Música

29/02/2024  01:27

ROCK IN RIO LISBOA  apresenta novidades de cartaz do Palco Galp

Por Redação

O cartaz do Palco Galp tem muitas novidades para apresentar! Aos já anunciados James, Lukas Graham, Jake Bugg, Luísa Sonza e Pedro Sampaio, juntam-se agora os Europe, Hybrid Theory, Anselmo Ralph, Pluto, Filipe Karlsson, Carolina de Deus, Soraia Ramos e os DJs Diego Miranda e KURA;

Na edição que assinala os 20 anos do Rock in Rio Lisboa, o Palco Galp cresceu e vai ganhar protagonismo no novo recinto do Parque Tejo-Lisboa, com um cartaz feito de artistas internacionais consagrados e do melhor talento nacional, para uma plateia com espaço para 20 mil pessoas;

O Rock in Rio Lisboa 2024 realiza-se nos dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024 e contará com 12 horas de festa diárias e memoráveis, numa nova Cidade do Rock e numa nova localização – o Parque Tejo Lisboa.


Lisboa, 28 de fevereiro 2024 – O Palco Galp cresceu! Com a chegada ao Parque Tejo-Lisboa, o Rock in Rio começa a colocar em prática uma estratégia que consiste em ter cada vez menos diferenças de peso de nomes e estruturas nos seus palcos.

Com um line-up feito de nomes de prestígio nacionais e internacionais e com uma seleção de géneros que abraçam diferentes estilos e emoções, sempre a terminar as noites em ambiente de festa, o Palco Galp vai receber artistas que vemos atuar em muitos palcos principais pelo mundo e será um ponto de convergência para os amantes da música, que procuram o arrepio de uma experiência coletiva e inesquecível, que só o Rock in Rio Lisboa, nesta edição especial de 20 anos poderá oferecer.

Com espaço para uma plateia de 20 mil pessoas, com cerca de 50 metros de frente (mais 12,50m do que em 2022), o dobro da estrutura física e técnica instalada e 680m2 de cenografia, o Palco Galp apresenta todo um conjunto de melhorias que vai refletir-se na experiência do público, a quem será permitido viver uma experiência ainda mais rica em música e diversão. Estaremos perante uma explosão de energia numa atmosfera única e de celebração de sons rock, pop, hip hop, trap e eletrónicos, onde cada noite será uma experiência musical única e de festa, com cânticos coletivos e energia que promete transformar-nos para melhor.


No dia 15 de junho, a energia do rock vai emanar do Palco Galp com atuações poderosas dos icónicos Europe e do talento nacional dos Hybrid Theory e Pluto.

Indissociáveis do êxito global “The Final Countdown”, os Europe celebraram no ano passado o 40º aniversário do mítico álbum com o mesmo nome e que foi para a banda sueca a rampa de lançamento para sucesso mundial. Mesmo após quatro décadas, os Europe estão longe de desacelerar. Inclusivamente, em janeiro de 2023, anunciaram uma digressão de 18 datas pela Europa, culminando com dois concertos no icónico London Palladium. Não podiam faltar ao dia dedicado ao rock, para atuar no Palco Galp no Rock in Rio Lisboa.

Nesta edição especial dos 20 anos Rock in Rio Lisboa, são muitos os momentos de reunião entre artistas com ligações fortes com o festival, para que a festa seja celebrada em ambiente de alegria, entre amigos. No Palco Galp, o espírito não podia ser diferente.

Os Hybrid Theory foram convocados para a festa de comemoração desta 10ª edição do festival por evocarem memórias muito emotivas no público português e para celebrar uma das bandas mais icónicas que passaram pelo Rock in Rio Lisboa, os Linkin Park. A maior banda de tributo aos Linkin Park, formada em Lagos, no Algarve, vai trazer ao Palco Galp os maiores hinos da banda do eterno vocalista Chester Bennington, falecido em 2017. Depois de três atuações explosivas no Rock in Rio Lisboa, nomeadamente em 2008, 2012 e 2014, e da partida prematura de Chester Bennington, as saudades de reviver toda a energia e emoções com que os Linkin Park conquistaram os fãs portugueses, eram já muitas. Era obrigatório prestar esta homenagem numa edição tão especial para o festival, e os Hybrid Theory tinham de responder à chamada. Com um sucesso que tem vindo a crescer a olhos vistos, com espetáculos esgotados nos quatro cantos do mundo e uma legião de fãs em constante crescimento a nível nacional e internacional, os Hybrid Theory vão deixar bem claro no Rock in Rio Lisboa porque envergam o título de maior banda de tributo aos Linkin Park.


Vindos do Porto, chegam também dia 15 de junho ao Rock in Rio Lisboa, para atuar no Palco Galp, os Pluto. A banda de Manuel Cruz, Peixe, Eduardo e Ruca editou em 2004 o álbum de estreia, intitulado "Bom Dia", apresentando ao mundo uma sonoridade distinta, e exemplo disso são canções como "Só Mais um Começo" e "Entre Nós", que se destacaram como representações emblemáticas do seu trabalho inicial. Ao Palco Galp do RIR Lisboa poderão trazer temas novos, no seguimento do lançamento do single “Túnel”, que editaram no final de 2023, proporcionando um vislumbre do que está para vir.


No dia 16 de junho, evocando um registo mais intimista, e com ambiente de festa garantido para o final da noite no Palco Galp, juntam-se agora aos já confirmados Lukas Graham e Jake Bugg, as novidades Carolina de Deus e o DJ Diego Miranda.

Natural de Lisboa, a cantora e compositora Carolina de Deus deu o salto em 2022 com lançamento do single “Talvez…”, com letra e música da sua autoria. O sucesso do tema que marcou a estreia de Carolina levou a que fosse a artista portuguesa mais pesquisada na aplicação Shazam, em Portugal, nesse mesmo ano. Foi ainda nomeada para um Globo de Ouro na categoria de “Revelação do Ano”. O álbum de estreia, “Dores de Crescimento” chegou em 2023 e é lá que se encontra, não só o êxito “Talvez…”, mas também o single que dá título ao álbum, que conta com a colaboração de António Zambujo, e ainda “Seria Estúpido Ligar-te” e “Querido Futuro Namorado”, já sucessos nas rádios nacionais.


Para acabar em festa, o Palco Galp termina a noite de 16 de junho com o DJ nacional Diego Miranda. Assumindo a evolução e mutação da música e da dança como parte integrante da mesma, Diego Miranda apresenta sempre sets diferentes, que podem flutuar de hits vocais a batidas mais fortes, através de uma base rítmica sólida e de influências eletrónicas. O DJ tem surpreendido e criado o seu próprio caminho como produtor, mas é na pista de dança que podemos sentir a sua exclusividade e estilo único. As suas atuações são caracterizadas por um kick inconfundível e profundo, que transforma o público em fãs incondicionais, um pouco por todo o mundo.


Diego Miranda e Carolina de Deus juntam-se a um line-up de peso, que contava já com as confirmações internacionais de Lukas Graham e Jake Bugg. Lukas Graham, autor do êxito incontornável “7 Years”, promete encantar os fãs como cabeça de cartaz no Palco Galp, onde irá apresentar as canções do álbum “4 (The Pink Album)”, editado no ano passado, num concerto, que contará certamente também com os êxitos como “Happy Home” e “Love Someone”, e que já se antevê memorável.

Não menos marcante, será também a atuação de Jake Bugg, que ganhou destaque com o seu primeiro álbum, o autointitulado “Jake Bugg”, que alcançou o número 1 no top de vendas do Reino Unido em 2012, com temas como "Lightning Bolt" e "Two Fingers”, tendo sido relançado em 2022, numa edição especial que celebra os 10 anos de carreira do cantor e compositor britânico.

No dia 22 de junho, juntam-se aos já confirmados James, atuações de Filipe Karlsson e ainda o melhor da música eletrónica nacional com KURA.


Filipe Karlsson é um multi-instrumentista luso-sueco, que conjuga doces melodias de teclado com os riffs de guitarra rock. Estreou-se a solo em 2020 com os EPs “Teorias de Bem Estar” e “Modéstia à Parte”, dos quais saíram êxitos como “Bem Estar”, “Razão” e “A Paragem”, reveladores de um pop despretensioso, inspirador e carregado de groove. Com mais de 39 mil ouvintes mensais no Spotify, o artista tem-se afirmado como uma das mais singulares figuras do espectro musical português atual. No início deste ano lançou "Compromisso”, um novo tema produzido em parceria com Velhote do Carmo, que dá mais um vislumbre do álbum que Filipe se prepara para editar.


KURA é um dos DJs e produtores mundiais mais reconhecidos no atual panorama da música eletrónica. Ao longo do seu percurso, já pisou os palcos de alguns dos maiores festivais nacionais e internacionais, e fez mais de dez tours pela Ásia, tendo atuado também em países como os Estados Unidos, Brasil, Japão, entre muitos outros. Com o seu talento, dedicação e empenho, bem como o carisma e dom para a arte da mistura que lhe são conhecidos, KURA adora música, independentemente de ser alternativa ou comercial, desde que seja boa, energética e cheia de ritmo. Será esse o espírito vivido no Palco Galp!

Já confirmados, os James são cabeças de cartaz do Palco Galp no dia 22 de junho. Especialmente convocados para atuar na edição comemorativa dos 20 anos do Rock in Rio Lisboa, os autores de hinos universais como “Sit Down”, “Laid” e “Sometimes” não podiam faltar à chamada, devido à consolidada relação que já construíram com o festival e com o público português, depois de terem atuado já no RIR Lisboa em 2012, 2018 e na edição comemorativa dos 15 anos do Rock in Rio Lisboa, em 2019, nos jardins da Torre de Belém. Em 2024, estão de volta com os êxitos de sempre e com novas canções, como “is this love”, que faz parte do novo álbum dos James, com edição marcada para 12 de abril.


No dia 23 de junho, a festa é dos mais jovens, que podem deixar os pais em casa! Vão subir ao Palco Galp com toda a energia dos ritmos quentes africanos e brasileiros Anselmo Ralph, Soraia Ramos, Luísa Sonza e Pedro Sampaio.

Anselmo Ralph é considerado um dos principais artistas africanos da sua geração, e o seu sucesso profissional ultrapassa as fronteiras da música e da televisão. Lançou recentemente os aguardados singles "Sola", em colaboração com o peso-pesado do hip hop americano Rick Ross e a estrela espanhola em ascensão Soge Culebra, e “Mil y Una Noches”, em colaboração com Carlos Baute, um dos artistas de latin pop mais populares da atualidade. O seu extraordinário talento e estilo musical único já lhe valeram inúmeros prémios, e tem dominado as tabelas de Portugal com numerosos êxitos #1 e multi-platina como “Não Me Toca”, “Única Mulher”, “Curtição” e Tratar Bem”, estabelecendo-se como um dos maiores artistas do país.


Também embaixadora de sonoridades africanas, Soraia Ramos, cantora e compositora com descendência cabo-verdiana é conhecida pela sua capacidade meritória de contar histórias emocionais por via das letras que compõe. A sua sonoridade incorpora elementos do tradicional morna cabo-verdiano, kizomba e R&B contemporâneo. Apaixonada por música e com um talento notório, tem vindo, desde 2009, a construir a sua marca na indústria musical, com uma projeção que já lhe valeu inúmeros convites de artistas de renome, como é o caso de C4 Pedro, que a desafiou a interpretar o tema “Bo Tem Mel” (da autoria de Nelson Freitas e com colaboração de C4 Pedro) no incrível palco de Zénith em Paris, para mais de 10 mil pessoas. Fasquia que promete superar no concerto do Palco Galp no Rock in Rio Lisboa.


Já confirmados, e vindos do Brasil, estavam já Luísa Sonza e Pedro Sampaio. Luísa Sonza, uma das artistas mais talentosas do cenário musical brasileiro, vai mostrar todo esse talento no Palco Galp do Rock in Rio Lisboa. Com uma carreira ascendente, a cantora de “Chico”, “Garupa” e “Não Preciso de Você Pra Nada” está pronta para trazer aos fãs portugueses toda a energia e todo o carisma que a caracterizam.


Qualidades inerentes também ao DJ, produtor e cantor brasileiro Pedro Sampaio, que depois de já ter conquistado os corações dos fãs com a sua energia eletrizante, sobe agora ao Palco Galp para mostrar toda a sua habilidade a criar misturas cativantes e produções inovadoras, com uma abordagem única, que une diferentes estilos musicais e vai seguramente unir toda a plateia do festival no dia 23 de junho.


Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, afirma que: “O Palco Galp já merecia um protagonismo maior no festival há algum tempo, e este ano vamos conseguir dar-lhe esse destaque. Com uma infraestrutura maior, é possível que artistas com produções maiores possam atuar ali, e com uma clareira com mais espaço, vamos poder ter uma plateia para 20 mil pessoas. A mudança para o Parque Tejo-Lisboa permitiu esse crescimento e foi ótimo que acontecesse também no ano em que o festival comemora 20 anos aqui em Portugal. É mais um motivo para celebrar!”


João Diogo, Chief Operating Officer da Galp, acrescenta: “Queremos aproveitar a energia da música e o ambiente de celebração do Rock in Rio Lisboa para envolver as pessoas e a comunidade na jornada de transformação que temos em curso, à luz do nosso forte compromisso com a transição energética. Estou seguro de que as ativações que estamos a preparar ajudarão a que a Galp fique na cabeça das pessoas no final do festival. Não apenas através dos famosos panamás – que vão voltar! -, mas também pela história de sucesso e de confiança no futuro, que temos para partilhar”.

Fonte: Rock in Rio Lisboa

Fotos: José A. Carvalho / Twenty4news

26/02/2024  16:21

Matay anuncia álbum de estreia “Espelho”

É já na próxima sexta-feira, 1 de março, que Matay vai editar Espelho, o seu muito antecipado álbum de estreia. O disco foi inteiramente produzido por AGIR, que assinou igualmente a maioria das composições, contando ainda com temas escritos pelos Calema e por Matias Damásio. 

Do alinhamento fazem parte os recentes êxitos Eu Espero e Deus Sabe o Que Faz (feat. Matias Damásio), aos quais se juntam oito inéditos. Com influências que viajam entre a soul e o gospel, nunca renegando as raízes africanas, Espelho é o pináculo do trabalho que Matay tem vindo a cimentar nos últimos anos.

“Este disco fala sobre mim, sobre as minhas histórias! Umas que vivi, outras de que ouvi falar! É o meu espelho! Aqui canto o que sou, sem reservas! Se me quiserem conhecer um pouco melhor, basta ouvirem. As coisas de que gosto, a minha força e as minhas fragilidades estão aqui expostas. O Espelho é a grande viagem da minha vida, a música, a família, a minha carreira, o amor e as suas diferenças ao longo do tempo! Estou confiante!”

Morrer

Um dos intérpretes mais inconfundíveis da atualidade, Matay deu-se a conhecer em Dizer Que Não (2015), onde colaborou com Dengaz, tendo posteriormente editado várias canções de sucesso como O Que Tu Dás (2017) e Confia (2020). Pelo meio, em 2019, alcançou o terceiro lugar na célebre e aclamada participação no Festival da Canção com Perfeito, tema escrito por Boss AC e composto por Tiago Machado.

Num percurso em constante ascensão como intérprete em nome próprio, Matay dá-nos a conhecer o seu mundo em Espelho. Vem acompanhado de um novo single, Nunca Deu, cartão de visita para um disco há muito aguardado.

Fonte: SET

Matay - Eu Espero

Matay - Deus Sabe o Que Faz 

25/02/2024  21:02

ROCK IN RIO LISBOA - "AITANA" abre o Palco Mundo no último dia 

Por Redação

AITANA vai fazer o concerto de abertura do Palco Mundo no último dia do Rock in Rio Lisboa, numa atuação que trará a Portugal um mundo de novos sons e experiências. A artista revelação espanhola, natural de Barcelona, mais aclamada internacionalmente da atualidade, junta-se a Doja Cat, Camila Cabello, Ne-Yo, Luísa Sonza e Pedro Sampaio no dia 23 de junho para a comemoração dos 20 anos do festival.

