e criámos muitas oportunidades e é com essa sensação que saímos. Fomos superiores ao adversário, passámos e a única ponta de frustração que existe é porque não ganhámos e devíamos ter ganhado.”

22/02/2024  02:30

Portuguesas vencem por 3-1 a equipa Chéquia

Por José A. Carvalho / Twenty4news

A Seleção A do futebol feminino na passada quarta-feira, num jogo de preparação para o Campeonato da Europa disputado no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, regressa ás vitórias frente à Republica Chéquia.

Fotos: José A. Carvalho / Tenty4news

Em apenas 5`de jogo, as portuguesas venciam as chéquias demonstrando eficácia nas duas situações, primeiro pela investida de  Ana Capeta aos 2´ e Carolina Mendes, aos 5`. Em jogadas ritmadas e em velocidade o resultado viria a mudar a favor das portuguesas ao 75` por Joana Marchão na sequência de um livre por falta com cartão amarelo a Pochmanová. Era o 3-0 para Portugal, os dados estavam lançados, a equipa portuguesa mais decisiva com pleno domínio de bola, fazia redopiar a equipa chéquia e controlava o jogo até ao golo de honra aos 83` da partida por defesa incompleta de Patrícia Morais num lance perigoso, seguido de um cruzamento do lado esquerdo de Svitková e concretizado por Khyrová.      

A equipa das Quinas, está mais perto da Qualificação do Euro de 2025, o treinador Francisco Neto estava satisfeito e orgulhoso com o desempenho das jogadoras: "Voltámos a competir depois de uma paragem longa, estou muito feliz com a capacidade das jogadoras em terem dado resposta. É sempre importante, no sentido em que as jogadoras jogaram no sábado e no domingo, e a capacidade que tiveram, recuperar fisicamente e depois conseguir dar resposta numa alteração de estrutura…não alterámos os princípios de jogo, mantivemo-los.” Sobre a primeira vitória para o apuramento, acrescentou: "Posso dizer-vos que foi tema na reunião antes do jogo. A República Checa era possivelmente das equipas que estão dentro do nosso lote, ali perto de nós no ranking. No confronto direto tínhamos, nos oito jogos na história de todo o futebol feminino português, zero vitórias, três golos marcados e 26 golos sofridos. Jogaremos agora contra a Coreia do Sul, uma equipa com uma abordagem diferente, mais técnica, com outro tipo de jogadoras". 

16/02/2024  17:35

Benfica sofre mas vence o Toulouse por 2-1 

Por José A. Carvalho / Twenty4news

O Benfica, com um excelente registo de vitórias no Estádio da Luz e a conquista do terceiro lugar na tabela do Grupo D da Liga dos Campeões, foi de longe a equipa mas bem prepara para vencer com alguma facilidade o Toulouse, uma equipa mais fraca tendo em consideração os resultados até à data. 

Em campo, a realidade foi bem diferente com os franceses a resistirem aos fracos ataques da equipa encarnada, com poucas soluções para inaugurar o marcador que só viria a acontecer ao fim de 68 minutos. Mais uma vez, foi Di María a marcar o primeiro golo na marcação de uma grande penalidade, depois da análise do VAR ter considerado o desvio da bola pela mão de Logan Costa resultante do canto marcado pelo argentino.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Di María, era o alvo constante dos franceses nas suas rápidas transições e cruzamentos para Arthur Cabral, Rafa e Otamendi mas sem qualquer efeito. Tudo mudaria aos 75`com o Toulouse a empatar depois do cruzamento de Suazoque, com a defesa do Benfica a não conseguir suster deixando a bola para o ala-direito Desler rematar de trivela em direção às redes de Trubin.

O tempo era escasso, os franceses sentiam que tudo seria possível apesar do mau momento que atravessam, mas ao Benfica não interessava o empate. A procura do golo tornou-se constante e ritmada com a equipa refrescada por alterações de Schmidt de Marcos Leonardo para o lugar de Arthur Cabral. Numa corrida contra o tempo, já em fase de compensação, Mawissa pisa Marcos Leonardo na área e o apito de grande penalidade faz Di María castigar os franceses com o triunfo por 2-1.

Apesar da vitória em cima do cronômetro, Roger Schmidt era um treinador satisfeito: "Estamos felizes por vencer. Foi um jogo difícil, precisámos de um pouco de tempo para encontrar a conexão certa ao jogo. Na primeira parte, podíamos ter feito melhor na intensidade com e sem a bola, na velocidade do jogo, na qualidade de passe, fazer tudo mais rápido. Ainda assim, logo na primeira parte, tivemos algumas chances muito boas para marcar. Se não marcares contra eles, e se tiverem muitos jogadores atrás da bola, à espera de contra-ataques – também mostraram a sua qualidade –, não é fácil, porque tens de arriscar mais, e eles estão sempre à espera dos seus momentos. Foi por isso que foi um jogo difícil. Foi isso que falámos [ao intervalo], para acelerar mais o jogo, com intensidade. Estivemos melhor na segunda parte, e foi por isso que pudemos criar mais chances. Marcámos, tentámos chegar a um bom resultado para a 2.ª mão. Cometemos um erro ao dar-lhes a chance para fazerem o 1-1, penso que foi a única chance que tiveram nos 90 minutos. Depois disso, o nosso objetivo era, no mínimo, vencer o jogo. A equipa mostrou boa mentalidade, tivemos de lutar até ao último segundo para marcar o segundo golo. Foram dois penáltis, mas foram claros. Jogámos melhor do que um 2-1 espelha, tivemos chances muito claras para marcar mais do que dois golos, mas, no final, estamos felizes por vencer este jogo difícil, é sempre bom na 1.ª mão." 

13/02/2024  15:00

Goleada histórica dos Leões em Alvalade

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na 21.ª jornada do Campeonato, a chuva de golos fez os leões vencerem o Braga por 5-0, num domingo que ficará registado para sempre na memória dos adeptos do Sporting que unidos na bancada e no relvado viveram em euforia os momentos mais marcantes do jogo.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Com golos de Trincão, Eduardo Quaresma, Gyokeres, Daniel Bragança e Nuno Santos, o Sporting mostrou a sua raça com 26 vitórias em 33 jogos. Com 92 golos apontados é hoje uma equipa entroncada,  bem estruturada e com um caminho a percorrer mais consolidado.   

Sobre o jogo, o técnico dos leões expressou a sua opinião: "Na primeira parte foi um jogo muito dividido, o relvado não ajudou nem uma nem outra equipa. Na primeira oportunidade fizemos um golo. Depois, com uma grande jogada do Quaresma fizemos o segundo golo. O Sp. Braga metia muitos jogadores na construção. Com uma vantagem de 2-0 não estávamos a pressionar muito bem. O Sp. Braga esteve muito bem nos primeiros 20 minutos da segunda parte. Fizemos golos nos momentos-chave e o Sp. Braga foi caindo. O resultado não espelha o que se passou no jogo, foi muito parecido ao que se passou na Taça da Liga. Um resultado muito pesado para o que o Braga fez", sublinhou Rúben Amorim.