Foto: Rock in Rio "Aitana"

AITANA tornou-se um fenómeno musical e social após a sua participação no aclamado concurso de talentos “Operación Triunfo”, na primeira edição da nova etapa do programa, em 2017. Integrando uma sonoridade única em que o pop, a eletrónica contemporânea e o bedroom pop se misturam como uma reivindicação do próprio género, a artista já conquistou uma nova geração de públicos que anseiam algo completamente novo. 

Prova disso é o facto de temas como “Lo Malo” e "Arde" terem já acumulado milhões de visualizações no YouTube e chegado ao topo das tabelas digitais, projetando-a para uma visibilidade internacional de sucesso, e levando-a a colaborar com artistas como zzoilo em “Mon Amour”, um dos êxitos que mais circulou na plataforma TikTok no verão passado, e com Nicki Nicole, Danna Paola e Rels B no seu mais recente álbum, “alpha”, editado em 2023. 

Com uma ligação muito forte com a geração millennial, além de ser embaixadora de marcas muito importantes a nível global, AITANA é a artista espanhola com o maior número de seguidores e de engagement nas redes sociais. Até à data, o seu percurso de conquistas e reconhecimentos, assim como os números e êxitos alcançados, são imbatíveis, continuando a trabalhar para crescer até ao nível de Ícone Pop global, e a alcançar novas metas com os seus projetos discográficos de platina e a sua aclamada “alphaTour”, que passará agora diretamente da playlist para o Palco Mundo do Rock in Rio Lisboa, numa atuação que já se prevê ser surpreendente. 

Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, afirma que: “No dia 23 é a vez de serem os jovens a deixar os pais em casa (rs)! A AITANA completa perfeitamente a proposta e energia que sonhamos ter na cidade do rock neste dia - alegria, potência jovem, cantar e dançar do início ao fim! Este será o último dia da edição especial dos 20 anos do festival e o primeiro dos próximos 20 anos!” 

A 10ª edição do Rock in Rio Lisboa decorrerá nos dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, na nova Cidade do Rock, no Parque Tejo Lisboa, onde os fãs serão transportados para uma experiência única e memorável cheia de animação, música e entretenimento de qualidade.

Fonte: Rock in Rio 

24/02/2024  23:45

1.º Semifinal do Festival da Canção 2024 - 60 anos ao som da música portuguesa

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Sobre as seis décadas que assinalam a edição do Festival da Canção RTP 2024, Margarida Mercês sublinhou: “São 60 anos de memórias incríveis, o festival está vivo e recomenda-se”, este sábado foram apresentadas as dez canções a concurso na primeira semifinal avaliadas pelo júri composto pela a cantora Gisela João, o músico Benjamim, a jornalista Lia Pereira, o escritor Miguel Esteves Cardoso, a cantora Lura, o músico Pedro Oliveira e a vencedora do Festival da Canção de 2023, Mimicat.

Créditos das fotos: Pedro Pina - RTP / Maria Abranches - RTP

Estão escolhidos os 6 primeiros finalistas do Festival da Canção que marcam presença na final de 9 de março próximo:

Nena - "Teorias da Conspiração"

Perpétua - "Bem Longe Daqui"

Rita Rocha - "Pontos Finais"

Noble - "Memory" 

João Borsch - "...Pelas Costuras"

Iolanda - "Grito" 

21/02/2024  09:08

D.A.M.A anunciam regresso à MEO Arena em 2025

A 14 de fevereiro de 2025, os D.A.M.A estarão de volta à MEO Arena (ex-Altice Arena) para um espetáculo em Dia de S. Valentim no qual se propõem a celebrar o amor em todas as suas formas. O regresso à maior sala do país será marcado pela celebração da relação que vêm estabelecendo com o público e pelo privilégio que o trio sente em poder partilhar a sua arte há mais de dez anos. 

Depois de terem enchido a mesma sala em 2016, os D.A.M.A continuaram a marcar o panorama musical português. O último ano foi marcado pelo quarta platina CASA (feat. Buba Espinho), canção que serviu de ponto de partida a uma nova abordagem ao repertório da consagrada banda com o dupla platina Loucamente (feat. Los Romeros) e o mais recente êxito Mãe, editado em conjunto com o EP Canções Bonitas em Português Vol. I.

O curta-duração de seis faixas revelou-se um enorme sucesso nos tops nacionais, contando já com mais de 21 milhões de streams nas plataformas digitais e 29 milhões de visualizações no YouTube, para além da presença assídua no top do Shazam. A banda não poderia, assim, escolher melhor momento para voltar à MEO Arena, depois de já ter esgotado outras grandes salas do país como o Sagres Campo Pequeno, o Coliseu dos Recreios ou o Coliseu Porto Ageas.

Um verdadeiro fenómeno da sua geração, os D.A.M.A destacam-se pelas suas canções contagiantes, empatia para com o público e energia nas atuações ao vivo. Celebraram em 2022 dez anos de uma carreira repleta de sucessos, de números expressivos, de presença nos tops e de galardões colecionados nas paredes do seu estúdio em Lisboa.

E porque ter ambição não é só desejar, é ter entusiasmo com um propósito, aqui estamos nós a prometer mais um salto único, um espectáculo no dia de São Valentim para todas aquelas pessoas que, tal como nós, procuram apaixonar-se pela vida todos os dias.

Miguel Cristovinho

No próximo Dia dos Namorados, a MEO Arena vai ser recinto de festa com ativações temáticas e surpresas que tornarão o encontro inesquecível para os milhares de pessoas que irão celebrar a arte e o amor - em todas as suas formas.

Saber que passados estes anos continuamos a ter tanto público que nos sente e nos quer ver ao vivo é algo que dá sentido a tudo o que fazemos.
Temos uma história de amor com o público, dia 14 de Fevereiro de 2025 começa outro capítulo.

Kasha

Sejam solteiros, namorados ou casados, o concerto é dedicado a todos os enamorados do nosso País.
É com enorme satisfação que anunciamos o maior evento do dia dos namorados de 2025.
Vem celebrar este dia connosco e fazer crescer a nossa bolha de amor.

Miguel Coimbra

Numa noite em que se quer fazer uma celebração do amor, os D.A.M.A propõem-se ao maior “date” que já tiveram. Para isso, preparam a rigor cada etapa da noite, proporcionando experiências que conectem as pessoas e que tornem a MEO Arena um universo à parte a partir do momento em que se abrem as portas.

Muitas ativações irão acontecer nos corredores antes do concerto, servindo de chamada a que se chegue cedo ao recinto para usufruir ao máximo. Muitas experiências e surpresas irão fazer desta noite inesquecível.

D.A.M.A - CASA (feat. Buba Espinho)

(Clique na imagem para ver o vídeo) 

D.A.M.A - Mãe

(Clique na imagem para ver o vídeo) 

Fonte: SET

18/02/2024  00:02

Tiago Bettencourt apresenta "Livro de Letras 2001-2023"

Por Redação

Sai esta quinta-feira, dia 15 de fevereiro, Livro de Letras 2001-2023. Trata-se de uma coleção em formato livro de bolso de todas as letras editadas por Tiago Bettencourt, desde os primeiros singles com os Toranja até à mais recente Caminhar, extraída do álbum XX - Ao Vivo no Coliseu dos Recreios. 

O livro passa inclusive por parcerias e músicas feitas para outros artistas. Todas as letras do cantor e compositor são, assim, mostradas cronologicamente, contando uma história que se iniciou no primeiro single dos Toranja, Fome (Nesse Sempre), editado na compilação da Optimus de 2001.

“A ideia foi criar um objeto leve, bonito, fácil de folhear, para estar perdido algures pela casa, ou no carro, e se ir visitando volta e meia, à imagem dos livros de poemas de artistas e poetas que tenho cá por casa e que consulto sem qualquer regra ou compromisso.

Testemunha a minha evolução, a evolução da minha visão do mundo, as minhas mutações e as mutações também do mundo à minha volta durante todos estes anos.”Tiago Bettencourt

A ilustração da capa em jeito de enigma é de Lourenço Providência, que conta com trabalhos publicados no The New York Times, The New Yorker e Monocle. Assinou igualmente, entre muitos trabalhos, uma série para o estúdio dinamarquês da Barkas e um mapa ilustrado para o livro Kinfolk Travel.

Fonte: SET

17/02/2024  23:45

Picas divulga documentário “As tuas tatuagens nas pontas dos meus dedos revelam-me segredos”

Por Redação

Está disponível para visualização o pequeno documentário As tuas tatuagens nas pontas dos meus dedos revelam-me segredos, realizado por Afonso Batista. O filme estreou no Teatro da Luz, dia 25 de janeiro, altura em que também se viu pela primeira vez o videoclipe de Tatuagens, primeiro capítulo de uma trilogia de singles de Picas. 

As tuas tatuagens nas pontas dos meus dedos revelam-me segredos foi inspirado pelo novo single da cantora e compositora, contando com testemunhos de doze pessoas que deram a conhecer a história por trás das suas tatuagens. Picas realça que, sendo a pele o maior órgão do corpo humano, é também “uma vasta tela onde registos e memórias se imprimem” e “cada corpo é uma obra de arte” pelo que “cada tatuagem conta a sua própria história.”

Tatuagens é o primeiro avanço de uma trilogia que conta uma mesma história de amor. A roupagem indie pop da canção explora a combinação de um universo acústico e eletrónico, resultando numa atmosfera nostálgica e enigmática.

Picas tem prometido para breve o lançamento dos dois temas que completam o enredo. Até ao fim do ano deverá ser editado o primeiro álbum de originais de uma artista distinta no panorama pop português.

Fonte: SET

10/02/2024  11:00

NE-YO atua pela primeira vez no Rock in Rio Lisboa

Por Redação

Para comemorar os 20 anos do Rock in Rio Lisboa, o Palco Mundo vai receber o cantor norte-americano Ne-Yo, que atua pela primeira vez no festival, dia 23 de junho, bem como um arrebatador espetáculo de vídeo mapping piromusical, nos quatro dias, que vai aguçar todos os sentidos do público, numa experiência única de espetáculo ao vivo em Portugal, como ícone do espírito de festa da edição histórica que o festival celebra em 2024.

Vencedor de três GRAMMY® e verdadeiro ícone do R&B, Ne-Yo já soma mais de 23 mil milhões de streams em todo o mundo. O single de estreia, "So Sick", editado em 2005, atingiu o primeiro lugar na Billboard Hot 100 e foi certificado com quatro discos de Platina. Desde então, o artista da Motown Records/Compound Entertainment, tem vindo a colecionar êxitos à escala global, que marcaram as playlists R&B/Pop dos anos 2000, como "Sexy Love", "Closer", "Because of You", "Miss Independent" e "Push Back" [feat Bebe Rexha e Stefflon Don]".

Para além de fazer magia em estúdio e em palco, Ne-Yo é também um brilhante compositor de hits. Temas como “Unfaithful”, "Russian Roulette" e "Take a Bow", que escreveu para Rhianna e "Irreplaceable", para Beyoncé (música que em 2006 marcou a separação da cantora) tornaram-se êxitos mundiais. Com uma voz e presença arrebatadoras e uma mística inegável no momento de se expressar com papel e caneta, Ne-Yo já compôs para artistas tão sonantes, como Jennifer Hudson, Usher, Carrie Underwood e Celine Dion.

O fenómeno norte-americano do R&B tem dado também nas vistas enquanto empresário, defensor de causas humanitárias e ator, com participações em séries e filmes como “Dance Monsters” da Netflix, “Empire” e “Step Up: High Water”. No entanto, no dia 23 de junho, é no palco que vai mostrar por que é considerado um artista completo. Espera-se que para a edição que assinala os 20 anos do festival traga não só os êxitos que o tornaram uma lenda do R&B nos anos 2000, mas também dos trabalhos mais recentes, como “Self Explanatory”, o oitavo album de estúdio de Ne-Yo, editado em 2022.

Espetáculo arrebatador de vídeo mapping piromusical e de iluminação com direção criativa de Nuno Maya e direção artística do Cubo, do designer pirotécnico Vitor Machado e do lightning designer Terry Cook realiza-se nos quatro dias do Festival, no intervalo do último concerto do Palco Mundo.

É num Palco Mundo aumentado em 100m2 de cenografia e com o acrescento de dois grandes leds de 8x6m, para complemento da cenografia, que o espetáculo imersivo de vídeo mapping comemorativo dos 20 anos do Rock in Rio em Portugal vai ser projetado, para contar a história das edições passadas e do futuro do festival com uma envolvência tão vívida, que vai colocar o público dentro do espetáculo, à semelhança da experiência que se viveu na edição comemorativa dos 15 anos do Rock in Rio Lisboa, nos jardins da Torre de Belém, em Lisboa.

Para se conseguir o resultado pretendido, o festival não podia deixar de contar com o toque de genialidade do atelier artístico nacional OCUBO, sob a direção criativa de Nuno Maya, que tem no seu portfolio projetos notáveis e arrojados realizados para 35 países. Através da integração de vários meios técnicos e artísticos, com recurso ao uso de led walls e das placas do palco, que vão tornar-se num elemento animado, dando uso à sua tridimensionalidade, o vídeo mapping vai ser projetado sobre todo o Palco Mundo, onde vão ser inseridos light beams, bem como na área da clareira do palco, à volta de toda a plateia, de forma a realçar os momentos mais emocionantes e encher o público de cor.

A extensão destes efeitos de luz, assinada pelo Lightning Designer britânico Terry Cook, consultor do RIR Lisboa desde 2015, e que já trabalhou com artistas como The Rolling Stones, Guns N’ Roses, AC/DC, Elton John, Black Sabbath e Ozzy Osbourne, vai proporcionar uma maior imersão, potenciada ainda por efeitos especiais criados com fog, confettis biodegradáveis e o magnífico fogo de artifício, que só podia contar novamente com o extraordinário talento de Vítor Machado, do Grupo Luso Pirotecnia, também responsável, por exemplo, pelos espetáculos de fogo de artifício realizados na Ponte 25 de abril, em 2007 e 2009, ano em que foi feita a mágica cascata de pirotecnia, considerada então o maior espetáculo de fogo de artifício já visto no Tejo. Toda a experiência vai ganhar contornos ainda mais emocionantes criados pela banda sonora composta por um medley de músicas de diferentes estilos, dos artistas mais marcantes do festival, que vai servir de elemento unificador de todo o espetáculo e trazer todas as emoções à flor da pele.

É dentro deste espetáculo sensorial, que em aproximadamente 5 minutos, vai contar-se todos os dias, no intervalo do último concerto do Palco Mundo, a história dos últimos 20 anos do Rock in Rio Lisboa, da perspetiva do público, e com a atualidade portuguesa em pano de fundo. Através da personificação de diversos fãs do festival, que marcaram presença em várias edições e cresceram com o Rock in Rio Lisboa, vão relatar-se, numa banda desenhada viva, histórias entrelaçadas passadas no festival motivadas pela música, enquanto se mostra o espaço, os momentos mais marcantes e os objetivos e valores do RIR Lisboa.

A passagem do tempo é mostrada através de momentos-chave de cada ano em Portugal, e dos diferentes line-ups compilados em posters com uma imagem arrojada, enquanto a vida das várias personagens avança, a família cresce e vive o festival em conjunto, e o RIR continua a fazer parte da vida de cada uma delas, porque já se tornou parte do quotidiano de todos e passou a pertencer ao público português. A alegria, o afeto e o sentimento de pertença, que se vivem dentro do festival e que se espelham na história das personagens retratadas por meio do vídeo mapping, e potenciada pelo espetáculo de pirotecnia e da banda sonora composta especialmente para o efeito, podem também ser vividos fora do festival, transmitindo uma mensagem de esperança por um mundo melhor.

“Vai ser um momento arrebatador, para mexer com todos os sentidos da plateia e agradecer e celebrar em grande a vitória e alegria que é fazermos 20 anos num país que hoje acolhe o Rock in Rio também como seu”, comenta Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio.

A 10ª edição do Rock in Rio Lisboa tem data marcada para os dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, no novo recinto no Parque Tejo Lisboa, para celebrar duas décadas de história do festival em Portugal. Para além dos grandes nomes da música nacional e internacional, o festival promete muitas surpresas ainda por revelar e uma experiência única e memorável cheia de animação, música e entretenimento de qualidade.

Nuno Maya - OCUBO

Nuno Maya é um diretor criativo e produtor de espetáculos pioneiro do vídeo mapping em Portugal com mais de 20 anos de experiência e co-fundador do OCUBO, um atelier artístico português que cria experiências arrojadas pelos quatro cantos do mundo. Com projetos multimédia e culturais, as suas criações unem arte e inovação, misturando fotografias, vídeo mapping, VR, animações 2D e 3D, interatividade e performances ao vivo, proporcionando momentos memoráveis a todos os que vivenciam. No seu passaporte conta com mais de 35 países, onde se destacam projetos como “Lisbon Under Stars” (Lisboa, PT), Magical Garden (Lisboa & Porto, PT), Immersivus Gallery Lisboa e Porto, inauguração do Estádio Al Janoub para a FIFA World Cup Qatar 2022 e Formula 1 Grand Prix na Arábia Saudita 2023.

Vítor Machado – Grupo Luso Pirotecnia

Um pensador visionário, inovador e criativo com mais de 25 anos de experiência em design e gestão de espetáculos e eventos nos mercados nacionais e internacionais. É referenciado na área pirotécnica como um dos designers mais premiados no mundo, sendo o designer mais premiado em Portugal. É o designer responsável desde 2004 por todos os espetáculos criados e concebidos para o Rock in Rio Lisboa enquanto festival e pelos espetáculos criados e concebidos em 2007 e 2009 na Ponte 25 de Abril para o countdown e 15º Aniversário, nos Jardins da Torre de Belém. É ainda responsável há largos anos por alguns dos maiores espetáculos pirotécnicos de Passagem de Ano em Portugal, como Lisboa e Albufeira.

Terry Cook

“A minha função no festival é desenhar a iluminação de todos os palcos, áreas VIP e supervisionar o momento de abertura dos 20 anos. Mal posso esperar para começar e apanhar sol!”, diz Terry Cook, que faz parte da equipa do RIR Lisboa como Lighting Designer e consultor em 2015. Terry veio a Lisboa com os Rolling Stones (2014) e foi aqui que conheceu a equipa do festival. A Woodroffe Bassett Design (empresa da qual Terry é sócio) tem uma longa história com o festival, uma vez que o sócio fundador, Patrick Woodroffe, foi responsável pela iluminação do primeiro Rock in Rio e manteve-se sempre em contacto com Roberto Medina. Terry traz uma experiência única para o festival, com os seus 20 anos de experiência em digressões de concertos, combinados com a sua capacidade de design técnico. Já trabalhou com AC/DC, Black Sabbath, Elton John, Emeli Sande, Ozzy Osbourne, Guns N' Roses, Mariah Carey, Scandal, Suede e The Rolling Stones.

Fonte: Rock in Rio

09/02/20234  01:45

“Peito” é o mais recente single do novo álbum de Mimicat

Por Redação

Já está disponível Peito, novo single do álbum de Mimicat a ser editado em breve. A canção, escrita pela própria e composta em parceria com Filipe Survival, pode ser ouvida nas plataformas digitais e vem acompanhada de um videoclipe realizado pela artista e pela sixtudios.

Peito é uma balada pop que aborda uma história de amor que terminou, deixando apenas luto e vazio. O tema que sucede a Vais Ter Saudades é marcado pelas harmonias vocais de Mimicat, com o refrão a enfatizar a dor que atravessamos após perdermos alguém.

“A Peito é uma canção que fala sobre o vazio que fica depois da perda. Sobre uma história de amor como qualquer outra, que quando acaba por perda devasta o que fica. Quando escrevi esta canção pensei como se sentiria a pessoa que fica depois da partida do outro. Quer sejam pessoas que vivem juntas uma vida inteira ou alguns anos. Ficam para sempre os momentos felizes, mas também a tristeza e o vazio da falta.”

Mimicat

O ano passado foi marcante para Mimicat depois de ter vencido o Festival da Canção com Ai Coração, música enviada a concurso pela livre submissão. Em novembro, foi artista do mês da MTV Push.

Para 2024 tem prevista a edição do terceiro álbum de originais, que sucede a Back in Town (2017). Do novo disco são já conhecidas Tudo ao Ar, Mundo ao Contrário (feat. Filipe Gonçalves), as já referidas Ai Coração e Vais Ter Saudades e, agora, Peito.

Em constante autossuperação na música portuguesa, Mimicat promete para este ano grandes passos num dos percursos mais entusiasmantes e inspiradores da pop nacional.

Fonte: SET

25/01/2024  15:30

Carolina Deslandes, Lukas Graham e Jake Bugg na edição especial dos 20 anos do "ROCK IN RIO LISBOA"

Por Redação

Estão confirmadas mais três aguardadas atuações para a edição dos 20 anos do Rock in Rio Lisboa: Carolina Deslandes estreia-se no Palco Mundo no dia 22 de junho e Lukas Graham e Jake Bugg atuam no Palco Galp no dia 16 de junho. Os três prometem tornar a festa, que comemora os 20 anos do festival em Portugal, ainda mais especial, no segundo e terceiro dias desta edição tão marcante, recheada de grandes nomes da música nacional e internacional. 

Foto: José A. Carvalho / Twenty4news

Já com uma estreita ligação ao Rock in Rio, Carolina Deslandes dá este ano mais um passo na sua já consolidada carreira: a artista, que é já uma das maiores referências da atual geração de cantores e compositores portugueses, vai atuar pela primeira vez no Palco Mundo do festival. A juntar aos concertos no Rock in Rio Lisboa em 2018 (no Galp Music Valley) e 2019 (na edição comemorativa dos 15 anos do festival, nos Jardins da Torre de Belém), e no Rock in Rio Brasil, também em 2019, ao lado da banda brasileira Melim, Carolina Deslandes faz em 2024, as honras de abertura do Palco Mundo, onde vai atuar logo de seguida Ivete Sangalo, dando-se assim início da melhor maneira às 12 horas de festa prometidas para o dia 22 de junho. A primeira artista pop portuguesa a encher a Altice Arena tem trilhado um percurso meteórico com números astronómicos de vendas e de streamings, afirmando-se como uma das maiores referências não apenas no universo digital, mas na música nacional contemporânea. Autora de sucessos inconfundíveis, como “Avião de Papel” e “A Vida Toda” e vencedora de três Globos de Ouro nas categorias de Canção do Ano e Melhor Atuação e um GRAMMY® latino na categoria de Melhor Vídeo Musical Versão Longa, Carolina continua a esgotar salas pelo país todo. Recentemente, editou o disco duplo “CAOS / calma”, de onde saíram temas como “Vai Lá”, “Saia da Carolina” e “Brincar de Ser Feliz”, com o qual esgotou espetáculos de norte a sul.  

Diretamente da Dinamarca, Lukas Graham tornou-se um dos primeiros 25 artistas a entrar no Billions Club do Spotify com o sucesso “7 Years”, uma música sem um gancho pop clássico, mas com uma mensagem única sobre família, amizade e o envelhecimento, que alcançou as tabelas de vendas a nível global e foi nomeada para os GRAMMY® em 2017 nas categorias de Gravação do Ano e Melhor Performance Pop por Duo/Grupo. O artista dinamarquês continuou a conquistar o público à escala global com êxitos como “Happy Home” e “Love Someone”, que contam uns toques de pop e soul. Em 2024, Lukas Graham promete encantar os fãs como cabeça de cartaz no Palco Galp do Rock In Rio Lisboa, onde irá apresentar as canções do álbum “4 (The Pink Album)”, editado no ano passado, num concerto que contará certamente também com os êxitos que todos vão cantar no dia 16 de junho e que já se antevê memorável. 

O cantor e compositor britânico Jake Bugg ganhou destaque com o seu primeiro álbum, o autointitulado “Jake Bugg”, que alcançou o número 1 no top de vendas do Reino Unido em 2012, com temas bastante conhecidos como "Lightning Bolt" e "Two Fingers”, sendo relançado em 2022, numa edição especial que celebra os seus 10 anos de carreira. Entre blues, folk, e algum pop rock, o artista estabeleceu-se como uma figura notável na cena musical contemporânea, continuando a partilhar a sua música com o público através de performances autênticas e envolventes, um pouco por todo o mundo. Pronto para subir agora ao Palco Galp do Rock in Rio Lisboa, a 16 de junho, Jake Bugg vai, não só apresentar os seus grandes êxitos, como também estrear o seu mais recente single “Love Is Something”.  

"Fico muito feliz por podermos celebrar o sucesso da carreira da Carolina no Palco Mundo, nesta que é uma edição tão especial para nós. Além do talento artístico inquestionável, é muito bom poder dar palco a essa mulher incrível que com amor e doçura tem coragem de confrontar estigmas e dar voz a mudanças comportamentais fundamentais para que possamos fazer do mundo um lugar melhor, para todos. E o anúncio do Lukas e do Jake vem desvendar mais um pouquinho das super novidades que o Palco Galp vai trazer para o festival!", afirma Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock In Rio. 

Recorde-se que a 10ª edição do Rock In Rio Lisboa está agendada para os dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, no novo recinto no Parque Tejo Lisboa. Além de celebrar duas décadas de história em Portugal, o festival promete surpresas emocionantes, espetáculos memoráveis e uma experiência renovada para todos os que se juntam a esta celebração épica.

Fonte: Rock in Rio Lisboa 

Carolina Deslandes

Lukas Graham

Jake Bugg

Paulo Freitas do Amaral

(Professor de História)

27/12/2023  10:50

Músicas que vêm das favelas para as crianças portuguesas

É curioso constatar a passividade com que os nossos políticos assistem sentados comodamente no seu banco do carro em viagem, provavelmente muitas vezes com os seus filhos no banco de trás, à audição de músicas com letras machistas, ofensivas à dignidade da mulher e estimuladoras da violência entre crianças, em língua portuguesa, e que supostamente até podem vir de um músico que vive do crime numa favela do Rio de Janeiro.


Estas melodias, com letras pouco abonatórias da dignidade da Mulher, que as tratam em muitos casos com termos como “quengas” e outros impropérios bem piores, entram diretamente na formação dos valores e dos princípios que queremos ser nós, pais, a construir na formação dos nossos filhos, sobrinhos, etc.

Entretanto temos um governo que cria uma secretaria de Estado para a igualdade de género, mas os responsáveis por esta despesa, que nós suportamos com os nossos impostos, não se importam que os meninos chamem “piranhas” às meninas numa coreografia e que digam às meninas num “tik tok” para baterem com o “popozão no chão”.


É curioso constatar a passividade com que os nossos políticos assistem sentados comodamente no seu banco do carro em viagem, provavelmente muitas vezes com os seus filhos no banco de trás, à audição de músicas com letras machistas, ofensivas à dignidade da mulher e estimuladoras da violência entre crianças, em língua portuguesa, e que supostamente até podem vir de um músico que vive do crime numa favela do Rio de Janeiro.

Estas melodias, com letras pouco abonatórias da dignidade da Mulher, que as tratam em muitos casos com termos como “quengas” e outros impropérios bem piores, entram diretamente na formação dos valores e dos princípios que queremos ser nós, pais, a construir na formação dos nossos filhos, sobrinhos, etc.


Entretanto temos um governo que cria uma secretaria de Estado para a igualdade de género, mas os responsáveis por esta despesa, que nós suportamos com os nossos impostos, não se importam que os meninos chamem “piranhas” às meninas numa coreografia e que digam às meninas num “tik tok” para baterem com o “popozão no chão”.


A culpa deste fato não é só dos políticos. É também da comunicação social que, sem qualquer filtro, acha que um ritmo ou um refrão “orelhudo” é mais importante do que uma mensagem que se passa às crianças que ouvem este estilo de música, no seu carro, a caminho da escola.


Já sei que a comunicação social vai dizer que a culpa é das redes sociais e que os políticos vão dizer que a “liberdade de expressão” é intocável. Mas o que é certo é que em Portugal este assunto nunca foi debatido seriamente. Porque este género de conteúdos já existia, embora com músicas cantadas em inglês. Nestes casos, a barreira da língua estrangeira sempre serviu em Portugal de defesa para a compreensão das letras por parte das crianças ainda em período de aprendizagem dessa mesma língua.


No entanto, com o crescimento da moda “funk” brasileira, a predominância das redes sociais na ocupação dos tempos livres das crianças através de tik toks, a ascensão de youtubers em língua portuguesa e o crescimento da comunidade brasileira em Portugal, assistimos a um fenómeno de uso de expressões e hábitos provenientes de alguns dos locais mais fustigados do mundo por problemas sociais.


Uma espécie de aculturação de uma geração àquilo que o Brasil tem de pior… e é uma pena porque o Brasil é um dos países com mais cultura do mundo e com os melhores e mais fantásticos artistas.


Será que este género de mensagem vindo das favelas não é algo que nos deveria fazer pensar? A igualdade de género que o governo tanto defende não deveria começar por defender a formação das crianças? Eu acho que sim.

22/12/2023  14:20

IVETE SANGALO NÃO FALHA EDIÇÃO HISTÓRICA DE 20 ANOS DO ROCK IN RIO LISBOA

Foto: DR

Por Redação

Lisboa, 21 de dezembro de 2023 - Não há Rock in Rio sem Ivete Sangalo, e este ano não é exceção! A rainha da música brasileira, que fez parte de todas as edições do festival em Portugal, volta a marcar presença no Palco Mundo, no dia 22 de junho. Com uma carreira que abraça três décadas de sucesso e uma relação tão próxima com o Rock in Rio que já se pode considerar da família do festival, Ivete promete levantar poeira no Parque Tejo Lisboa.

Como presente para os fãs e em celebração destes 30 anos de carreira, ete Sangalo lançou o EP "Reivete-se" no dia 15 de dezembro. Composto por três faixas inéditas, este novo trabalho espelha a versatilidade musical que consagrou Ivete como uma das artistas mais amadas e influentes da sua geração. Já atuou com alguns dos cantores mais prestigiados do mundo, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Shakira e Stevie Wonder; como atriz, tem no currículo a participação em filmes, novelas e séries, e já deu voz a dobragens em filmes da Disney. Com mais de 55 milhões de seguidores, Ivete tem uma presença sempre ativa nas redes sociais, como forma de se manter cada vez mais próxima dos seus fãs. Tarefa que executa com tanto de mestria como de naturalidade.

E é dessa proximidade que se caracteriza a relação da cantora baiana com o Rock in Rio Lisboa, que desde a primeira edição em 2004, se tornou uma história marcante. Como Ivete diz no documentário “Rock in Rio – A História” da GloboPlay, “a convocação para o Rock in Rio é a convocação da Seleção. Tem uma comemoração. Vamos brindar a essa oportunidade de novo”. A cantora, que já se sente “filha da terra” pela alegria com que é sempre recebida pela multidão de público português que a segue, já se tornou parte integrante deste festival de música e emoções, também por ser a única artista internacional a ter atuado em todas as edições do Rock in Rio Lisboa. Em 2024, prepara-se para matar as saudades que sente sempre durante as ausências de Portugal, e apresentar um espetáculo único e grandioso, desenhado especialmente para celebrar os 20 anos de história do festival em solo português.

Ao longo da sua trajetória, Ivete totaliza mais de 300 canções, tendo vendido mais de 18 milhões de cópias. A artista, que realiza uma média de 10 espetáculos por mês, já foi laureada com mais de 150 prémios, lista onde se incluem quatro Grammys Latinos.