12/02/2024  15:30

Morreu Kelvin Kiptum, recordista mundial da maratona

Por Redação

Kelvin Kiptum era o recordista mundial da maratona. Viu a marca de 2.00.35 horas conseguida na maratona de Chicago de 2023 ratificada pela World Athetics há cinco dias. Morreu no passado domingo, perto de Kaptagat, no Quénia, na sequência de um acidente de viação, que também vitimou o seu técnico, o ruandês Garvais Hakizaman.

Fotos: DR & MCP

O atleta, que faleceu aos 24 anos, estreou-se nos 21k na EDP Meia Maratona de Lisboa em 2019, iniciando assim a sua memorável jornada, onde demonstrou o seu talento excecional ao conquistar o 5º lugar com um impressionante tempo de 59:54. Foi o início de uma carreira curta, mas repleta de sucesso.

Carlos Moia, presidente do MCP, comentou a notícia: "É com profunda tristeza que recebemos a notícia do falecimento do recordista do mundo da Maratona. A sua presença em Lisboa como estreante na Meia Maratona de 2019 foi marcada não apenas pela sua notável performance, mas também pela sua humildade e paixão pela modalidade. Sua ausência deixa um vazio na comunidade desportiva. A sua memória e legado continuarão a inspirar corredores em todo o mundo. Os nossos pensamentos estão com a sua família neste momento de profunda perda."


William Ruto, Presidente do Quénia recordou o atleta na rede social X (antigo Twitter): "Kelvin Kiptum era uma estrela. Possivelmente um dos melhores desportistas do mundo que rompeu barreiras para conseguir um recorde na maratona." 


Os quenianos em choque, choram a partida final do seu ídolo.


"Kiptum era o nosso futuro. Um atleta extraordinário deixou uma marca extraordinária no mundo. Os nossos pensamentos estão com a família e a fraternidade desportiva. Que descanse em paz", acrescentou William Ruto.

08/02/2024  13:20

Maratona Clube de Portugal e Hyundai Portugal criam parceria 

Por Redação

"Hyundai Meia Maratona" passa a ser a nova designação dos 21k com partida na Ponte Vasco da Gama em outubro, reforçando desta forma a parceria de vários anos que já mantem com o Maratona Clube de Portugal.

A Hyundai, que já era a marca automóvel oficial do evento, assume desta forma maior destaque, passando a ser também naming sponsor da prova que no próximo ano será realizada a 6 de outubro - em simultâneo com a EDP Maratona de Lisboa, ambas com meta na Praça do Comércio.

 Ao longo das suas 23 edições, a Meia Maratona da Ponte Vasco da Gama já impactou 120 mil atletas, tendo registado nos últimos anos um franco crescimento. Esta associação à Hyundai Portugal acelera a fase de promoção da próxima edição, cujas inscrições já se encontram abertas. 

Carlos Moia (presidente do Maratona Clube de Portugal) assume a satisfação pelo papel mais relevante da marca de automóveis sul-coreana, destacando a importância dos sponsors na promoção de um estilo de vida saudável: “Temos de continuar a crescer em provas de estrada, temos de continuar a trazer e a convencer os portugueses a participar, a fazer exercício! Por isso, e por tudo o que tem dado ao desenvolvimento da modalidade é justo destacar o papel da Hyundai nas nossas provas. É com grande satisfação que vejo a Hyundai ganhar mais destaque na meia maratona de outubro, sinal do reconhecimento de uma organização cada vez mais exigente e que tem mudado a vida dos portugueses. Seguimos juntos, com a Hyundai, para inverter os números do sedentarismo!”

Paulo Ferreira (diretor de Comunicação e Relações Públicas da Hyundai Portugal, destaca o compromisso contínuo da Hyundai com o running e a mobilidade do futuro: “A nossa ligação ao running é já bastante longa. E esta é, sem dúvida, uma parceria completamente integrada com a marca Hyundai, sobretudo porque esta é uma modalidade onde as pessoas se tentam superar, ir mais longe, tal como nós, que somos muito mais do que uma marca automóvel. Estamos focados na mobilidade do futuro de acordo com a visão da marca: ‘Progresso pela Humanidade’, cujo objetivo passa por tornar o mundo num lugar melhor para as gerações futuras, nomeadamente, através da aposta em soluções de mobilidade sustentável e na promoção de um estilo de vida saudável”.

Além do naming sponsor da Meia Maratona de outubro, a Hyundai assume também o nome da prova de 7 quilómetros que decorre na véspera da EDP Meia Maratona de Lisboa (no mês de março). Esta corrida, marcada para sábado (dia 16) realiza-se num percurso ideal para os atletas fazerem um último treino antes da prova principal, com partida no Estádio Nacional e meta em frente ao Mosteiro dos Jerónimos.

A sinergia entre a Meia Maratona da Ponte Vasco da Gama e a Hyundai Portugal cria uma aliança única, unindo a celebração da saúde e bem-estar promovida pelo evento desportivo à visão vanguardista da Hyundai na mobilidade sustentável. A presença da Hyundai no território do running, alicerçada na filosofia “Run to Progress”, promove a democratização do acesso ao desporto e de um estilo de vida ativo e saudável, valorizando a determinação e resiliência dos participantes, valores nos quais a marca se revê. Esta junção do dinamismo da competição desportiva e da inovação ecológica da Hyundai sublinha a importância de perseguir metas pessoais de superação e contribuir, simultaneamente, para as gerações futuras.

Fonte: MCP

Fotos: MCP

04/02/2024  11:45

Benfica vence o Gil Vicente e assume a liderança isolada do campeonato

hPor José A. Carvalho / Twenty4news

O Benfica venceu o Gil Vicente por (3-0) numa exibição estruturada no jogo da 20.ª jornada da Liga Beltic com golos de Arthur Cabral, João Neves e Rafa no seu sétimo triunfo da temporada com mais uma excelente exibição de Arthur Cabral nos primeiros 45` da partida a demonstrar que está, mais solto e a ganhar o seu próprio espaço Ver mais... 

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

19/01/2024  23:59

Benfica vence Boavista por 2-0 e Di María é o homem do jogo

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Não foi uma exibição de grande realce apesar de ter sido o quinto jogo consecutivo do Benfica a vencer com uma primeira parte sem golos e só aos 61`é inaugurado o marcador por Di María e o brasileiro Marcos Leonardo a fechar a contagem aos 94`+ 4`. 

O Benfica entrou bem, a pressionar o Boavista e a segurar os jogadores no seu meio-campo sem dar espaços, permitindo maior liberdade e variação de jogo que Rafa soube aproveitar logo aos 12`, fazendo chegar o esférico a Morato que cruzou para a pequena área. João Mário oportuno, desvia para defesa do guardião do Boavista que faz a bola ganhar velocidade com Artur Cabral a reagir ao segundo poste sem concluir de forma eficaz a jogada Ver mais... 