“Ivete Sangalo já faz parte desta grande família que construímos ao longo de duas décadas. A sua presença é sinónimo de espetáculo, energia e uma ligação única com o nosso público. Ivete tem a habilidade rara de transformar cada concerto num momento mágico, e o Palco Mundo ganha vida de uma forma especial quando ela sobe ao palco. Esta relação não é apenas profissional; é uma ligação emocional que se estende por todas as edições do festival”, afirma Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio. “O espetáculo que Ivete está a preparar para celebrar os 20 anos do Rock in Rio Lisboa será, sem dúvida, mais um capítulo brilhante que ninguém vai querer perder."

A nova Cidade do Rock no Parque Tejo Lisboa será o palco para esta festa inesquecível, com data marcada para os dias 15, 16, 22 e 23 de junho. Com a mudança para este novo espaço, o Rock in Rio Lisboa promete uma experiência renovada, mas a presença de Ivete Sangalo continua a ser uma certeza para todos os fãs.

Fonte: Rock In Rio

18/12/2023  14:22

“Foi de Vez” é o novo single de Bianca Barros

Bianca Barros edita hoje Foi de vez, o seu quarto single a solo. O tema foi escrito e composto pela própria e tem produção de João André.

No passado mês de junho, a cantora e compositora divulgou nas redes sociais um vídeo com um excerto da canção, deixando a réplica aos seguidores: “é para lançar?”. Foi de Vez está agora disponível para escuta nas plataformas digitais e vem acompanhada de um videoclipe realizado por Kixcorreia.

O novo single de Bianca Barros viaja entre a pop e o country, refletidos na forte e constante presença da guitarra acústica. Numa mensagem positiva, Foi de Vez retrata a sensação de leveza após a saída de uma relação tóxica, dando a entender que a vida corre melhor aquando da libertação de um peso.

Foi das canções mais rápidas que escrevi. Tinha as emoções todas à flor da pele e comecei a escrever tudo nas notas do telemóvel como se estivesse a enviar uma mensagem. Peguei em tudo o que tinha escrito, comecei a ler em voz alta e a melodia foi surgindo muito naturalmente.

Gravei tudo no telemóvel e depois sentei-me ao piano, em casa, para criar uma base da canção. Levei essa base para estúdio e começamos a produzir e gravar a versão final.

Bianca Barros

Autora dos singles de sucesso Inevitável, Antes da Noite Acabar e Labirinto, rapidamente se tornou presença constante nas maiores estações de rádio portuguesas. Dos feitos constam #4 no TOP RFM, #5 no TOP Rádio Comercial e #11 no Shazam Portugal, que contribuíram para catapultar Bianca Barros para os palcos do MEO Sudoeste e do Festival F, dois dos maiores festivais portugueses.

Fonte: SET

17/12/2023  18:30

Orquestra Bamba Social

Orquestra Bamba Social revela vídeo de “Berço do Afeto” com Teresa Cristina

A Orquestra Bamba Social divulgou o videoclipe de Berço do Afeto, canção que faz parte do álbum Mundo Novo (2022). A colaboração com a artista brasileira Teresa Cristina é agora abrilhantada por um vídeo realizado por Vasco Araújo e Pedro Pinheiro com imagens gravadas entre o Porto e o Rio de Janeiro.

Berço do Afeto foi escrita por Pedro Pinheiro numa dedicatória ao seu amigo Moacyr Luz. O tema foi criado a partir de uma linha melódica que o músico e compositor brasileiro enviou a Pedro e que este completou com Tomás Marques.

Teresa Cristina, artista referência da Orquestra Bamba Social, foi convidada para dar voz a uma letra que reflete o privilégio que é compor e criar com amigos, transmissão do afeto de Pedro Pinheiro por Moacyr Luz. A multipremiada cantora é uma das maiores referências atuais do samba, tendo sido consagrada Artista do Ano de 2020 pela Associação Paulista de Críticos de Arte, entre muitas outras gratificações.

Segundo Pedro Pinheiro, a banda quis editar este videoclipe por Berço do Afeto ser uma canção de “aconchego”, adequada ao Inverno que está prestes a chegar. Para o músico, o tema transmite a “sensação de que se está à lareira, com um copo de vinho e um queijo da serra”.

Envolvendo mais de 30 músicos, Mundo Novo (2022) foi gravado entre Porto, Rio de Janeiro e Países Baixos e é caracterizado pela exploração e amplificação de sonoridades e horizontes da Orquestra Bamba Social dentro do universo musical lusófono. Berço do Afeto, tema que agora é editado em formato vídeo, conjuga a beleza da voz de Teresa Cristina à excelência da execução instrumental que caracteriza qualquer música da banda e ainda ao extraordinário arranjo de cordas de Reinaldo Costa, interpretado pelo quarteto Adlib Strings.

Fonte: SET

16/12/2023  11:06

IRMA regressa com novo single "tokame"

IRMA edita hoje tokame, primeiro single do seu segundo álbum. A música foi escrita e composta pela própria em colaboração com AGIR, que a coproduziu com Gui Salgueiro.

O nome da canção faz referência à simbiose entre um contacto dérmico e astral e à habilidade de falar através de contacto físico. Já disponível nas plataformas digitais, vem acompanhada de um videoclipe realizado por Dauto Galli.

TOKAME (sem género / sem classe definida): simbiose entre um contacto dérmico e astral. Habilidade fascinante de falar através de contacto físico. Dilatação pupilar do aconchego de pele com pele que cega e explode galáxias. Processo alquímico resultante da fusão de duas presenças que se fazem sentir. A urgência de fundir almas pelo toque dos corpos para se pertencerem.

Quando fiz o tokame senti vontade de celebrar o meu universo feminino. De enaltecê-lo sem sentir que estou a mais, mas sim a ocupar um espaço que é meu. Esse espaço onde posso dar atenção a desejos e vontades que me faz sentir mais mulher, segura e empoderada. O tokame é sobre a mulher que se permite ouvir e expressar-se.

IRMA

tokame marca o regresso de IRMA depois de no ano passado ter lançado o EP Filha da Tuga. A artista junta a sua delicada voz a uma sonoridade que viaja entre a música afropop e a eletrónica.

Com inúmeros palcos na sua história, entre os quais o do Montreux Jazz Festival, um dos mais prestigiados festivais do mundo, a curta carreira de IRMA tem-se revelado de constante ascensão. Autora dos êxitos Da Mesma Pele, single do primeiro álbum Primavera (2020), e Filha da Tuga, do EP com o mesmo nome, em tokame a cantora e compositora dá-nos uma amostra do que o futuro reserva para uma das mais promissoras artistas da nova geração.

Fonte: SET

13/12/2023  23:23

Camila Cabello, Luísa Sonza e Pedro Sampaio confirmados para o "Rock In Rio Lisboa 2024"

Por Redação

O Rock in Rio Lisboa prepara-se para uma edição histórica em 2024, e acaba de confirmar três artistas de renome internacional que prometem animar os palcos no dia 23 de junho, um dia dedicado ao público mais jovem. A superestrela global Camila Cabello vai subir ao Palco Mundo, enquanto Luísa Sonza e Pedro Sampaio levam a sua energia contagiante ao Palco Galp.

Foto: José A. Carvalho / Twenty4news

A cantora e compositora Camila Cabello, com uma carreira notável, tornou-se uma das artistas mais reconhecidas da atualidade. Desde os seus primeiros passos no cenário musical como parte do grupo Fifth Harmony até à sua bem-sucedida carreira a solo, a artista tem conquistado prémios e corações pelo mundo. A sua estreia a solo, com o álbum "Camila", foi aclamada pela crítica, destacando-se pela sua voz poderosa e pela capacidade de transmitir emoção através da sua música. Esta vai ser a primeira vez que a artista cubana, conhecida pelos seus êxitos globais como "Havana" e "Señorita", vai atuar em Portugal em nome próprio. A sua presença, anteriormente agendada para o Rock in Rio Lisboa 2020 e posteriormente cancelada devido à pandemia de Covid-19, é agora uma realidade muito aguardada por todos os seus admiradores em Portugal que vão poder testemunhar a sua performance carismática.

Com uma carreira ascendente, Luísa Sonza é uma das artistas mais talentosas do cenário musical brasileiro e vai mostrar esse talento no Palco Galp do Rock in Rio Lisboa. Já conquistou o público com a sua versatilidade musical que passa por diversos estilos que vão do pop ao funk. Os seus sucessos que ficam na cabeça, como “Não Preciso de Você Pra Nada”, “Garupa” e “Chico” tornaram-na uma referência na cena pop atual. Com uma presença de palco cativante e uma voz poderosa, Luísa Sonza está pronta para levar toda a sua energia e carisma aos fãs portugueses, proporcionando uma experiência única e inesquecível no festival.

O DJ e produtor musical brasileiro Pedro Sampaio é uma presença dinâmica no cenário da música eletrónica. Natural do Rio de Janeiro, Pedro Sampaio conquistou os corações dos fãs com a sua energia eletrizante e produções inovadoras, e destacou-se pela sua habilidade de criar mixagens cativantes. Os seus hits, como "Bota Pra Tremer" e "Faz Assim", rapidamente se tornaram sucessos nas pistas de dança e plataformas de streaming. Com uma abordagem única que mistura diferentes estilos musicais, Pedro Sampaio promete levar o público do Rock in Rio Lisboa a uma experiência eletrónica inesquecível no Palco Galp, tornando o último dia do festival ainda mais memorável.

"Com a confirmação da presença da extraordinária Camila Cabello no Palco Mundo e da Luísa Sonza e Pedro Sampaio no Palco Galp, no dia 23 de junho, o Rock in Rio Lisboa dá mais um passo para uma edição verdadeiramente memorável. Estes são os primeiros artistas anunciados para esse dia que vai mexer com o pessoal mais jovem, mas é apenas o começo das surpresas que reservamos para os nossos fãs. Ainda há muitos nomes emocionantes por revelar, que certamente tornarão esse dia inesquecível", afirma Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio.

Recorde-se que a 10ª edição do Rock in Rio Lisboa está marcada para os dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, no Parque Tejo Lisboa, onde vai ser construída a nova Cidade do Rock que vai receber a edição histórica que celebra os 20 anos deste festival em Portugal. Esta vai ser, sem dúvida, uma edição especial que vai oferecer muita música, muito entretenimento e muitas outras novidades que ainda estão por vir.

Fonte: Lift Consulting

CAMILA CABELLO

LUIÍSA SONJA

PEDRO SAMPAIO

10/12/2023  03:50

Bárbara Bandeira - “Como Tu” de Bárbara Bandeira é a música mais ouvida no Spotify em 2023

Bárbara Bandeira - Como Tu (feat. Ivandro)

Por Redação

Spotify Portugal anunciou que Como Tu, single sétima platina de Bárbara Bandeira, foi a música com mais streams em 2023. Trata-se da primeira vez que uma canção portuguesa é a mais ouvida do ano na plataforma. O dueto com Ivandro tem mais de 17 milhões de reproduções em 2023, contabilizando 24,5 milhões desde que foi editado.

A multiplatinada artista teve, ao longo do ano, 2,5 milhões de ouvintes na plataforma, divididos por 180 países, dos quais se destacam Portugal, França, Suíça, Brasil e Angola. Os subscritores do Spotify contribuíram com cerca de 31 milhões de audições das músicas da cantora.

Bárbara Bandeira editou em outubro o muito aguardado primeiro álbum Finda, que conta com os aclamados singles Carro (feat. Dillaz), Cristaliza e o já referido Como Tu (feat. Ivandro). Carro e Cristaliza têm já, respetivamente, 2,8 milhões e 680 mil audições no Spotify e constam ambas da playlist Pop PT (O melhor de 2023).

O sucesso destes temas alastrou-se também ao YouTube, onde Como Tu tem 26 milhões de visualizações, o videoclipe de Carro, lançado no mês passado, tem 2 milhões e o de Cristaliza, estreado no fim de setembro, conta com 860 mil. Carro é #1 no TOP de Vídeos de Música do YouTube e Cristaliza é #59.

As músicas de Bárbara Bandeira fazem ainda parte das playlists das principais estações de rádio portuguesas. Nesta altura, Carro é #5 no TOP da Rádio Comercial e Cristaliza é #9 no TOP da RFM.

A evidência do sucesso de Carro tem-se sentido também nas plataformas de descoberta de música. A colaboração com Dillaz é no momento #8 no TOP do Shazam.

2023 foi um ano em grande para Bárbara Bandeira, consagrando-a cada vez mais como uma das principais artistas pop portuguesas. Para além de ter lançado o já referido primeiro álbum Finda, esgotou o Sagres Campo Pequeno na sua estreia nesta sala e foi ainda convidada pelos Coldplay para fazer a abertura das quatro datas da banda no Estádio Cidade de Coimbra.

Fonte: SET

09/12/2023  16:30

Ala dos Namorados - Novo álbum "Brilhará"

Por Redação

O novo álbum de Ala dos Namorados, Brilhará, chegou às plataformas digitais dia 1 de dezembro. Este regresso muito aguardado pelos fãs será marcado também por uma parceria da banda com os CTT, que irão distribuir mais de quatro milhões de postais por caixas de correio de todo o país.

Além das já conhecidas Eu Só Sei Cantar Assim e Marcha Erasmus, o disco conta com mais nove canções, com letras escritas por reconhecidos autores como João Gil, Maria do Rosário Pedreira, Fernando Pessoa, Mia Couto, José Eduardo Agualusa, Zeca Baleiro, Nicolau Santos, Mário Rosa, Margarida Gil e Vicent Degiorgio. As músicas foram todas compostas por João Gil, à excepção de Lamentações cuja autoria é de Rafael Gil.

Sobre este trabalho e os 30 anos da banda, João Gil partilha que "a Ala dos Namorados a cumprir os seus 30 anos ocupa no mapa da música portuguesa um lugar especial, o seu próprio lugar. A designação de música popular urbana assenta-nos que nem uma luva mesmo quando recorremos ao imaginário beirão e à música mais telúrica da nossa tradição. Este nosso Brilhará é uma viagem apaixonante que reflete e reúne o melhor dos nossos mundos, os poemas e letras, a nossa marca musical, a interpretação e execução na voz e nos arranjos instrumentais. É uma equipaça de primeira que se entregou com a paixão e privilégio de fazer parte desta banda única e especial."

Também Nuno Guerreiro conta que "estes anos todos de vida artística, de tantos palcos e públicos significam para mim mudança, brilho, leveza e esperança. Eu mudei! Tudo isso se sente neste disco. Uma entrega emocional e física que se ouve em cada interpretação amadurecida pelos degraus e desafios da vida. Que belas são as canções e seus autores. Que privilégio! Que músicos sensacionais fazem parte delas. A Ala dos Namorados está VIVA, recomenda-se e BRILHARÁ!"

Os postais enviados pelos CTT terão um código QR que dá acesso ao álbum e uma zona onde cada um poderá escrever um sonho. Os dez sonhos mais inspiradores irão integrar o videoclipe do tema Para Onde Irão e também uma edição especial dos Postais dos Sonhos, disponíveis gratuitamente nas lojas CTT.

Fonte: Sons em Trânsito

01/12/2023  00:50

Rock In Rio Lisboa, revela Line-Up do Palco Mundo para o dia 15 de junho de 2024

Por Redação

Lisboa, 29 de novembro de 2023 – Após a emoção do anúncio do line-up que vai incendiar o Palco Mundo no dia 16 de junho de 2024, o Rock in Rio Lisboa revela agora os nomes que vão dar música ao primeiro dia desta edição comemorativa de 20 anos. Scorpions, Evanescence, Extreme e Xutos & Pontapés com a Orquestra Filarmónica Portuguesa, com concerto especialmente criado para celebrar os 20 anos do Rock in Rio, sobem ao Palco Mundo da Cidade do Rock, no dia 15 de junho, para um dia épico, com performances de artistas que marcaram gerações, 12 horas de música e um show interativo de luz e fogo de artifício.

Foto: José A. Carvalho / Twenty4news

Com cinco décadas de uma carreira extraordinária, os Scorpions têm uma história única com o Rock in Rio, desde a primeira edição no Rio de Janeiro em 1985. Foi lá que Roberto Medina ofereceu em palco uma guitarra à banda de “Wind of Change”, uma ação que se tornou num dos momentos mais aplaudidos do festival; até ao regresso épico em 2019, onde os Scorpions voltaram a tocar com a mesma guitarra. Em 2024, os mestres do rock alemães preparam-se para mais um capítulo emocionante da sua jornada no Palco Mundo do Rock in Rio Lisboa. Uma conexão que atravessa décadas, marcada por performances inesquecíveis e uma relação especial com o público, promete novamente animar a Cidade do Rock com a sua energia única. Uma celebração do passado e do presente, que ecoa a longevidade e a intemporalidade desta banda lendária.

Scorpions Moskau_2019 / photographerFrank C. Dunnhaupt3

Os Evanescence marcaram presença na primeira edição do Rock in Rio Lisboa, em 2004, e regressaram em 2012. Dois concertos, que proporcionaram momentos inesquecíveis ao público português, entrelaçando êxitos emblemáticos como "Bring Me to Life", "My Immortal" e "Going Under" com uma presença de palco cativante. Com uma carreira marcada por uma fusão única de rock alternativo e elementos sinfónicos, a banda liderada pela carismática Amy Lee construiu um legado musical que transcende gerações. Em 2024, os Evanescence prometem mais uma vez encantar o público do Rock in Rio Lisboa com a sua musicalidade envolvente e sucessos que ecoam na memória de todos os fãs.

Foto: @DR / Evanescence

Depois do anúncio da edição do novo álbum dos Extreme, chega agora a grande novidade de que o guitarrista Nuno Bettencourt e a sua banda vão atuar no Rock in Rio Lisboa. Eternamente associados ao hino “More than Words”, que tornou a banda mundialmente famosa em 1990 com o álbum de estreia homónimo, continuando até hoje a atravessar fronteiras e gerações, os Extreme voltaram a chamar a atenção depois do tema “Play with Me” ter sido incluído na banda sonora da quarta temporada da série “Stranger Things”. De volta a Portugal para atuar no Palco Mundo do Rock in Rio Lisboa no dia 15 de junho, num momento que coincide com o lançamento do tão aguardado álbum "Six", os Extreme vão mostrar que estão tão apaixonados como no primeiro dia.

Extreme_presspicture_by_esse Lirola_4

Os Xutos & Pontapés, verdadeiros ícones do rock em Portugal, prepararam para 2024 um concerto especial com a Orquestra Filarmónica Portuguesa, sob a batuta do Maestro Osvaldo Ferreira, desenhado especialmente para celebrar os 20 anos do Rock in Rio Lisboa. Com mais de 70 músicos em palco, esta colaboração promete elevar a experiência musical a novas alturas, oferecendo aos fãs uma celebração única e emocionante. Os Xutos têm marcado presença em todas as edições do Rock in Rio Lisboa, consolidando-se como parte integrante da história de duas décadas do festival. Passaram inclusive pelo Rock in Rio no Brasil, em 2011, onde atuaram com os Titãs, dando esta parceria, onde se sentiu uma sintonia absoluta entre as duas bandas, origem a um DVD.

Xutos & Pontapés / Orquestra Filarmónica Portuguesa / Foto @DR

No melhor estilo Rock in Rio de ser, estamos construindo um line-up que represente todas as gerações, começando com o top dos anos 90 até ao melhor do pop internacional e nacional. O Palco Mundo para o primeiro fim de semana já está revelado e estamos a preparar uma experiência musical verdadeiramente única e memorável para celebrar as duas décadas do festival em Portugal”, comenta Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio. “A diversidade de estilos e a qualidade artística vão marcar ambos os dias, proporcionando aos fãs experiências únicas, muita música e festa 12 horas por dia sem parar. O line-up já anunciado é apenas uma amostra do que está por vir, e mal podemos esperar para partilhar mais detalhes emocionantes em breve”.

Fonte: Rock In Rio Lisboa

28/11/2023  15:35

Milhanas, assinala Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres

Fotos: @DR

A propósito do Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, Milhanas divulgou o videoclipe de "Roubar Um Corpo" . A canção que faz parte do aclamado álbum De Sombra a Sombra retrata a dor e as lágrimas das mulheres que sofrem ou sofreram abuso e violência.

Roubar Um Corpo é um grito por todas as mulheres que já sofreram algum tipo de violência nas mãos de um homem, relançada hoje em forma de abraço a todas elas.

Milhanas

O videoclipe tem assinatura do multipremiado realizador Pedro Varela, responsável pelas séries Os Filhos do Rock e Esperança e também por A Canção de Lisboa, filme mais visto de 2016 em Portugal. A produção é da Blanche Filmes.

Acho que encontrei a metáfora de Roubar Um Corpo nesta ideia de ficar entre a vida e a morte. As mulheres que sofrem violência são deixadas depois em lugares escuros e de silêncio e é um pouco o que este rio representa. A própria Milhanas no filme vive entre o negro e o branco, o escuro e o claro. O filme a preto e branco vem daí, das duas representações dela mesma. Relata também esse lugar onde as pessoas são deixadas sem cor, onde tudo perde a vida, a saturação… sobra apenas o positivo e negativo, o preto e branco.

A Milhanas, é uma voz única única, seja a interpretar ou a escrever, e a sua entrega em palco ou frente às câmaras deixa-me sempre sem palavras, sem chão. E aqui neste nosso filme ela encarna profundamente o sofrimento das mulheres de quem fala, é um desempenho incrível e inesquecivel. Queríamos um filme duro, porque não há como falar sobre este tema de outra forma, as coisas duras vincam-se com maior facilidade na nossa memória. Por isso este filme tinha de ser assim, como uma cicatriz… que nos fica de algo que a gente não esquece.

Pedro Varela

Milhanas atuou este sábado na Gala GQ MOTY Awards, evento que premeia figuras pelo seu trabalho em áreas tão diversas como arte, ciência e direitos humanos. A participação no certame acontece no mesmo ano em que foi nomeada para Artista Revelação nos Prémios Play e para os Globos de Ouro nas categorias Prémio Revelação e Melhor Música, com Mais Que Ao Sol.

A artista de 22 anos editou este ano o já referido primeiro álbum De Sombra a Sombra, de onde saíram os singles Eu de Prosa, Mundo, Lamentos e também Mais Que Ao Sol. Recentemente, divulgou vídeos de versões acústicas de alguns dos temas que compõem o disco em dueto com AGIR, António Zambujo, Luísa Sobral, Ricardo Ribeiro e Salvador Sobral.

Fonte: SET

17/11/2023  11:00

“O Amor Nunca Acaba”, novo single de Diana Castro, já está disponível

Por Redação

Diana Castro edita hoje "O Amor Nunca Acaba", balada escrita e composta por Joana Espadinha. A produção musical ficou a cargo de João André e a produção vocal é da própria.

"O Amor Nunca Acaba" junta a forte presença do piano aos coros gospel de Diana Castro, Diana Martínez e Tó Cruz, abraçando a ideia de que o amor nunca morre, apenas adormece até voltar a acordar. Nas palavras da cantora, é uma balada sobre amor como “todas as baladas que existem”, mas também sobre “superação.”

Segundo a artista, a canção foi pensada para ser “poderosa e imponente” e ao mesmo tempo “frágil e vulnerável”, procurando que as pessoas reflitam sobre a “autossuperação no amor e na vida.” "O Amor Nunca Acaba" encontra-se disponível para escuta nas plataformas digitais e em vídeo, realizado por André Tentugal, no YouTube.

Recorde-se que esta não é a primeira vez que Diana Castro e Joana Espadinha colaboram. Em 2022, Joana convidou Diana a interpretar o tema Ginger Ale no Festival da Canção, que acabaria por alcançar o quarto lugar na final.

No início do ano, Diana Castro editou o primeiro álbum de originais princípio, meio e princípio, que conta com os singles se queres voar e alguém tem de sair. A cantora que foi finalista do The Voice Portugal regressa agora com uma balada que promete marcar o final de 2023 e abrir o apetite para o que o próximo ano irá trazer.

Ver Video 

Fonte: SET

12/11/2023  00:05

Pedro Abrunhosa anuncia concertos em Coimbra e Viana do Castelo

Pedro Abrunhosa vai atuar a 2 de fevereiro do próximo ano no Convento de São Francisco em Coimbra. Duas semanas depois, a 17 de fevereiro, o Centro Cultural de Viana do Castelo recebe o multiplatinado artista.

Trata-se de um regresso muito aguardado a duas das maiores salas portuguesas fora dos dois grandes centros urbanos. O maior showman português prepara assim dois concertos em Coimbra e Viana do Castelo que prometem o efeito catártico que nos vem habituando.

Estes concertos inserem-se na digressão que Pedro Abrunhosa prepara para 2024 em que, como sempre, a comunhão entre público e a poderosa escrita e melodias do músico será constante. Desta tour destaca-se ainda o regresso à mítica sala Olympia, em Paris, a 8 de Maio, mais um momento de consagração de um escritor de canções que coleciona milhares de concertos, recintos cheios, festivais, salas esgotadas e digressões que o levaram a todo o mundo.

A novidade surge no dia em que é dado a conhecer o hino celebrativo do Dia Nacional do Pijama 2023, "Ninguém Vai Ficar de Fora" . A iniciativa da Mundos de Vida realiza-se anualmente a 20 de novembro e coincide com a Convenção Internacional dos Direito da Infância, visando promover o “direito de uma criança a crescer numa família.”

Ainda este ano, o artista foi agraciado com a Medalha de Honra da Cidade do Porto e foi recebido pelo Papa no Vaticano. Os concertos, agora anunciados, antecipam o muito esperado nono álbum de originais, com lançamento previsto para o início de 2024.

O músico conta com mais de 60 concertos em 2023. Nestes destacam-se as quatro datas com os Camponeses de Pias em sala cheia no Coliseu Porto Ageas e no Coliseu dos Recreios, para além das duas sessões no Convento São Francisco, ao qual regressa agora apenas com os Comité Caviar. A digressão passou ainda por Canadá, Estados Unidos da América e Moçambique, assim como pelo North Music Festival e pelo Festival F, dois dos maiores festivais portugueses. Aquele que foi mais um ano em grande para o premiado escritor e compositor culmina em apoteose com um concerto no Tivoli Vilamoura na Passagem de Ano.

Fonte: SET

12/11/2023  00:04

Rita Rocha “Amigos com Benefícios”

Foi hoje editado o single "Amigos com Benefícios", primeira amostra do álbum de estreia de Rita Rocha, a ser editado no próximo ano. O tema foi escrito e composto pela própria com Nuno Siqueira, tendo a produção ficado a cargo de João André.

Nas palavras da autora, "Amigos com Benefícios" é a “melhor forma de voltar após uma fase mais romântica”, representada por temas como o platinado Mais ou Menos Isto. Rita Rocha acrescenta que esta canção marca uma “fase completamente oposta” ao EP A Miúda do 319, lançado este ano, e que se trata do “segundo capítulo” de um livro que trará muitas novidades no próximo ano.

A música pode ser ouvida nas plataformas digitais e vem acompanhada de um videoclipe realizado por Rita Seixas. Já disponível no YouTube, conta com as participações, entre outros, de Bárbara Tinoco e Carolina Deslandes.

Recorde-se que Rita Rocha foi anunciada como uma das autoras da edição de 2024 do Festival da Canção. A canção entregue foi uma das seis escolhidas entre as mais de 800 candidaturas realizadas pela livre submissão.

Com apenas 17 anos, a artista alcançou elevado airplay nas principais estações de rádio nacionais com os êxitos Outros Planos, Judo, A Miúda do 319 (feat. Bárbara Tinoco) e a já referida Mais ou Menos Isto. O sucesso da cantora foi evidenciado no concerto esgotado que deu no Teatro Sá da Bandeira, no Porto, onde apresentou o seu EP.

Este ano, Rita Rocha deu ainda voz ao tema Into the Void, parte da banda sonora da aclamada série portuguesa da Netflix, Rabo de Peixe. Foi ainda agraciada com o prémio “Escolha do Público” dos IPMA Awards, certame que teve lugar nos EUA e que premeia música produzida por artistas com ascendência portuguesa.

Para 2024 tem já confirmada a participação no Festival da Canção e a edição do primeiro álbum de originais. O próximo ano promete, assim, evidenciar o talento de Rita Rocha para a escrita e composição, mas também consolidá-la como uma das grandes intérpretes pop da nova geração.

Fonte: SET

01/11/2023  16:40

"Calma" by Carolina Deslandes

Por Redação

Depois de nos convidar a conhecer o seu “disco de libertação” CAOS, Carolina Deslandes traz-nos “calma”, a segunda parte do seu quarto álbum de originais a ser editada a 17 de novembro, em formato físico e em todas as plataformas digitais.

Escrito por Carolina Deslandes, calma é composto ao lado de Diogo Clemente, que assina também a produção deste álbum, num conjunto de canções interpretadas na íntegra pela autora e nas quais espelha a sua autenticidade numa fusão de sentimentos e emoções.

Carolina Deslandes, que recentemente subiu ao palco de grandes festivais como o NOS Alive e o Marés Vivas, antecede este lançamento aos tão esperados concertos em nome próprio na Altice Arena, em Lisboa, e na Super Bock Arena, no Porto. Duas datas especiais e o culminar da digressão do êxito CAOS, e que marcam também a apresentação do novo calma. 

De recordar que a artista está nomeada para os MTV EMAs 2023 na categoria de Melhor Artista Português, vendo assim o seu percurso ser reconhecido, uma vez mais, a nível internacional, com um lugar na lista de artistas a correr a estes prémios de música. As votações para esta categoria estão abertas aqui 

Fonte: SET

19/10/2023  14:32

ROCK IN RIO LISBOA, ANUNCIA CARTAZ COMPLETO DO PALCO MUNDO PARA O DIA DE ED SHEERAN E VENDA DE BILHETES A 20 DE OUTUBRO EM EXCLUSIVO NA WORTEN E NO SITE DO FESTIVAL

Por Redação


Lisboa, 18 de outubro de 2023 - Após ter surpreendido os fãs com a nova localização para a edição que comemora os 20 anos do Rock in Rio Lisboa no Parque Tejo Lisboa, o festival acaba de revelar os nomes que se vão juntar a Ed Sheeran no Palco Mundo da Cidade do Rock, no dia 16 de junho de 2024. Calum Scott, Jão e Fernando Daniel juntam-se assim ao artista britânico, prometendo um dia repleto de hits.


Foto: José A. Carvalho/Twenty4news

CARTAZ PALCO MUNDO DE 16 DE JUNHO COMPLETO! 

À estrela britânica Ed Sheeran juntam-se, agora, Calum Scott, o fenómeno da pop brasileira Jão e o artista português Fernando Daniel. 

Nascido no Reino Unido, Calum Scott ganhou reconhecimento global graças à sua incrível interpretação de "Dancing On My Own" e pela sua canção original “You Are The Reason”, que captaram a emoção de muitos corações. A sua voz emotiva e autêntica ressoa com uma profundidade emocional que é difícil de igualar. No Palco Mundo, os fãs vão poder esperar uma atuação poderosa e comovente que deixará certamente uma marca! 

O talentoso cantor e compositor brasileiro Jão é uma das vozes mais promissoras da música pop brasileira. Com sucessos como “Imaturo” e “Coringa”, Jão conquistou os seus fãs, e o seu estilo musical cativante e presença no palco eletrizante vão incendiar o Palco Mundo. O Rock in Rio Lisboa vai proporcionar a Jão a oportunidade de se estrear num Festival em Portugal. 

Fernando Daniel é o primeiro nome português a ser confirmado na edição do Rock in Rio Lisboa 2024. Canções como “Nada Mais” e “Tal Como Sou” são bons exemplos da profundidade das suas letras e da intensidade das suas interpretações, características que o levaram a conquistar o grande número de fãs que o apoiam desde os primeiros passos. Agora, chegou a vez de Fernando Daniel pisar o maior placo do festival, o Palco Mundo, e cativar os corações do público com a uma performance que vai celebrar a música nacional. 