Foto: José A. Carvalho / Twenty4news

18/01/2024  00:38

DAKAR  - as emoções da 10.ª etapa

Por Redação

Route: AlUla > AlUla - Liaison 241km and Special 371km

Faltando apenas três etapas para o início da quarta-feira, houve muitos desafios no circuito ao redor do acampamento AlUla da Etapa 10, com a principal preocupação para os competidores em quatro rodas - evitar furos. O brasileiro Lucas Moraes foi o melhor colocado entre os desafiantes ao pódio do Ultimate, no 12º lugar, o francês Sébastien Loeb reduziu a vantagem do líder Carlos Sainz por sete minutos, apesar das complicações na troca de rodas. Loeb, que está apenas 13m22s atrás do espanhol com duas etapas restantes, disse: "Tivemos dois furos. [Para trocar as rodas] tivemos que escalar entre as pedras para encontrar uma maneira de poder levantar um pneu traseiro. Acho que perdemos cerca de 15 minutos para isso." Ver mais... 

Foto by Red Bull / Dakar 2024

13/01/2024  18:30

Empate súbito do Amora no último minuto por 1-1

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Na 16.ª Jornada da Liga 3, para continuar a sonhar com o apuramento da segunda fase, o Amora FC só necessitava de vencer o jogo frente ao Atlético que, na terceira posição confortável tentou a todo o custo alcançar mais uma vitória, ficando-se pelo empate. 

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Com o jogo inicial equilibrado, o Amora teve várias ocasiões de poder marcar, a primeira aos 10` por Bruno Figueiredo que rematou forte para a defesa de Nélson Pinhão, logo a seguir Vasco Sousa desmarca-se isolado por passe de Miguel Silva e remata para a defesa do guardião do Atlético.         

Várias oportunidades criadas pela equipa visitante, teimavam em não sortir efeito; aos 19` João Costa de cabeça atira por cima da barra e Balotelli em várias ocasiões muito perto do golo mas a baliza bem guardada pela trave e por Ruben Rendeiro guardião do Amora, a não permitirem. 

Aos 66´ o Amora inaugura o marcador por Vasco Sousa, com um remate certeiro de resposta ao cruzamento de Miguel Silva, motivou a equipa a acreditar que seria possível vencer o Atlético apesar da insistência da grande ofensiva dos jogadores da equipa visitante. Com o foco no empate e até aos minutos finais, o inesperado aconteceu: ao minuto 95` a formação de Tiago Zorro fura a defesa do Amora num livre direto, marcado com mestria por Tiago Morgado que assinala e garante o empate, permitindo ao Atlético seguir no terceiro lugar com 27 pontos e ao Amora ficar-se pela oitava posição com 17 pontos.

08/01/2024  19:20

DAKAR - desafios, triunfos e histórias   

Por Redação

A rivalidade do Dakar e a irmandade dos reis do deserto Carlos Sainz e Nasser Al-Attiyah.

Fotos by Red Bull

Enquanto a 46ª edição do Rally Dakar ganha vida, dois titãs do deserto, Carlos Sainz e Nasser Al-Attiyah, sentam-se para o segundo episódio de 'In The Dust', oferecendo uma rara passagem pela sua história, intensa competição e camaradagem duradoura.

“Somos bons amigos há muito tempo”, diz Carlos. “Fomos companheiros de equipe na Volkswagen e lutamos pelos títulos do Dakar muitas e muitas vezes”.

Nasser partilha abertamente a sua admiração por Carlos, recordando: "Conhecemo-nos no Rally Dakar em 2006. Mas, vi sempre Carlos na televisão. Vi-o correr durante muito tempo, desde os seus dias no Campeonato do Mundo de Ralis com a Toyota, onde ele ganhou o título do campeonato mundial, mesmo antes de saber o que era o rali."

O seu sonho de correr ao lado da lenda espanhola tornou-se realidade em 2010, quando uniram forças como companheiros de equipa da Volkswagen. A união inicial, marcou o início de uma rivalidade que culminou numa finalização de roer as unhas, com apenas 2 minutos e 12 segundos separando Carlos e Nasser.

“Eu não tinha nada a perder”, admite Nasser. "Pensei: 'Se eu vencer o meu ídolo, isso seria algo extremo. E se eu não vencê-lo, não haverá problema porque terminarei em segundo'".

Carlos, garantiu o título do Dakar naquele ano e, estimulado por uma competição genuína, Nasser decidiu superar a sua inspiração no ano seguinte, comentando com humor: "Continuei a dizer a mim mesmo...tenho um objetivo, preciso vencê-lo.' Mas corrermos juntos, foi realmente incrível. Ele fez o meu nível subir muito. Em 2010, terminei em segundo atrás dele, mas em 2011 venci."

Refletindo sobre a relação única que tiveram durante o Dakar, o catariano continua: “Nos divertimos muito durante a corrida e às vezes brigávamos, perguntando uns aos outros o que aconteceu, onde nos perderíamos e quantos furos tivemos. Isso é algo que não se encontra em nenhum outro desporto, nem mesmo na Fórmula 1.”

Carlos, faz eco deste sentimento de respeito mútuo e fraternidade entre os pilotos: "Quando terminamos a etapa e vemos todos os tempos, sabemos o que os outros estão a fazer. E quando se luta pelo título do Dakar durante tantos anos como os nossos, é preciso respeitar os nossos oponentes - sabemos quanto esforço, risco e quanto tudo investimos naquela corrida. Então, quando vimos que o outro é mais rápido, é preciso respeitá-lo."

Apesar da sua vasta experiência em corridas, Carlos reconhece a importância da aprendizagem contínua e a sua dedicação a ela. Lições valiosas sobre como ser um piloto melhor não decorrem apenas dos seus próprios erros do passado; eles também vêm da observação dos outros: "Aprendi com todos. Aprendemos sempre com gente boa, e eu respeito muito o que eles fizeram. Reconhecemos o risco que corremos, o que estamos a fazer, tento sempre aprender com os melhores."

“..e mesmo assim estamos aprendendo!”, acrescenta Nasser.

Depois de 20 anos de ralis Dakar para Nasser e 18 para Carlos, só podemos perguntar o que leva estes dois gigantes a continuarem a voltar.

“Adoramos o Dakar”, diz Nasser. "O que é isso, Carlos? Ele não achava que iria gostar, mas nunca se aposentou. E eu perguntei várias vezes. Eu disse: 'Agora pare, pare agora!'"

As risadas enchem o estúdio e logo depois Carlos reconhece a alegria da corrida. “No final das contas, estamos aqui porque nos divertimos. Se isso não fosse verdade, eu não estaria aqui na minha idade”, finaliza.

No segundo episódio de 'In The Dust' , Carlos Sainz e Nasser Al-Attiyah demonstram que no reino de competição feroz do Dakar, a inspiração não consiste apenas em seguir, mas também em superar, e que o companheirismo genuíno pode não só existir, mas também prosperar.

Fonte: Red Bull

07/01/2024  16:40

Benfica B imparável, vence Belenenses por 2-1

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Dominante durante todo o jogo a equipa do Benfica B venceu por 2-1 o Belenenses no passado dia 6 de janeiro e segue no campeonato sem uma derrota.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

A 16.ª jornada da Liga 2 foi apoiada no Benfica Campus pelo público avermelhado que não faltou à chamada do seu clube para ver jogar a sua equipa orientada por Nélson Veríssimo. Aos 31`é inaugurado o marcador na sequência da marcação de um livre por Nuno Félix que acerta na trave e ressalta nas pernas do guardião do Belenenses Guilherme Oliveira, antes de sair pela linha de fundo.