WORTEN É BILHETEIRA OFICIAL DO FESTIVAL 

O Rock in Rio anunciou ainda que, pela primeira vez em 20 anos, a Worten passa a ser a bilheteira oficial do festival, marcando uma colaboração que promete revolucionar a experiência de compra de bilhetes já que a cadeia de retalho conta com mais de 150 pontos de venda (lojas Worten) de norte a sul do país a que se juntam o website Worten e a APP Worten. Comprar bilhetes vai tornar-se mais acessível e prático para todos os fãs. 

António Fuzeta da Ponte, Diretor de Marca e Comunicação da Worten, afirma: "Esta parceria com o Rock in Rio é uma extensão natural da relação que temos vindo a consolidar ao longo dos últimos anos com o festival e reforça o compromisso da Worten com a cultura e o entretenimento. Só a maior bilheteira do país podia ser a bilheteira oficial do maior festival do país. É uma grande honra fazer parte desta edição especial do festival." 

"A Worten, conhecida por ter “tudo e mais não sei quê", não poderia ser uma escolha mais adequada para dar as boas-vindas aos primeiros fãs que querem marcar presença numa edição tão especial. A parceria tem como objetivo facilitar o acesso aos bilhetes, centralizando sua compra nas lojas, no site da Worten, na APP Worten assim como no site oficial do Rock in Rio Lisboa", comenta Roberta Medina. 

Além de ser a bilheteira oficial, a Worten traz também dois rostos icónicos: Ricardo Araújo Pereira e Inês Aires Pereira que já são a imagem da marca e vão protagonizar a campanha de Natal Worten X Rock in Rio. Uma oferta especial que, sem dúvida, tornará o Natal de muitos fãs mais brilhante, à medida que se preparam para vivenciar a emoção do festival. 

Fonte: Lift

18/10/2023  01:39

António Zambujo apresenta “Cidade” nos Coliseus

Por Redação

António Zambujo vai apresentar ao vivo Cidade no início do próximo ano: dia 3 de fevereiro no Coliseu de Lisboa e dia 16 de fevereiro no Coliseu do Porto. O décimo álbum do músico é editado a 10 de novembro e já se encontra em pré-venda na Fnac.

Inteiramente escrito e composto por Miguel Araújo, o disco conta com 12 canções de que faz parte o single Dancemos um Slow e também as já editadas Lua, Uma Valsa Urgente, Romance de Cordel, Nas Bocas do Mundo, Saga Inaudita do Bom Jesus de Teibas, 5 Minutos de Whisky, Céu e Sagitário.

“Na altura em que fui escrevendo estas canções, fui-me apercebendo dum subtexto comum que as atravessava, contribuindo para um todo que, no meu imaginário, se assemelhava a algo como "solidão urbana". Estas são canções de cidade, de solidão partilhada por milhões de vizinhos que se acotovelam e encurralam numa gaiola comum.

Qualquer música melhora quando é ele a cantá-la. Estas canções são tanto dele como minhas. Ficaram para ele, são dele agora, sorte a delas, sorte a minha.”

Veja o vídeo 

Fonte: SET

12/10/2023  19:24

Rock In Rio Celebra 20 anos

Por Redação

"Com edição especial no Parque Tejo Lisboa e Ed Sheeran como Headliner "

Lisboa, 12 de outubro de 2023 - Passaram-se 20 anos desde a primeira edição do Rock in Rio Lisboa. Duas décadas de histórias, memórias, grandes concertos, novos formatos de entretenimento. Foram 9 edições, mais de 3 milhões visitantes na Cidade do Rock, mais de 225 milhões de euros de investimento, mais de 87 mil empregos gerados no país, cerca de 5,6 milhões de euros investidos em causas socioambientais e inúmeras ações, entre as quais a instalação de painéis fotovoltaicos em escolas, projeto de reflorestação de floresta ardida, equipar hospitais e IPSS, construção de salas sensoriais para jovens, entre outros. Em 2024, o festival que se estreou em Lisboa no ano de 2004, está de volta para uma edição especial, com grandes novidades entre as quais uma nova localização e o primeiro headliner confirmado! 

Fotos: José A. Carvalho/Twenty4news

Nos dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024, uma nova Cidade do Rock vai abrir portas no Parque Tejo Lisboa, numa ode à cidade que acolheu o festival em 2004, com o Tejo e a Ponte Vasco da Gama no cenário de fundo. Um convite inicialmente lançado pela Câmara Municipal de Lisboa, para assinalar uma data especial, tornando o Rock in Rio Lisboa no primeiro grande evento a ocupar o recente Parque Tejo Lisboa tal como aconteceu há 20 anos, quando o festival se estabeleceu no Parque da Bela Vista. 

As novidades não ficam por aqui! 20 anos merecem uma banda sonora à altura e, por isso, o festival convidou Ed Sheeran, que se apresentou pela primeira vez em Portugal em 2014, precisamente no Palco Mundo do Rock in Rio Lisboa, para regressar à Cidade do Rock. O artista é assim o primeiro nome confirmado para a 10ª edição do festival, sendo headliner do dia 16 de junho e levando ao Palco Mundo grandes hits e os seus temas mais recentes, do álbum Autumn Variations.

“Olhar para trás e ver o trajeto do Rock in Rio desde a chegada a Portugal, em 2004, o quanto o festival e o mercado evoluíram, os desafios que superámos, o legado que já deixámos, todas as pessoas que marcámos e os projetos que ao longo dos anos fomos criando e apoiando, que nos permitiriam ajudar a transformar vidas, é isso que faz valer a pena. E é isso que queremos celebrar, com todos aqueles que fizeram e fazem estes 20 anos possíveis: o público, de todas as idades, crenças, estilos; os artistas, do rock ao pop aos mais recentes fenómenos digitais; sem esquecer obviamente os protagonistas dos bastidores, que são todos os que trabalham para colocar de pé o festival, e os parceiros que fazem tudo isso ser possível e que mergulham com a gente com o mesmo empenho, dedicação e vontade de fazer um mundo melhor.”, afirma Roberta Medina, Vice Presidente Executiva do Rock in Rio. “E como não é todos os dias que se faz 20 anos, vamos fazer aquilo que melhor sabemos fazer, a festa!, numa edição especial: num espaço novo que vai permitir trazer mais entretenimento, mais conforto, casas de banho, áreas de alimentação e de descanso, elevando a experiência do público a um outro patamar, e que também nos vai permitir trazer novas propostas para dentro da Cidade do Rock, que na largada já traz Ed Sheeran na banda sonora! Não poderíamos ter um início melhor!”, acrescenta. 

“Esta será, sem dúvida, uma edição histórica, que surge do convite do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, para estrearmos o Parque Tejo Lisboa como local para grandes eventos pós Jornada Mundial da Juventude ao mesmo tempo que aproveitam esta oportunidade para recuperar o prado da Bela Vista, necessidade que já indicámos há muitos anos”, conclui. 

Roberta Medina salienta ainda que “somos apaixonados pela Bela Vista e ficamos felizes por ver que em 2025 a cidade terá os seus dois grandes espaços para eventos ainda mais valorizados. A nossa relação com a comunidade local da Bela Vista continuará como sempre foi, continuaremos trabalhando com a comunidade na promoção positiva do bairro e dos seus talentos, em geração de emprego, acesso à cultura e muito mais.” 

“Não podia estar mais satisfeito com este anúncio da próxima edição do Rock in Rio se realizar no Parque Tejo Lisboa. Reforçado, ainda, por uma data tão marcante como são os 20 anos deste festival que tem já uma relação umbilical com a cidade. Depois do enorme sucesso da JMJ, com imagens e cenários únicos que chegaram a todo o mundo, temos agora a oportunidade do Parque Tejo Lisboa receber o Rock in Rio, permitindo assim que o Parque da Bela Vista possa ser recuperado no próximo ano. O Parque Tejo Lisboa é um novo parque que nasceu para a cidade, mas é também um novo espaço que nasceu para grandes eventos em Lisboa. Não podíamos começar da melhor maneira.“, confirma Carlos Moedas, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. 

UMA NOVA CIDADE DO ROCK ESTÁ PRESTES A NASCER 

As portas da nova Cidade do Rock, no Parque Tejo Lisboa, abrem ao público nos dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024. Esta nova localização, manterá a capacidade do anterior recinto, no Parque da Bela Vista, para 80.000 pessoas. A área da clareira do Palco Mundo terá aproximadamente as mesmas dimensões da clareira do Palco Mundo do Parque da Bela Vista, mas serão utilizados 30 mil m2 a mais para dar conforto para o público passear entre atrações e para trazer novas atrações. Esta nova localização oferecerá ao público uma experiência melhorada uma vez que o espaço é mais amplo, permitindo assim aumentar áreas de descanso e lazer e uma circulação mais fluida no recinto, alem de possibilitar uma melhor acessibilidade por ser um terreno mais plano. 

“Estamos a estudar detalhadamente o Parque Tejo Lisboa em busca das melhores localizações para os nossos espaços, com a principal preocupação de garantir ao público uma experiência confortável e assegurando o bem-estar dos moradores da região! Vamos distribuir, por isso, os nossos palcos de forma a aproveitar os anfiteatros naturais que o parque já tem, tirando o melhor partido do terreno.”, explica Ricardo Acto, Vice-Presidente de Operações da Rock World. 

A nova Cidade do Rock vai permitir, ainda, melhorias no Parque Tejo Lisboa em termos de infraestruturas, que serão construídas para o evento e que, posteriormente, ficam para o Parque como sombras e infraestruturas sanitárias. 

Mas as novidades continuam: o icónico Palco Mundo, que esta edição vai beneficiar de um cenário de fundo deslumbrante entre o Rio Tejo e a Ponte Vasco da Gama, vai continuar a receber os maiores artistas nacionais e internacionais (estando já confirmada a presença de Ed Sheeran nesta edição) e vai contar com um espetáculo audiovisual comemorativo dos 20 anos a acontecer diariamente, na clareira deste palco. De volta a Cidade do Rock está, também, o Galp Music Valley, confirmando assim a Galp como Patrocinador Principal de mais uma edição do Rock in Rio Lisboa. O palco irá continuar a trazer propostas musicais nacionais e internacionais ainda de maior relevância, para todas as idades e estilos musicais. 

Outra novidade para esta edição é que a Cidade do Rock contará com um novo Palco, que surge como parte da estratégia do festival de reforçar a oferta musical trazendo ainda mais concertos de grande porte para o seu vasto cardápio de entretenimento. 

“Acreditamos que todos os palcos são protagonistas, cada um com a sua relevância artística. Montamos o nosso cartaz atendendo às vontades do público mas querendo também surpreender. Um festival é isso mesmo: um lugar onde você vai para ver e ouvir seus artistas preferidos mas também para descobrir novos artistas por quem vai se apaixonar.”, afirma Zé Ricardo, Vice-Presidente Artístico da Rock World.

Continuando a visita pela nova Cidade do Rock, quem também volta a marcar presença na edição comemorativa dos 20 anos do festival é o Super Bock Digital Stage que oferecerá uma grande experiência de entretenimento, com música, dança e humor, projetando os momentos mais virais dos últimos 20 anos e apresentando as estrelas da internet que moldarão os próximos 20.

A Rock Street também está de volta e regressa com o mesmo tom provocativo, para falar do encontro entre pessoas e tecnologia e como valorizamos o humano e usamos a tecnologia de forma construtiva e saudável. Outros espaços que se revelaram um sucesso na sua estreia, em 2022, também transitam para o novo recinto, nomeadamente o Chef’s Garden, que vai trazer o melhor da portugalidade através da gastronomia para dentro da Cidade do Rock; e o ESC Online Sports Bar, que ganha um protagonismo maior esta edição por coincidir com período de campeonato europeu de futebol. 

Mas há mais novidades: uma estreia nesta nova Cidade do Rock é a Rota 85. Se o Rock in Rio em Portugal celebra 20 anos, não podemos esquecer que a sua história, na verdade, começou duas décadas antes, mais concretamente em 1985, quando Roberto Medina fundou o festival no Rio de Janeiro, dando voz a uma geração oprimida que acabava de sair da ditadura militar. 40 anos depois, o festival já percorreu o mundo, mantem uma base no Brasil e outra em Portugal e já deixou um legado por todos os países por onde passou. Nesta Rota 85, o público vai poder conhecer melhor a história daquele que hoje é um dos maiores eventos de música do mundo, fotografar vários elementos cenográficos gigantes que certamente vão rechear páginas de Instagram (como o famoso ténis enlameado, uma das imagens de marca da primeira edição da história do festival), assistir a um pequeno filme documental do festival no cinema da Rota, celebrar a sua união com o Elvis na capela bem ao estilo de Las Vegas entre outras atividades. 

Mas não só de música e entretenimento se faz o Rock in Rio. É sabido que o festival se pauta, também, pelo seu compromisso para com o futuro e que em 2001 lançou o projeto social “Por um Mundo Melhor” como forma de formalizar aquilo que desde 1985 já estava no seu ADN. Desde então, o festival tem vindo a ampliar a sua atuação, adotando e incentivando práticas que apoiem o coletivo e contribuam para a construção de um mundo melhor, unindo-se para isso a empresas, associações e parceiros que possuem essa mesma visão. Nesta edição, o Mundo Melhor também será celebrado e com direito a um espaço próprio: na já icónica Pala do Parque Tejo Lisboa, o festival irá criar uma área que explora estes 20 anos na perspetiva socioambiental, recordando os projetos que fazem parte do legado do festival. 

“A Pala do Parque Tejo Lisboa é já um ícone deste espaço, tendo uma grande importância simbólica para a cidade. Quisemos destacar essa importância e dar-lhe um papel central nesta edição especial do Rock in Rio Lisboa, tendo sido o local escolhido para materializar o conceito da nossa campanha, “All in Rio”, e o nosso propósito de mundo melhor. Será, assim, o palco do Mundo Melhor, onde será possível revisitar as várias iniciativas desenvolvidas - desde o Rock in Rio Escola Solar (que em 2009 recebeu o Energy Globe Award), passando por projetos de reflorestação, leilões solidários e experiências com artistas, iniciativas que permitiram equipar hospitais e IPSS, construção de salas sensoriais para jovens, entre tantos outros - e rebater ideias e compromissos para o futuro”, revela Roberta Medina. 

Além de todos estes espaços, a oferta da Cidade do Rock só fica completa com a presença da famosa roda gigante Pisca Pisca e do slide 7Up, que voltará a proporcionar o voo mais incrível de toda a Cidade do Rock e de toda a Lisboa. Haverá ainda espaço no recinto para a já tradicional e sofisticada Área VIP Gato Preto, para os rooftops, para a icónica fonte, um dos locais mais fotografados do recinto, e para um Premium Club (camarotes com vista privilegiada para o Palco Mundo). 

ED SHEERAN DE REGRESSO AO ROCK IN RIO LISBOA 

Nesta edição de grandes celebrações, a primeira grande revelação do cartaz é o aclamado artista britânico Ed Sheeran, que regressa precisamente 10 anos depois ao festival que o viu brilhar na sua estreia memorável em Portugal. 

Ed Sheeran tem uma carreira repleta de êxitos, prémios e milhões de fãs por todo o mundo. Músicas como "Shape of You", "Thinking Out Loud" e "Perfect" são hinos que transcenderam fronteiras e conquistaram fãs de todas as idades. Vendeu mais de 56 milhões de álbuns e 150 milhões de singles por todo o mundo. Através do seu estilo que funde composições provocadoras, pop universal e influencia de vários géneros, consegue chegar além do seu público, transcendendo gerações. 

Desde que surgiu no circuito do Reino Unido em 2010 com o seu "No.5 Collaborations Project", o artista nascido em Suffolk tem conquistado fãs em todo o mundo através da sua inigualável versatilidade e capacidade de composição. Agora, com sete álbuns consecutivos no primeiro lugar do Reino Unido - '+' (2011), 'x' (2014), '÷' (2017), 'No.6 Collaborations Project' (2019), '=' (2021), '-' (2023) e Autumn Variations (2023) - Sheeran continua a reafirmar o seu estatuto de uma das estrelas pop mais requisitadas do planeta. 