Com a defesa bem murada, a equipa B do Benfica não deu chances à ofensiva do Belenenses com o único lance de perigo a surgir da cabeça de Chima Akas sem efeitos de maior aos 43`.      

No segundo tempo, o Benfica B mais fresco e determinado, não deu descanso à equipa azul com o melhor a surgir aos 58`pelo cruzamento de João Tomé do lado direito que Gerson Sousa amortece para uma defesa defeituosa de Guilherme Oliveira, que Pedro Santos não perdoa na recarga de cabeça, mergulha para o segundo tento da partida ao fazer o 2-0.

Já perto do final, Tiago Manso arrisca um remate de longe que o guardião do Benfica B não bloqueia e deixa escapar o esférico que Ricardo Matos do Belenense recebe e não perdoa, rematando para o resultado final de 2-1.    

No final do jogo o treinador Nélson Veríssimo, confidenciou: “Tivemos uma boa tarde de futebol, com uma moldura humana que veio ver o jogo a contribuir muito para o que assistimos no campo. Os nossos adeptos, os adeptos do Belenenses, é neste ambiente que gostamos de jogar. Dar os parabéns à equipa pelo jogo muito competente que fizemos. Os jogadores fizeram um bom jogo, com uma entrada boa, muito tempo de posse de bola no meio-campo ofensivo, a jogar para a frente, que é aquilo que pretendemos, e fomos construindo o resultado. O nosso objetivo era ganhar e não sofrer nenhum golo, o golo que nós sofremos na parte final não pode manchar em nada a exibição que fizemos."

Nuno Félix (médio do Benfica B) foi o Homem do Jogo e era um jogador feliz: "É uma sensação muito boa receber este prémio, quer dizer que fizemos, e fiz, bem o trabalho, mas, acima de tudo, chegámos finalmente à vitória. Temos vindo a trabalhar para isso, temos feito bons jogos, só faltava mesmo a vitória e, neste jogo, conseguimos. É isto que o Benfica é, sempre a tentar controlar o jogo e a fazer tudo para ganhar, e vamos continuar assim até ao final do Campeonato."

05/01/2024  22:321

Rei Eusébio, dez anos de saudades! 

Por José A. Carvalho / Twenty4news 

Recordamos hoje Eusébio da Silva Ferreira, que nos deixou aos 71 anos de idade e para todos viveu e viverá sempre na nossa memória, o Homem, o Jogador, o Amigo e Colega que humildemente, soube ser quem foi em todos os momentos da sua vida.

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

De bola no pé, de mão estendida e com a voz sentida, Eusébio será sempre o exemplo, o mito em todas as Nações, que choram no dia de hoje pela partida do sempre eterno “Pantera Negra”. O “The King” como muitos o chamam, foi um conquistador de feitos gloriosos em campo, generoso e solidário com quem de si se aproximava, um exemplo de profissionalismo e determinação para as novas gerações.

Eusébio foi e será sempre um representante, um embaixador de Portugal e dos portugueses, o maior símbolo do desporto ao serviço do futebol num grande clube que sempre amou e tantas vitórias ofereceu, chamado "Benfica". Hoje também humildemente, os benfiquistas, os portugueses e os Homens de todo o Mundo, recordam ouvindo e vendo um pouco da vida e história de Eusébio da Silva Ferreira.

31/12/2023  15:22

Isaac Nader e Solange Jesus, são os grandes vencedores da 16.ª Lidl São Silvestre de Lisboa

Por António S. Campos / Twenty4news

Numa organização da HMS Sports, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC, realizou-se ontem, dia 30 de dezembro, em Lisboa, a 16.ª edição da Lidl São Silvestre de Lisboa com a participação de 12.000 atletas. 

16.ª edição Lidl S. Silvestre de Lisboa | Fotos: José A. Carvalho/Twenty4news

Numa noite amena para a época e num excelente ambiente natalício, com a Avenida da Liberdade iluminada onde tudo começou e acabou, os atletas percorreram, uns com espírito competitivo, outros por diversão, os 10 Km da prova nas avenidas de Lisboa. A pouca chuva, antes do início da prova apenas prejudicou o estado do piso tornando-o escorregadio, principalmente nos troços de paralelo, conforme atestaram alguns atletas no final da prova.  

A elite feminina partiu às 21:26:17, ou seja, 03`:43``(tempo correspondente à diferença entre o tempo do primeiro atleta masculino e o da primeira atleta  a cortar a meta em 2022) antes da elite masculina que foi dada às 21:30 e de forma faseada, partiram os restantes atletas.

Isaac Nader do Sport Lisboa e Benfica, foi o primeiro atleta a cortar a meta com o tempo de 29`:10`` sagrando-se campeão da prova e contribuindo para a oitava vitória masculina na competição “Homens vs Mulheres”, fixando o resultado em 8-6. Miguel Moreira, também do Sport Lisboa e Benfica e Miguel Marques do Sporting Clube de Portugal ficaram, respetivamente em 2º e 3º lugar com os tempos de 29`: 26`` e  29`: 27``.

Em femininos e a competir pela primeira vez nesta prova a grande vencedora foi a maratonista Solange Jesus do Sporting Clube de Braga com o tempo de 34`:10``. Maria Tomé do Clube Natação de Torres Novas foi a segunda classificada com 34`:18`` e Carla Martinho do Recreio Desportivo de Águeda a terceira, com a 34`:42``.

No final da prova, à pergunta se a missão foi cumprida, Isaac Nader respondeu: “Sim, em 2021 tinha sido terceiro classificado. Fiz uma corrida um pouco diferente de hoje. Hoje, fui sempre na frente e o objetivo era ganhar. Os portugueses têm nível, podemos correr mais rápido e acho que podemos trabalhar cada vez mais para estar nos grandes palcos, fazer resultados diferentes e esse é que é o objetivo de todos.”

Ao pedido para Solange Jesus proferir algumas palavras sobre a prova, referiu: “Sim, eu parti muito rápido que era exatamente para tentar a “guerra dos sexos”. Foi uma prova um bocadinho difícil embora seja bastante rápida mas a chuva que caiu antes da prova fez com que o percurso ficasse um pouco escorregadio e naquela zona da calçada torna-se mais difícil, mas eu dei o meu melhor mas infelizmente não ganhei a “guerra dos sexos” mas estou muito feliz com esta vitória.” Há pergunta se era mais difícil correr 10 km ou correr mais devagar mas também rápido uma maratona, respondeu: “As duas distâncias são muito especiais, sou suspeita porque eu gosto muito do processo da maratona, mas as São Silvestre como provas mais curtas, também têm de fazer parte do nosso calendário...gosto das várias distâncias.”

A HMS Sports e a CML estão de parabéns pelo sucesso que proporcionaram à cidade de Lisboa, aos lisboetas e turistas de todo o mundo que marcaram presença numa noite tão agradável. 

30/12/2023  01:42

BENFICA vence na Luz e pressiona rivais

Por António S. Campos / Twenty4news

Na derradeira jornada de futebol, a 15.ª da época 2023/2024 da Liga Portugal, o Benfica 2º classificado a um ponto do Sporting, com a pressão do FC do Porto, o 3º, a 2 pontos, defrontou no dia 29 de dezembro passado, no estádio da Luz, o Famalicão, 7º classificado.

Cátia Luís e Victória Ribeiro / SL Benfica

Roger Schmidt, não pôde contar com seis jogadores do seu plantel. Otamendi por castigo, Alexander Bah, Bernard e David Neres e Tangstedt por lesão e Ángel Di María. Em relação a este atleta, face aos vários jogos que jogou pelo Benfica como também pela seleção do seu país bem como o calendário apertado que se avizinha o treinador decidiu deixá-lo ir de férias, para descansar e poder contar com ele na melhor forma para os jogos vindouros. Assim, aos onze que normalmente são utilizados e em substituição dos ausentes, Roger Schmidt fez entrar Tiago Araújo, Artur Cabral e Tiago Oliveira.

O jogo iniciou-se numa toada normal sendo de destacar a predominância, como esperado, da equipa encarnada a jogar em casa, que, aos 5 minutos poderia ter inaugurado o resultado não fora a displicência de Rafa que, com a baliza aberta atira para fora. O Famalicão, foi reagindo com lances perigosos para a baliza do Benfica e com bom futebol, fazendo crer que tudo estava em aberto. Porém, aos 31`, após assistência de Rafa, Arthur Cabral sem grande dificuldade faz o primeiro golo da partida. A partir daí quando tudo parecia fácil para o Benfica, o Famalicão surge com uma postura ofensiva que, em várias ocasiões fez tremer a baliza do Benfica, com o poste a rechaçar a bola e Trubin a negar o golo aos famalicenses. Até aos 85 minutos, tudo era possível, porém, Rafa Silva, após assistência de Petar Musa que entretanto entrara (aos 70 minutos) faz o segundo golo e tudo ficaria esclarecido. Era uma questão de gerir o resultado até aos 90 minutos mas entretanto e com um Famalicão a contra pé, Rafa retribui o gesto de Musa e faz uma assistência proporcionando-lhe fazer o terceiro golo.

O Benfica, com mais posse de bola (57%) foi um justo vencedor e Rafa eleito o melhor jogador do desafio.

Na opinião de Roger Schmidt, "uma vitória merecida, mas também trabalho árduo, foi o jogo que esperávamos, já tinha sido difícil jogar contra o Famalicão no jogo da Taça de Portugal. Tivemos de fazer jogos muito difíceis nas últimas três semanas e fomos capazes de vencer, é um bom sinal." 

O treinador do Benfica está otimista, "a situação é muito boa, sabemos que temos de trabalhar muito arduamente nos próximos meses para atingir os nossos objetivos, queremos ganhar mais títulos. Os jogadores e os adeptos dão o seu melhor. Se nos mantivermos juntos, os próximos meses podem ser muito positivos para o Benfica."

Com este resultado, o Benfica é líder provisório da Liga e fica a aguardar o resultado do jogo Portimonense X Sporting CP que se realiza, hoje, dia 30 de dezembro às 20.30h no Estádio Municipal do Portimonense. O Sporting, terá de vencer para superar a diferença de dois pontos para o Benfica e assim passar a líder no início de 2024.

21/12/2023  18:20

16ª edição da Lidl São Silvestre de Lisboa

Por José A. Carvalho / Twenty4news

A conferência de imprensa de apresentação da 16ª edição da Lidl São Silvestre de Lisboa realizou-se hoje, dia 21, na Sala de Exposições da Câmara Municipal de Lisboa com a presença do Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. Ângelo Pereira; presidente da EGEAC, Dr. Pedro Moreira; responsável de Marketing do Lidl Portugal, Isabel Rocha; presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Prof. Jorge Vieira; director-geral da HMS Sports, Hugo Sousa, e os atletas de elite Samuel Barata, Ricardo Batista, Solange Jesus e Melanie Santos.

Neste momento, e a pouco mais de uma semana para o grande dia, a 16ª edição da Lidl São Silvestre de Lisboa ultrapassou a marca dos 11.000 inscritos e as inscrições continuam abertas no sítio oficial: saosilvestredelisboa.com. Com a organização da HMS Sports, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC, a iniciativa já igualou o recorde do ano passado de 38% senhoras inscritas e superou, em termos de nacionalidades, as 49 de 2022. Neste momento, temos atletas de 61 nacionalidades representadas, dos cinco continentes!

De acordo com a autarquia, será com toda a certeza uma grande corrida e uma grande festa que faz parte do calendário obrigatório da cidade de Lisboa, dos lisboetas e de todos os apaixonados pelas provas de atletismo que se encontram e reencontram todos os anos entre amigos e familiares.

Nas palavras do Presidente da Federação de Atletismo Prof. Jorge Vieira: "O atletismo é a modalidade n.º 1 no mundo e em Portugal, porque não há outra modalidade que ponha em prática ativa tanta gente e as S. Silvestre são provas de grande prestigio, especialmente a de Lisboa que é realizada num palco singular, noturno e com toda a beleza que a Avenida da Liberdade iluminada oferece, é de facto um cartão de visita da cidade."     

19/12/2023  17:27

Sporting, assume Liderança numa vitória justa

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Apesar de Ruben Amorim não valorizar a Liderança isolada do Sporting no Campeonato, depois de vencer o clássico frente ao Porto por 2 - 0, o facto é que a equipa esteve muito bem, venceu e convenceu. Foi uma vitória justa com festa em Alvalade. Os adeptos dos leões, estavam rendidos à qualidade do coletivo e em especial à do grande avançado Gyokeres que marcou o primeiro golo aos 11 minutos em velocidade por passe de Matheus que aguentou bem a pressão de Pepe e finaliza colocando o esférico bem junto do poste. Gyokeres estava imparável, nove minutos depois é feito o segundo golo com inicio em Catamo que lança o sueco em profundidade à direita e assiste Pote que desvia a bola diretamente para dentro das redes de Diogo Costa.

O Sporting jogou de forma muito mais intensa e agressiva nos duelos, a ganhar com insistência as bolas e ressaltos, em futebol jogado foi claramente superior ao Porto, poderia até ter ganho com uma margem superior, se não fosse anulado um golo (fantástico) que parte de Quaresma e o cruzamento para Gyokeres.  

Sérgio Conceição, nitidamente inconformado com o resultado do jogo e à expulsão de Pepe, disse: “Eu senti mesmo, que com 10 jogadores  entravamos com alguma facilidade dentro daquilo que era a equipa do Sporting, mesmo com 10 jogadores criamos dificuldades. Acho que de todos os anos (é a minha convicção) que defronto o Sporting, hoje, de onze para onze iríamos criar grandes dificuldades ao Sporting, não tenho dúvida disso.” Relativamente à expulsão de Pepe, o treinador do Porto responde: “A expulsão de Pepe é correta, Matheus estava a sangrar."

À reação de Sérgio Conceição, Ruben Amorim ironicamente, reagiu: “As pessoas estão contentes e o Sérgio Conceição depois de perder, já falar é bom...por isso não vou comentar as palavras dele porque já sabemos que quando perde é explosivo, por isso não faço comentários.”  

A 14.ª Jornada do Campeonato termina, com alegria e motivação em Alvalade e o Sporting a assumir a liderança com 34 pontos, mais um que o Benfica e 3 que o Porto.   