Antes do lançamento de '=' (outubro de 2021) - um álbum que já ultrapassou os seis milhões de vendas globais - Sheeran assegurou dois singles nº 1 no Reino Unido com 'Bad Habits' e 'Shivers', que ficaram no topo da Official Singles Chart do Reino Unido durante um total combinado de 15 semanas. Além disso, o LP levou para casa 2 EMA's para "Best Artist" e "Best Song"; um American Music Award para "Favorite Male Pop Artist"; "Solo Artist of the Year" da GQ britânica; 4 prémios Los40; um BRIT Award para "Songwriter of the Year" juntamente com uma nomeação para “Song of the Year” nos GRAMMY's de 2022. 

Mas não são apenas as suas músicas que fizeram com que o cabeça de cartaz do Rock in Rio Lisboa se tornasse num dos artistas mais procurados do século XXI. Possuidor de uma capacidade mística de transformar recintos com capacidade para 90.000 pessoas nas salas dos pubs onde começou a tocar, Ed fez história em 2015 depois de se tornar no primeiro artista de sempre a tocar no Estádio de Wembley a solo - sem banda, apenas com a sua guitarra e pedal de loop - durante três noites consecutivas esgotadas. Avançando até ao verão de 2019, Ed voltaria a entrar nos livros de história após a conclusão da sua gigantesca digressão Divide de dois anos, tornando-se oficialmente na digressão com maior adesão de todos os tempos, depois de ter culminado com espetáculos especiais de regresso a casa em Ipswich, Suffolk. Desde o verão passado, Ed está atualmente a viajar pelo mundo na sua "+ - = ÷ x Tour" (pronuncia-se "The Mathematics Tour"). 

Ed Sheeran, que foi galardoado com um MBE, em 2017, pela contribuição que tem feito à música e à caridade, é o orgulhoso vencedor de um IFPI Award (artista global que mais vendeu em 2017); um BRIT Billion Gold Award; quatro Grammys; quatro Ivor Novello's; sete BRIT Awards (incluindo duas vitórias consecutivas para "Sucesso Global" em 2018 e 2019); sete Prémios Billboard e muitos mais. Além disso, até hoje, o seu terceiro álbum de estúdio, "÷", continua a ser o álbum mais vendido de sempre por um artista masculino no Reino Unido, enquanto o single principal do LP, "Shape of You", mantém o seu estatuto de canção mais transmitida na história do Spotify. 

UM MARCO DE 20 ANOS 

Ao longo de duas décadas, o Rock in Rio Lisboa tem sido um farol da música, da cultura e do entretenimento em Portugal e além-fronteiras. Desde o seu início, em 2004, o festival tem crescido e evoluído, tornando-se uma parte inestimável da cultura musical do país. Com nove edições históricas apenas em Portugal (22 no mundo), mais de 1.100 artistas, um público de mais de 3 milhões de pessoas, e a criação de mais de 87.000 empregos diretos e indiretos, o Rock in Rio Lisboa estabeleceu-se como um evento que transcende a música e torna-se uma força motriz para a economia, a cultura e o desenvolvimento social de Portugal. 

Na sua primeira edição fora do Brasil, em Lisboa, o evento foi um sucesso imediato, transformando a Cidade do Rock num ponto de referência e colocando o Parque da Bela Vista no mapa, até então desconhecido para a maioria dos Lisboetas. Em 2014, o festival celebrou 10 anos com um momento épico que reuniu The Rolling Stones e Bruce Springsteen no mesmo palco. Foi ainda o ano em que o festival atingiu um marco significativo ao alcançar 500 mil fãs no Facebook, sendo o primeiro evento do género em Portugal a atingir esse número. 

A edição de 2018 trouxe inovações, como o Music Valley e a Worten Game Ring, e em 2019, embora sem acontecer nenhuma edição do festival, houve celebrações especiais dos 15 anos, incluindo um calendário de ações como as Galp Music Valley Sessions e a marcante Celebration na Torre de Belém. 

No capítulo “Por um Mundo Melhor”, muito se pode escrever sobre estes 20 anos. Se os números falarem, irão contar mais de 87 mil empregos criados no país (direta e indiretamente) e mais de 5,6 milhões de euros investidos em causas socioambientais. Pelo caminho, somam-se também vários reconhecimentos nacionais e internacionais no âmbito do poder concretizador do festival, em termos de sustentabilidade, tendo sido recentemente distinguido com o prémio Iberian Festival Awards 2023 na categoria “Best National and Iberian Sustainability Award”; em 2018 o Sê-Lo Verde do Ministério do Ambiente pelas boas práticas de sustentabilidade implementadas; em 2017 o Global Conservation Hero Award da Conservation International pelo projeto Amazonia Live; em 2009 recebeu o Energy Globe Award pelo projeto Rock in Rio Escola Solar. Em 2013 foi o coroar de todo o trabalho tendo obtido a certificação na norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. 

E para arrancar com chave de ouro, o Rock in Rio Lisboa também apresenta uma nova campanha de comunicação que visa transmitir os 20 anos de emoções, valores e vontade de um mundo melhor, nas celebrações de uma data tão especial. "All in Rio" é o conceito que reflete aquilo que o Rock in Rio sempre foi e procura continuar a ser: uma plataforma multi experiência, agregadora, inclusiva, que através da música e do entretenimento aborda temas relevantes para a construção do futuro coletivo que queremos construir. 

Fonte: Rock In Rio

09/10/2023  11:50

Where I Belong a Canção Portuguesa do “JUNIOR EUROVISION SONG CONTEST 2023”

Fotos: RTP

Chegou a hora que todos esperávamos. Vamos conhecer a canção que irá representar Portugal no JUNIOR EUROVISION SONG CONTEST 2023.

Where I Belong tem autoria de Fernando Daniel, João Direitinho, Aurora Pinto e Twins (Luís Pereira) e é a canção que representará Portugal no Junior Eurovision Song Contest. Veja o videoclip.

O tema é interpretado por Júlia Machado, a vencedora do The Voice Kids 2023, de 13 anos e a viver nos Estados Unidos. Adora Portugal e o verão para si é sempre em Portugal, o seu país natal.

Where I Belong fala de uma viagem e de todas as incertezas e riscos que a busca por um lugar melhor pode envolver. A história de alguém que vive em um lugar escuro e triste e tenta encontrar uma vida mais brilhante. Um sítio a que possa chamar casa.

Júlia assumiu publicamente ter sofrido bullying. Esta canção é sobre ela, mas a própria espera que sirva como um alerta e um “grito solidário” para com todos aqueles que passam por uma situação semelhante.

Júlia com Where I Belong representará Portugal em Nice, no próximo dia 26 de novembro. Acompanhe tudo na RTP 1, RTP Play e na Rádio ZigZag

25/09/2023  17:33

Bárbara Bandeira, lança o seu álbum de estreia "Finda"!  

Finda é o nome do muito aguardado álbum de estreia de Bárbara Bandeira e fica disponível nas plataformas digitais a 6 de outubro – mas já é possível fazer pre-save. No Youtube estreou hoje o videoclip da primeira faixa, Finda (Intro).

O álbum inclui os já conhecidos temas Ou Não e Como Tu (feat. Ivandro) - single que atingiu a sexta platina no passado mês de agosto. Para além deste, o longa-duração contém mais 10 temas inéditos com participações de peso como PJ Morton, MARO e Dillaz.

O alinhamento do disco representa uma jornada pelo processo metamorfose, correspondendo cada música a uma etapa diferente desse percurso interior – até que tudo finde e nos possamos transformar com liberdade. Bárbara surge simbolicamente na capa com asas de borboleta, refletindo-se assim essa metamorfose de que nos fala também o video de introdução do álbum, revelado hoje. O vídeo conta com realização de Rúben do Valle e inaugura oficialmente esta nova fase na carreira de Bárbara Bandeira.

Em 2022, Bárbara Bandeira foi a artista feminina nacional mais ouvida no Spotify, tendo mais de meio milhão de ouvintes mensais nesta plataforma. Já este ano, a artista foi convidada pelos Coldplay para abrir os seus quatro concertos esgotados no Estádio Municipal de Coimbra, onde atuou para mais de 220 mil pessoas e subiu a palco com Chris Martin, que elogiou a sua prestação perante um público rendido.

A 28 de outubro, Bárbara Bandeira tem concerto marcado no Campo Pequeno, em Lisboa, onde irá apresentar pela primeira vez ao vivo as canções que fazem parte de Finda. 

Fonte: SET

14/09/2023  04:10

"Fui o Teu Troféu"

Por José A. Carvalho/Twenty4news

Impotentes e amordaçados pelo medo, sabemos que a violência doméstica vive paredes-meias com quem coabitamos e por essa razão a cumplicidade é de todos.  Muitas vezes difícil de quantificar, é um crime oculto que ataca silenciosamente milhões de mulheres indefesas pelo poder e controlo do agressor e as consequências têm um impacto mental, emocional, físico, social e financeiro que condenam a vitima a um sofrimento atroz e muitas vezes à morte.

Vivida pela mulher e perpetrada por homens na sua maioria, a violência doméstica na maioria dos casos é iniciada pelo controle coercitivo, por ameaças, humilhação e intimidação de forma a prejudicar, punir ou assustar a vítima e é esta a razão pela qual, as vitimas vivem silenciosamente até à sua morte. 

Joana Araújo, Relações Públicas da TVI dos programas “Dois às Dez”, “Em Família” e “Somos Portugal” sensibilizada pela realidade diária que o país enfrenta, com 12 casos de vitimas mortais em 2023 até à data, tomou a iniciativa de compor uma canção dedicada a todas as vítimas de violência doméstica, como forma de sensibilizar a sociedade para este flagelo que mora junto de Nós.

“Fui o Teu Troféu” -  de acordo com Joana Araújo a canção foi escrita numa noite de insónia: “estava a tentar dormir e surgiu a primeira frase do refrão...tentei ignorar e pensei...não são horas, tenho que tentar dormir...surgiu a segunda e tudo começou a desenrolar-se sem me sair da cabeça. Peguei no telefone e resolvi escrevê-la, para que o meu cérebro pudesse sossegar. Julgo, que tudo isto começa com a influencia do número de casos apresentados nas crónicas diárias dos programas da TVI, com o que se vê e vive”. 

“Depois da letra criada, o Alex que é o Diretor Musical, foi quem fez a música seguindo algumas orientações minhas”. De facto, “Fui o Teu Troféu” regista a forma mais pura que transporta no tempo, as memórias que desperta na simples junção de acordes e vozes singulares, melodia e palavras que afloram as mais variadas emoções. 

“Fui o Teu Troféu”Letra: Joana Freitas Araújo Música: David Navarro Vozes: Ana Cunha, Dra. Ana Isabel Pedroso, Anna Duarte, Bárbara Feio, Agente Bárbara Lopes (PSP), Alferes Bruna Almeida (GNR), Cleo Malulo, Elsa Sobral (APAV), Bombeira Filipa Mendonça (BVC), Joana Amaral Dias, Joana Freitas Araújo, Joana Bastos, Kiara Timas, Marta Taborda, Maya, Mónica Jardim, Patrícia Cipriano, Paula Teixeira, Sónia Costa, Susana Pinto, Tanya, Thaís Campos, Vanessa Silva, Vera de Melo, e Wanda Stuar Editora: Vidisco.

Fotos: José A. Carvalho/Twenty4news

13/09/2023 16:20

Douro & Porto Wine Festival: o maior festival de vinho, música e gastronomia da Península Ibérica regressa esta sexta-feira a Lamego!

O Douro & Porto Wine Festival está aí à porta! O evento que todos esperavam ansiosamente está prestes a iniciar-se e, durante os dias 15 e 16 de setembro, promete ser uma celebração memorável da região vinícola do Douro, da música nacional e internacional, da gastronomia de dar água na boca e, claro, dos vinhos tão típicos desta região.

Com um line-up de artistas de renome internacional, degustações de vinhos de alta qualidade e apresentações de chefs de prestígio, o Douro & Porto Wine Festival promete ser inesquecível. Num cenário deslumbrante no Porto Comercial de Cambres, que oferece vistas panorâmicas do majestoso rio Douro, o festival é um tributo à tradição e à herança desta região vinícola reconhecida mundialmente. Num ano especial em que o Douro é celebrado como a Cidade Europeia do Vinho, o Douro & Porto Wine Festival é o ponto alto das comemorações, fazendo parte da agenda cultural da região.

Foto: Novum Canal

Wine Village

A Wine Village do Douro & Porto Wine Festival vai contar, na sua segunda edição, com 600 rótulos dos melhores vinhos da região, para uma verdadeira celebração do Douro Cidade Europeia do Vinho 2023! Com a presença de quintas emblemáticas como a Quinta da Pacheca, Quinta do Carvalhido, CARM, 100Hectares, Taylor’s Port, Esmero & Mimo, Foz do Corgo e muitas mais, a Wine Village é um espaço encantador que foi pensado para receber todos os amantes de vinhos que visitam o festival. Com curadoria da Essência do Vinho, o público vai poder comprar uma variedade de vinhos e espumantes da região do Douro

Douro & Porto Stage - um Line-Up Inesquecível

O festival conta com um line-up de artistas nacionais e internacionais que prometem entreter o público e fazê-los dançar e cantar até ao fim. No primeiro dia, aclamados artistas como Paulo Gonzo, Delfins, Mariza e UB40 featuring Ali Campbell vão incendiar o palco com os seus sucessos imperdíveis. No segundo dia, não poderá perder as performances de Matias Damásio, Nik Kershaw, Michael Bolton e José Cid. Será um fim de semana repleto de música e emoção!

Mais informações 

Fonte: lift

12/09/2023  03:34

Festival F despede-se em apoteose

No último dia, Festival F atendeu a chamada de Bárbara Tinoco e caiu nos braços de Pedro Abrunhosa.

Pouco passava das 18h quando os espectadores começaram a encher o recinto do Festival F. No último dia da 8ª edição, o fadista Ricardo Ribeiro deslumbrou aqueles que, ao final da tarde, encheram o Palco LUSÍADAS - Sé. No mesmo local, Kappa Jotta entusiasmou a audiência com as métricas e ritmos que o tornaram um dos maiores nomes da atualidade no panorama do hip hop nacional e os Quinta do Bill viajaram entre os múltiplos êxitos de uma carreira mais do que consolidada.

Com uma multidão a perder de vista à sua espera no Palco SAGRES - Ria, Bárbara Tinoco atendeu a chamada e colocou a audiência em êxtase com os sucessos da sua ainda curta carreira. O mesmo aconteceu com o incontornável showman Pedro Abrunhosa, que protagonizou um dos concertos inesquecíveis desta edição. Seguiu-se uma hipnotizante atuação de Plutonio e, no fim da noite, Danni Gatto transformou o recinto numa eletrizante pista de dança.

A enorme adesão do público à 8ª edição do Festival F foi recompensada com grandes concertos ao longo dos três dias. Para além dos cabeças de cartaz, os espetáculos de artistas como Mimicat, iolanda, Eu.Clides, S. Pedro, Bianca Barros, Tó Trips, Fogo Fogo, Noiserv, Soraia Tavares ou José Pinhal Post-Mortem Experience demonstraram simbiose entre artistas e espectadores.

Fotos: Rui Bandeira/Festival F

O sucesso do evento estendeu-se à programação paralela com excelente recetividade às seis tertúlias que tiveram lugar nos Claustros da Sé. Entre exposições e instalações artísticas, artes performativas, artesanato, um espaço lúdico-pedagógico para crianças e um bar flutuante, o festival provou mais um ano a sua ambivalência e diversidade de oferta.

A 9ª edição do Festival F está já confirmada. Nos dias 5, 6 e 7 de setembro do próximo ano, o Centro Histórico de Faro voltará a contar com o último grande festival de verão.