15/12/2023  14:29

Sporting imparável, vence  por 3-0 o Sturm Graz

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Com o segundo lugar assegurado, o Sporting mostrou a sua raça ao vencer com determinação esta quinta-feira no estádio de Alvalade por 3-0 o Sturm Graz, na última jornada do Grupo D da Liga Europa. 

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

Gyökeres com a pontaria afinada marca o primeiro golo aos 39`e Gonçalo Inácio aos 60`e 70` estabelecem o triunfo em vésperas de jogar o clássico de segunda-feira frente ao Porto. Com sete alterações no plantel depois do jogo com o Vitória SC, os leões jogaram quanto basta, confiantes e de forma sensata, mas essa atitude não será suficiente e desejável que seja repetida no próximo jogo da 14.ª Jornada da Liga Portugal.

São poucas as considerações a fazer numa equipa que foi claramente superior nos 90`de jogo, no entanto surpreendeu com o onze inicial tendo em consideração que a um dia a menos de descanso relativamente ao Porto, é utilizada uma frente de ataque rica (em milhões) e de alto nível quando comparada com outras equipas portuguesa, que nos deixa incrédulos, sem saber qual a estratégia especifica seguida por Ruben Amorim num jogo deste nível, tendo em consideração as suas palavras: “Foi uma fase de grupo onde conseguimos o apuramento tranquilamente e a tempo de o fazer, não sofremos golos, controlamos muito bem a profundidade e o Sturm não teve grandes ocasiões num jogo que foi difícil em certos momentos ter a fluidez desejada, porque juntamos muitos jogadores que não têm jogado tanto e as ligações tornam-se mais difíceis, mas os jogadores estão de parabéns”, referiu Ruben Amorim. 

14/12/2023  01:23

Benfica renovado, continua nas competições europeias 

Por José Carvalho / Twenty4news

Depois da vitória sobre o Salzburgo por 1-3 Di María, Tomás Araújo, Trubin e Arthur Cabral estavam felizes e com o sentimento de dever cumprido com a prestação da equipa do Benfica.

Fotos: Victória Ribeiro / SL Benfica

Roger Schmidt, o homem menos aclamado, dá tributos à equipa pelo objetivo alcançado: “Precisámos de muita paciência e mentalidade, acreditamos até ao fim...merecemos marcar e estar na Liga Europa. A nossa ambição é sempre grande.” 

A felicidade do coletivo era patente... Arthur Cabral o autor do golo que permitiu a passagem do Benfica à Liga Europa, enaltece a força e a alegria do golo apontado: “Estávamos muito focados em entrar e conseguir o nosso objetivo. Fomos felizes e conseguimos. Dedico este golo aos adeptos, apoiaram-me muito desde que cheguei. Sou muito feliz por vestir esta camisola. Aproveito o momento para pedir desculpas outra vez. Foi uma coisa muito atípica e arrependo-me muito. Aproveito para agradecer todo o apoio que sempre tive aqui, de todos os jogadores nos momentos mais difíceis, da equipa técnica, da Direção... Vamos trabalhar muito para dar alegrias aos adeptos."

Fonte: SL Benfica

07/12/2023  12:07

Maratona Clube de Portugal e Centro Cultural de Belém anunciam parceria especial

Por Redação

Lisboa, 5 de dezembro de 2023 - O "Maratona Clube de Portugal" (MCP) e o "Centro Cultural de Belém" (CCB) anunciam hoje uma parceria especial, no âmbito da 33ª edição da EDP Meia Maratona de Lisboa, que se realiza a 17 de março 2024.

O CCB, que já tinha uma estreita ligação à prova, por ser o local onde os atletas inscritos levantam os kits de participação, passa, agora, a ser o parceiro cultural oficial das corridas integradas no programa oficial do evento.

Foto: José A. Carvalho / Twenty4news

Uma parceria que garante no imediato benefícios para todos os participantes. Durante os dias da SportExpo, os inscritos terão entrada gratuita no MAC/CCB, tendo assim a oportunidade de ter um contacto direto com obras de artistas icónicos como Pablo Picasso, Salvador Dalí, Marcel Duchamp, Piet Mondrian, Joan Miró, Max Ernst, Vieira da Silva, Francis Bacon, Andy Warhol, Donald Judd, Bruce Nauman, Cindy Sherman ou Paula Rego. 

 

O CCB é um espaço cultural muito relevante e de enorme prestígio. Passar a ser nosso parceiro cultural eleva o evento, realça Carlos Moia, presidente do Maratona Clube de Portugal, acrescentando ainda a satisfação de poder proporcionar a todos os inscritos a possibilidade de poder visitar uma coleção única que reúne num mesmo espaço tantos artistas que deixaram uma marca única na história. Trata-se de uma parceria que complementa aquilo que a prova oferecia até aqui.  Lisboa é uma cidade histórica e a sua cultura pode e deve ser promovida. É disso que se trata e o que esta nova parceria nos traz”.

 

Por seu lado, a Diretora de Comunicação e Marketing do CCB, Catarina Figueira refere que É com muito gosto que o CCB se associa ao Maratona Clube de Portugal numa iniciativa vibrante para a cidade de Lisboa, e para a zona de Belém em particular, da qual esperamos que a associação entre o desporto e a cultura saia reforçada. Os muitos milhares de participantes desta importante prova terão oportunidade de ter um contacto mais profundo com a oferta performativa do CCB e do novo Museu de Arte Contemporânea, relação que queremos que perdure no tempo e que seja intensa, regular, apaixonada”.

 

A EDP Meia Maratona de Lisboa é a corrida mais participada do país e afirma-se como um evento que vai muito além da promoção do desporto e de um lifestyle saudável. Junta anualmente milhares de participantes, entre eles profissionais e amadores, portugueses e estrageiros, pessoas de todas as faixas etárias e de todos os estratos sociais. Em 2024 abraça este novo objetivo de ser também “veículo” de promoção do emblemático Museu de Arte Contemporânea junto de milhares de atletas e acompanhantes.

 

Refira-se que, em 2023, juntando os participantes da Meia Maratona com os da prova Vodafone 10K, participaram no evento mais de 35 mil corredores, que tiveram a oportunidade única de começar a sua prova na Ponte 25 de Abril. Entre os inscritos praticamente 10 mil foram estrangeiros, oriundos de quase cem países diferentes. Com um ambiente inigualável, os participantes podem caminhar ou correr ao seu ritmo, desfrutando da paisagem única e deslumbrante da capital de Portugal.

Com a transmissão em direto pela RTP1 e RTP Internacional, numa emissão contínua, as imagens de Lisboa chegam a mais de 200 milhões de telespectadores em todo o mundo.


Sobre o Centro Cultural de Belém


Com 30 anos de atividade, o Centro Cultural de Belém é um espaço de criação e difusão da cultura nas suas múltiplas vertentes, do teatro à dança, da música clássica ao jazz, da ópera à literatura, passando pelo cinema e arquitetura. Apresenta uma programação intensa e regular construída com artistas e projetos nacionais e estrangeiros, dirigida a todos os públicos. Fazem parte do CCB o Centro de Congressos e Reuniões, ideal para a realização de todo o tipo de eventos institucionais, empresariais ou comerciais, e o novo Museu de Arte Contemporânea MAC/CCB, onde reside a maior coleção de arte contemporânea do país.


Sobre a EDP Meia Maratona de Lisboa


A EDP Meia Maratona de Lisboa é um evento desportivo de grande prestígio nacional e internacional que terá lugar no dia 17 de março 2024, naquela que será a sua 33ª edição. Este evento de running tem como ex-libris a passagem da Ponte 25 de Abril a pé e é a prova mais popular de Portugal. Atualmente é a detentora do recorde do mundo da distância, em masculinos, com a vitória do atleta ugandês Jacob Kiplimo, com o tempo 57.31, em 2021.

Fonte: MCP

04/12/2023  21:11

"Cascais Corrida de Natal" by Liberty Seguros apoia desporto inclusivo com prova de 5 km

Por Redação

A terceira edição da Cascais Corrida de Natal by Liberty Seguros, organizada pela HMS Sports em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, brilhou com 2.500 atletas na corrida e caminhada de 5 km realizada na tarde do primeiro dia de dezembro, na vila de Cascais. Pedro Afonso Gaspar e Sofia Sousa venceram a prova e foram ainda atribuídos os 10.000€ em bolsas para três projetos inovadores e integradores que fomentam o desporto inclusivo.

Fotos: HMS Sports | Paulo A. Lopes e Gil Peraboa

JUNTOS PELA INCLUSÃO | PROJETOS VENCEDORES


Equipar e capacitar para melhor formar (Cadeiras de rodas desportivas de basquetebol), do Grupo Desportivo Deficientes de Alcoitão, TotalGym (Ginástica para Todos), do Clube A4, e Rodas em Movimento: Inovação e Inclusão no Andebol em Cadeira de Rodas, da Invictus Viseu

- Associação Desportiva, Recreativa e Cultural, foram os projetos finalistas.

Após a votação que decorreu entre 8 de novembro e 1 de dezembro, feita exclusivamente pelos inscritos da Cascais Corrida de Natal by Liberty Seguros, foram atribuídas as bolsas de 5.000€, 3.000€ e 2.000€ em função do número de votos que cada projeto recebeu. Os resultados foram conhecidos no final do evento:

Bolsa 5.000€ / Projeto O | Equipar e capacitar para melhor formar (Cadeiras de rodas desportivas de basquetebol), do Grupo Desportivo Deficientes de Alcoitão | 50% dos votos Projeto: Aquisição de cadeiras de rodas desportivas para atletas sub23 para a formação e integração na modalidade.

Bolsa 3.000€ / Projeto E | TotalGym (Ginástica para Todos), do Clube A4 de Santa Maria da Feira | 29% dos votos Projeto: Aquisição de equipamentos, recursos humanos e transportes para treinos e atuações em grupo.

Bolsa 2.000€ / Projeto L | Rodas em Movimento: Inovação e Inclusão no Andebol em Cadeira de Rodas, da Invictus Viseu - Associação Desportiva, Recreativa e Cultural | 21% dos votos Projeto: Aquisição de materiais para a renovação das cadeiras de rodas para a prática de andebol em cadeira de rodas.

Cada entidade irá agora dar seguimento ao respetivo projeto e tem até março de 2024 para concretizar os seus objetivos. O processo será acompanhado e divulgado na página oficial da prova: cascais.corridadenatal.pt e nas redes sociais da prova (Facebook e Instagram).

Ao todo, a organização recebeu 15 candidaturas: Sport Club Conimbricense, 3 C’S – Associação Cultural, Desportiva e Recreativa, Sporting para Todos, APCAS - Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal, Clube A4, Clube de Futebol de Sassoeiros, Basket Clube de Gaia, EDUPA: Educação - Plena - Associação para o Desenvolvimento Pessoal, APCL - Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, The Bodysurf School – Descanso Radical Associação, Associação Jorge Pina, INVICTUS VISEU - Associação Desportiva, Recreativa e Cultural, TEIA D'IMPULSOS - Associação Social, Cultural e Desportiva (dois projetos) e Grupo Desportivo de Deficientes de Alcoitão.

Os projetos foram avaliados por um júri composto por elementos da HMS Sports Consulting, da Câmara Municipal de Cascais e da Liberty Seguros. Os três projetos finalistas foram anunciados a 8 de novembro.

ANIMAÇÃO NA VILA DE CASCAIS

A corrida/caminhada de 5 km contou com o recorde de 2.500 inscritos, dos quais 52% foram senhoras e 42 nacionalidades, como por exemplo África do Sul, Argentina, Colômbia, Chile, Hong Kong, Perú, Tailândia e Ucrânia.

O pódio foi dominado pelos atletas do OutSystems Olímpico de Oeiras. Pedro Afonso Gaspar foi o mais rápido ao cumprir os 5 km em 15m42s, seguindo-se André Dias (15m54s) e André Jorge (16m07s). Em femininos, Sofia Sousa (19m21s) repetiu o triunfo do ano passado; Sara Pereira (19m48s) e Inês Fernandes (20m04s) ficaram nas segunda e terceira posições. Os resultados completos podem ser consultados em: cascais.corridadenatal.pt

Fonte: HMS Sports

04/12/2023  20:54

12 atletas da Associação de Patinagem de Setúbal, marcam presença no “Inter-Regiões" de Patinagem Artísticas

Por Redação

Este fim-de-semana, nos dias 9 e 10 de dezembro, o Pavilhão Multiusos de Odivelas será palco do “Inter-Regiões 2023; em Patinagem Artística. O evento é uma iniciativa da Federação de Patinagem de Portugal, organizado pela Associação de Patinagem de Lisboa e pela Academia Patinagem de Odivelas, com o apoio da Câmara Municipal de Odivelas.

A Associação de Patinagem do Setúbal estará presente neste importante torneio com uma comitiva de 12 atletas, de diversos clubes da região, nomeadamente o Clube Patinagem Artística da Charneca de Caparica, Associação Académica de Patinagem de Portugal Rollersky, Artwheels - Clube de Patinagem do Sul, Hóquei Clube Patinagem de Grândola e Clube Pessoal da Siderurgia Nacional.

Maria Sepúlveda, Madalena Magalhães, Carolina Gomes, Constança Pica, Joana Lourenço, Luz Paiva, Mariana Costa, Teresa Raposeiro, Madalena Martins, Beatriz Santos, Catarina Pereira, Lara Mateus são as atletas da APS presentes no Inter-Regiões 2023 e que vão competir nos escalões de Benjamin, Infantil, Iniciado, Cadete, Juvenil, Júnior e Sénior. 

Além de representantes da APS, o torneio vai reunir talentosos atletas do Alentejo e Algarve, Aveiro, Coimbra, Lisboa, Leiria, Madeira, Minho, Porto, Ribatejo e São Miguel. O “Inter-Regiões 2023" vai contar com mais de uma centena de atletas que vão dar vida a um espetáculo de destreza e elegância, prometendo cativar a atenção de mais de um milhar de espectadores.