Fonte: SET

07/09/2023  23:11

The Elton John Experience

Após a despedida, com o seu 350.º concerto, de Sir Elton John dos palcos, graças a clássicos de grande sucesso, a imersiva The Elton John Experience convida-o a embarcar numa viagem pela trajetória de uma das mais icónicas lendas vivas  da história da música.

Encabeçado pelo vocalista Paul Maxwell, que conta, na sua carreira, com colaborações de prestigiados artistas, como George Benson, Lionel Richie, Seal, Simply Red, Michael Bolton e Gary Moore, entre outros, no projeto The Elton John Experience, o cantor alia as semelhanças tonais entre a sua voz e  a de Elton John ao seu impressionante toque de piano, acompanhado por músicos dotados de uma vasta suscetibilidade musical.

O espetáculo, completamente inspirado na Red Piano Las Vegas Tour, na digressão australiana e nos arranjos do Royal Opera House Concert, navega pela intemporalidade das canções de Sir Elton John e de Bernie Taupen, com a certeza de que os grandes hits se farão entoar.

 Com concertos em Lisboa, no Sagres Campo Pequeno, a 3 de novembro. E no Porto, a 4 de novembro, na Super Bock Arena, depois de tão acalmada ter sido pela Europa, a The Elton John Experience passa por Portugal.

Fonte: Vibes & Beats

07/09/2023  22:45

Milhanas, nomeada para os Globos de Ouro  Revelação 

Ao contrário das restantes categorias, o público está convidado a escolher o vencedor através de votação online.

A artista estava já nomeada para Melhor Canção do Ano pelo tema Mais Que Ao Sol. Os vencedores são conhecidos já no próximo dia 1 de outubro na cerimónia marcada para o Coliseu de Lisboa e que terá transmissão televisiva na SIC.

O primeiro álbum de originais de Milhanas, De Sombra a Sombra, foi editado a 26 de maio. Produzido por Agir e Jon, o longa duração tem sido extremamente aclamado pelo público e pela crítica, evidenciando a jovem cantora como uma das mais brilhantes artistas da nova geração.

De Sombra a Sombra, conta com os singles Lamentos, Mundo e Eu de Prosa, para além do já referido Mais Que Ao Sol. Segundo Milhanas, o disco é um “auto-retrato” que cresceu à medida que foi crescendo “tanto a nível lírico como a nível musical” e conta com “várias alusões a poetas e músicos” que acompanharam o seu crescimento “enquanto pessoa e enquanto artista.”

Com apenas 21 anos, Milhanas esteve este ano nomeada na categoria Artista Revelação dos Prémios Play. Agora, o incrível talento que demonstrou em estúdio e que tem vindo a espelhar ao vivo é reconhecido com duas nomeações para um dos certames mais prestigiantes do país.

Fonte: SET

22/08/2023  22:45

Pedro Abrunhosa & Camponeses de Pias 

A vila de Pias, no município de Serpa, recebe na sexta-feira, 25 de Agosto, o espetáculo de Pedro Abrunhosa com o Grupo Coral e Etnográfico Os Camponeses de Pias, dirigidos por Paulo Ribeiro. O concerto está marcado para as 22h.

Este espectáculo de tributo ao Cante Alentejano regressa, assim, à sua raiz depois de ter passado por Londres, Paris, Bruxelas, Luxemburgo, Porto, Lisboa e Coimbra. A corrida às bilheteiras, com múltiplas datas esgotadas, revelou o sucesso deste formato que chega agora à terra natal daqueles que o ajudaram a concretizar.

Entretanto, as receitas da canção Que o Amor Te Salve Nesta Noite Escura, dueto do músico portuense com a fadista Sara Correia, já ascenderam aos 11663€. Tal como prometido no momento do lançamento, o valor vai reverter à Associação Jesuíta para os Refugiados, cumprindo o acordo com a We Help Ukraine.

Para além de prosseguir uma ininterrupta maratona de espetáculos em 2023, Pedro Abrunhosa prepara para 2024, volvidos 30 anos sobre o lançamento de Viagens, uma digressão que não deixará de fazer jus à relação festiva e profunda que se estabelece em palco entre o músico e o público. Desta forma, o regresso à mítica sala Olympia, em Paris, a 8 de Maio, será, também, símbolo de um dos mais produtivos e vívidos percursos profissionais de um escritor-de-canções português. 

Fonte: Sons em Trânsito

Pedro Abrunhosa com Sara Correia - Que o Amor Te Salve Nesta Noite Escura (Ao Vivo)

26/07/2023  21:30

8.ª edição do Festival F, ultimo Festival de Verão

Por José A. Carvalho/Twenty4news

Apresentada no Rooftop do Hotel Mundial em Lisboa, a edição deste ano do Festival F tem um excelente cartaz, e será realizado nos dias 7-8-9 de setembro próximo, na cidade de Faro num ambiente fantástico entre o património histórico e o património ambiental e nesse sentido o crescimento deste projeto tem sido permanente; começou por ocupar a pequena zona interior do centro histórico e atualmente já ultrapassa o limite das muralhas, até ao bairro de São Francisco. De acordo, com a organização, anualmente o Festival F faz uma radiografia sobre o que é a música portuguesa e este ano não foge à regra, será oferecido ao público uma pequena amostra cada vez mais limitada tendo em conta que a oferta da música portuguesa é vasta e de grande qualidade, cresce de ano para ano nos vários estilos musicais, em todas as vertentes. Na música portuguesa, a partilha é um objetivo comum, intergeracional que resultada num valor acrescentado para a área mais nobre de um país, a Cultura. Além, do palco principal onde naturalmente estarão os artistas mais conhecidos como, Pedro Abrunhosa, os D.A.M.A, Mariza, Bárbara Tinoco, Jafumega, Calema entre outros, nos palcos secundários, atuarão os artistas pouco conhecidos, emergentes e que ainda estejam a definir as linhas da música portuguesa dos próximos anos e das próximas gerações. Uma das preocupações, na escolha do cartaz deste ano não reflete apenas a portugalidade, mas o mix entre realidades de países de língua portuguesa como o Brasil e os PALOP e esse é um dos traços marcantes na edição deste ano. Finalmente, a última novidade para terminar o verão, será o encontro ou reencontro, a proximidade com tempo, o dar e receber, o saber-saber, o saber-ser e saber-fazer, só possível na partilha do palco “jam sessions” criado para o efeito.

A encerrar, a apresentação do Festival F , o Presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau era um homem satisfeito pela aposta neste projeto que abraçou desde o início e este ano por coincidência, no dia 07 de setembro comemora-se o Dia da Cidade que será juntamente com o Festival, o Dia da Música Portuguesa.

8.º Festival F | Barbara Tinoco | Foto: José A. Carvalho/Twenty4news

Bárbara Tinoco, esteve presente na conferência de imprensa e aceitou dar à Twenty4news a sua perspetiva sobre o último concerto de verão: “Este Festival, tem uma coisa muito boa, que é um festival com um cartaz inacreditável, um cartaz português e não é numa grande cidade, ou seja, há muitos festivais que são em grandes cidades e este está num sítio especial do nosso país, que é um sítio mesmo de verão e que se passa nas ruas normais da cidade. É mágico por isso, é uma parte da cidade que é histórica e parece que estás dentro de um conto de fadas a cantar…é muito especial para mim.”

À nossa pergunta, se conhecia Faro ou as gentes do Algarve, Bárbara disse: “Conheço apenas pelo Festival F, (risos) os meus pais passavam férias noutros locais mas como esta é a 3.ª edição em que estarei presente, começo a conhecer melhor o Algarve. Este ano, o Festival F será o meu último concerto e termino em grande para descansar e preparar-me para 2024 que será um ano cheio de projetos, sou uma menina que gosta de fazer muitas coisas e nunca está parada. Uma das coisas que vou realizar, é o Altice Arena que me deixa muito entusiasmada por ser a primeira vez e na maior sala do nosso país. A outra ainda não revelamos e só o faremos em setembro…não revelo por ser um projeto em conjunto, mas sim, vai ser um ano muito desafiante.”

21/07/2023  14:59

"Vais Ter Saudades", novo single de Mimicat, já está disponível nas plataformas digitais

Mimicatedita hoje uma nova música, Vais Ter Saudades . Este single sucede a Ai Coração, música com que levou Portugal à final da Eurovisão 2023.

Na quarta-feira passada, a cancão e um excerto do videoclip foram apresentados em exclusivo numa listening party online para quem fez pre-save da canção. Para além disso, Vais Ter Saudades teve pre-release no Tik Tok na segunda-feira.

A atmosfera deste single leva-nos para um relacionamento unidirecional em que apenas uma das partes se sente apreciada enquanto a outra se sente desgastada à espera de um reconhecimento que não chega. A letra é um “basta” à desvalorização do outro e um recomeço com uma voz mais forte.

O vídeo ficou a cargo de Joana Caiano e conta com a participação especial de André Leitão, que interpretou a personagem Carlinhos na série portuguesa da Netflix Rabo de Peixe.

Mimicat conta já com uma longa carreira, consolidada depois de vencer o Festival da Canção 2023 e levar Portugal à final da Eurovisão. Este novo tema, Vais Ter Saudades , segue o caminho iniciado por Ai Coração, e são ambas o prenúncio de um novo álbum em construção.

11/07/2023  16:40

Braga, recebe edição de verão de festival de Blues

Budda Power Blues / DR

O Nova Arcada Braga Blues, está de regresso à cidade, com a primeira edição de verão, que decorre até ao próximo sábado, dia 15 de julho. A primeira edição de verão deste evento é organizada pela editora bracarense Mobydick Records & Micha Rudowski. À semelhança da edição de inverno, o festival acontece em diversos espaços da cidade como o Café Vianna. Tendo começado no passado dia 7, o evento tem o ponto alto nos dias 13, 14 e 15 de julho, datas em que o Blues invade o palco do Largo do Pópulo. Os ingleses Cinelli Brothers atuam no dia 13. O programa do dia 14 é composto pelos australianos e luxemburgueses Pugsley Buzzard & Tommy Boys, seguidos de Rockin’ Gina & The Sentinels. Os Budda Power Blues Collection encerram o festival, a 15 de julho. O programa completo desta iniciativa está disponível em https://bragablues.com

Fonte: Diário do Minho

04/07/2023  22:10

Elton John, canta e encanta 7,3 milhões de telespectadores

Em GLASTONBURY, Inglaterra, o dia 26 de junho foi memorável para milhões de espetadores assistirem a grandes sucessos, de um dos músicos mais conhecidos do planeta e com mais de trezentos milhões de discos vendidos, que decide aos 76 anos, virar uma página da sua vida e abandonar os palcos. Elton John, escolheu o famoso palco Pyramid no grande Festival da Grã-Bretanha para calorosamente despedir-se pela última vez, do público que sempre o apoiou. À multidão, Elton John começou por dizer; “Nunca pensei, que fosse interpretar Glastonbury. E, aqui estou”. “É uma noite, muito especial e emocionante para mim, porque ser o meu último show na Inglaterra e na Grã-Bretanha.”

Com a sua figura peculiar, muito característica, Elton John extasiou, cantando sucessos como “I`m Still Standing” e “I Guess That`s Why They Call It The Blues”, uma atuação classificada pela maioria dos críticos com cinco estrelas.

Elton John, terá apenas os últimos shows que faltam para terminar a sua turné de despedida, com datas definidas em França, Dinamarca, Suíça e Suécia.

Fonte: Reuters

Elton John performs at the Glastonbury Festival site in Somerset, Britain, June 25, 2023. REUTERS/Jason Cairnduff

01/06/2023  00:12

Gabriel "O Pensador"

Por José A. Carvalho/Twenty4news

O cantor Rap, “Gabriel, O Pensador” como é conhecido, é de facto um homem de palavras fortes que em conjunto e/ou juntas tocam e cantam as estrofes de uma vida real num mundo global. Cada palavra, tem sempre um significado forte, sentido e vivido pelo próprio ou não. Alegre ou triste, bom ou mau, consciente ou na consciência de…navega a favor do vento, procurando sempre um porto de abrigo agarrado ao hip-hop, na roda do leme. 

Gabriel, é um nato comunicador que sabe brincar com as palavras certas, quando ou sempre que intrinsecamente um eco de opressão, mágoa e revolta tendem a libertar-se. No palco, é um rap de mão cheia, que canta e encanta um público atento, que sente, tem alma mas não consegue falar e encontra a pessoa certa para o fazer, “Gabriel, O Pensador”.  

Fotos: José A.Carvalho/Twenty4news

24/05/2023  23:18


Tina Turner, simplesmente a melhor

Até sempre!

     1939 – 2023

Por José A. Carvalho / Twenty4news

Aos 83 anos, Tina Turner morre por doença prolongada na sua casa perto de Zurique na Suíça, depois de uma carreira brilhante que começou na década de 1950. Durante os primeiros anos do Rock and Roll  tornou-se um fenómeno e foi apelidada de,  “A Rainha”. Turner, na década de 1980 ganhou seis dos seus oito prémios Grammy, com doze músicas no Top 40, incluindo, “ The Best”, “Typical Male”, “Private Dancer” e “Better Be Good to Me”. Um furacão em palco, uma mulher de enorme talento, calorosa e generosa na opinião de Mick Jagger, dos Rolling Stones e de centenas de celebridades que manifestaram o seu pesar na rede social Twitter. Lamentavelmente, Tina Turner nos últimos anos, perdeu o seu bem mais precioso; os seus dois filhos. A nós, que sempre nos habituamos a vê-la em palco e na tela da 7.ª arte, não imaginamos nunca o quanto sofrida foi também a sua vida e por essa razão, ficaremos sempre na memória com o melhor de si. Até sempre!        

Fonte: Reuters

Tina Turner se apresenta durante sua turnê mundial 87 no concerto ao ar livre de verão em Hamburgo, Alemanha 3 de julho de 1987. REUTERS/Michael Urban/Foto de arquivo 

15/05/2023  01:18

Pedro Abrunhosa - "Leva-me p`ra casa"

Por José A. Carvalho / Twenty4news

 

A música é de facto o ópio do nosso espírito, muito haverá ainda por descobrir (ainda bem que assim seja) sobre a sua influência na relação da espiritualidade e as terapêuticas de recurso para estados de doença mental. A musicalidade, faz-nos emergir e imergir, numa imensidão de estímulos sensoriais que percorrem milhões de neurónios, em auto-estradas e caminhos sinuosos (ou não), em que cada estrofe, nota e sonoridade, são transportados por mensageiros químicos que transmitem, cada um a sua própria mensagem. Que as sinapses nunca se apaguem, para que possamos sentir, a dor o toque, o pensamento que se funde e/ou liberta. Uma boa música, exerce uma influência energética sobre a nossa essência neuronal/espiritual. Nesse sentido (pelo menos para mim) o duo de Pedro Abrunhosa e Carolina Deslandes no Tema “Leva-me P`ra Casa” entre outros, cantam de forma sublime e mantêm-nos em equilíbrio entre dois planos: “O terreno” e o “Espiritual”. Aproveitem, cada segundo numa viagem de ida e volta, ouvindo ativamente este tema e outros. 

05/05/2023  02:52

Tony Carreira, comemora 35 anos de canções

Foto: José A. Carvalho/Twenty4news

A Agência Abreu e a MSN com lista de reclamações

Por José A. Carvalho / Twenty4news

O Cruzeiro, da comemoração dos 35 anos de Canções de Tony Carreira sobre as águas do Mediterrâneo que iniciou viagem em Lisboa, fez escala em Cádis, Barcelona, Málaga e Tânger, chegou «finalmente» para uns e «com muita pena» para outros ao seu ponto de partida - Lisboa. Foi um cruzeiro singular e inédito, salvo pelo gongo chamado “Tony Carreira”. Dos 600 aos 4.000 euros o tratamento foi o mesmo (medíocre). Viajar satisfaz…às vezes, mas cada um tem o que merece...ou não.