“O Inter-Regiões 2023 é uma oportunidade única para os amantes da patinagem artística testemunharem o talento excecional destes jovens atletas, enquanto celebram o espírito desportivo e a dedicação ao desporto”, afirma Luís Nascimento, presidente da Associação de Patinagem de Lisboa. “Temos seleções de todo o país, e convidamos todos os apaixonados pela patinagem artística a juntarem-se a nós neste fim-de-semana emocionante. A entrada é gratuita, e a presença de todos será fundamental para apoiar e inspirar estes talentosos patinadores”, reforça Luís Nascimento.

Fonte: Associação de Patinagem de Lisboa / Comunicação e Imagem

29/11/2013 23:45

Benfica empata, numa noite de mil emoções!

Por José A. Carvalho / Twenty4news

O Benfica recebeu o Inter de Milão na Luz, à procura dos primeiros pontos na quinta jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, a equipa entrou com toda a energia e chegou à vantagem após cinco minutos do início da partida, com António Silva a colocar a bola na área e Tengstedt a tocar para João Mário que de pé esquerdo e com toda a calma introduziu a bola na baliza do Inter, no entanto o árbitro assinalou imediatamente o fora de jogo e foram instantes de indecisão até as imagens serem revistas pelo VAR que determinou a validade do golo Ver mais... 

Foto: José A. Carvalho / Twenty4news

28/11/2023  17:35

Benfica, Tricampeã nacional de corta-mato longo!

Equipa do Benfica celebra o 25.º título nacional de corta-mato longo / Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica 

Por Redação

Lisboa, 26 de novembro - Equipa masculina de atletismo do Benfica dominou a prova de fio a pavio, com Etson Barros a conquistar o título nacional individual.

A equipa masculina de atletismo do Benfica sagrou-se tricampeã nacional de corta-mato longo, na centésima edição do Campeonato Nacional da especialidade, que se disputou neste domingo, 26 de novembro, na Quinta Maria Pires, em Amora. Foi o 25.º título nacional das águias!

Em representação das águias, o queniano Edward Zakayo venceu a corrida masculina (26m30s), enquanto Etson Barros, que terminou a prova em 3.º lugar (26m55s) e com o estatuto de melhor atleta português, conquistou os títulos nacionais individuais de Absolutos e Sub-23 num pódio totalmente pintado a encarnado: André Pereira (4.º lugar, com 26m56s) e Duarte Gomes (5.º lugar, com 26m59s) arrecadaram as medalhas de prata e bronze, respetivamente.

Além de Edward Zakayo, Etson Barros, André Pereira e Duarte Gomes, mais seis benfiquistas conseguiram terminar no top 20 da prova: Miguel Moreira (8.º classificado), Alexandre Figueiredo (9.º), Luís Oliveira (12.º), Pedro Amaro (17.º), João Amaro (18.º) e Simão Bastos (20.º).

Paulo Rosário (55.º), Miguel Arraiolos (64.º), Diogo Tomé (114.º) e José Pinto (132.º) foram os outros integrantes da equipa do Benfica, que terminou com 13 pontos – contra os 33 do Sporting e os 78 do Braga – para subir ao degrau mais alto do pódio.

Fonte: SL Benfica

27/11/2023  00:57

SPORTING MAIS CONFIANTE, VENCE DÉRBI POR 1 - 3

Fotos: José A. Carvalho / Tenty4news

Por José A. Carvalho / Twenty4news 

O Sporting vence por 3 a 1 no Benfica Campus e fica a dois pontos do Benfica que está na liderança do Campeonato, num jogo equilibrado que começou logo nos primeiros minutos com as leoas a inaugurarem o marcador decorridos 58 segundos, através de um canto batido pelo lado direito por Fátima Dutra e Diana Silva a antecipar-se a  Andreia Norton, ao cabecear o esférico para o fundo das redes da guardiã  do Benfica Lena Pauels.

Com o primeiro golo marcado, o Sporting ganhou mais confiança e pressionou as águias que ficaram inertes à construção de jogadas com a equipa leonina a jogar confiante e a criar lances que dariam resultados na concretização do segundo golo aos 27 minutos com Jacynta a rematar e Lena Pauels a defender mas a permitir Cláudia Neto, um segundo remate por recarga sem qualquer hipótese de defesa para a guardiã do Benfica.   

Com o Sporting a ganhar por duas bolas a zero, a confiança aumentou mas por pouco tempo. Nos descontos, do tempo regulamentar da primeira parte, Jéssica Silva, pela direita e isolada é derrubada na grande área por Hannah Seabert guarda-redes do Sporting. Na marcação da grande penalidade, a capitã Carole Costa não perdoa e reduz o marcador para 2 - 1.

Na segunda parte e depois da substituição do Sporting de Cláudia Neto, Ana Capela fresquinha e acabada de entrar, ganha a bola na disputa na área encarnada e rematou à baliza. Lena Pauels ainda tocou no esférico mas o golo foi sagrado (aos 62 minutos 1- 3).  

As benfiquistas não baixaram a guarda, o jogo fervia...as entradas menos próprias foram acontecendo com marcações de sanções aqui e ali, umas merecidas, outras talvez não. Num avanço à área do Sporting, Christy Ucheibe marca de cabeça aos 75 minutos, um golo que é anulado pela juíza do jogo, Filipa Cunha depois de ser alertada pelo VAR e visionar as imagens que provaram existir falta sobre Olivia Smith no lance em análise.

No resultado final (1 - 3), o Benfica mantém a liderança com 21 pontos apesar da vantagem reduzida do Sporting em dois pontos. 

21/11/2023  18:10

SL Benfica, início de uma era

Por Redação

"Hoje cumpriu-se um sonho. Hoje fez-se história em Santarém. Está inaugurada a primeira Casa do Benfica 2.0. Que momento especial para todos nós! Parabéns, Benfiquistas. Parabéns, Santarém!", exaltou Rui Costa, Presidente do Sport Lisboa e Benfica, na sua intervenção na cerimónia de abertura do novo espaço, que decorreu neste domingo, 19 de novembro.

"É com enorme orgulho que celebramos hoje a conclusão de um projeto e de uma ambição que cresceram ao longo de vários anos e que tanto significado representam para o futuro do Benfica, para os Benfiquistas, mas também para a cidade de Santarém. Uma cidade onde o Benfiquismo é vivido com imensa paixão e que se constitui como um notável exemplo, entre tantos outros em Portugal e no mundo, da imensa dimensão da massa adepta benfiquista", recordou Rui Costa, já ao início da tarde, nas instalações do CNEMA, local onde se reuniram centenas de adeptos para um almoço comemorativo da solenidade.

"É habitual dizer-se que o Benfica está onde quer que haja Benfiquistas. Pois bem! Aqui estou convosco a testemunhar como está bem vivo o Benfiquismo em Santarém e como há muito Benfica nesta bela cidade. E este Benfiquismo que hoje aqui respiramos é o mais extraordinário património imaterial do Sport Lisboa e Benfica e a razão máxima da sua inigualável grandeza. Uma dimensão singular que tem nas Casas do Benfica uma das suas expressões mais importantes e decisivas, tanto na fixação como na expansão do Benfiquismo. Um papel muito, mesmo muito relevante, na aproximação entre o Benfica e os Benfiquistas. Por isso, aqui vos digo de uma forma muito frontal e co